O mais completo portal de Recursos Humanos

Artigos

A Importancia Da Reciclagem


No
início dos tempos, considerada a
vastidão do planeta, o número de
entes racionais era reduzido e
tinham os bens naturais dispostos
à sua sobrevivência, em sua
grande maioria, como infinitos na
medida em que a natureza se
encarregava de reproduzi-los em
quantidade suficiente ao equilíbrio
natural. Isso veio ser alterado
diante do crescimento populacional
fazendo com que o planeta, também,
sofresse uma alteração de forma
rápida.

Toda
e qualquer mudança implica num
determinado tempo de
amadurecimento e sobretudo , de
aceitação das novas idéias, das
novas realidades, que sacodem e
ameaçam as velhas e pesadas
estruturas historicamente
consolidadas.

Uma
mudança merece todo esforço em
direção a qualificação
profissional apropriada do recurso
humano pela inovação criativa na
busca da harmonização da
economia com a ecologia.


Quem é o responsável por esta
coisa?
– Para onde estamos indo?
– Para que estamos aqui?
– Como gostaria que nossos
processos funcionassem
– Que resultados consegui?
– Qual a minha relação com o
meio ambiente?
– Quais mercadorias, capital,
trabalhos e informações vem de
fora?
– E que relatórios, produtos,
serviços, números e rejeitos vem
de dentro?
– Consigo reunir a coragem necessária?
– Consigo manter uma posição
otimista?

Sucesso
não e só produzir melhores
significados e sim ter praticas
adotadas por grupos na organização.
Precisamos remover as barreiras e
nos unir.

Em
momentos de crise como estamos
vivendo no mundo de hoje, é
importante realizar praticas que
restaurem a um estado mais
original possível.
A destruição do meio ambiente
conduziu-nos a um momento
decisivo. Estamos num processo
onde colocamos em risco a
continuidade da existência da
humanidade.
Devemos portanto,
desvincularmo-nos dos princípios
de uma Economia livre, baseada nos
desejos egoístas dos seres
humanos.

É
preciso uma reforma fundamental do
sistema financeiro a fim de evitar
um colapso futuro. Estamos
entrando numa era de limitação.
E preciso usar mais sabiamente os
recursos materiais e dar uma maior
ênfase na reciclagem.

Reconhecer
que existe uma grave crise. A
degradação de nosso meio
ambiente alastrou-se tanto que
nossas cidades estão prestes a
explodir com lixo e sujeira.
Quanto mais poluídos estiverem o
ar e o solo, mais necessárias será
uma grande purificação.

O
setor de gerenciamento de resíduos
é o segundo mais importante
mercado ambiental da América
Latina. Especialistas estimam que
este mercado representa cerca de
35% do total do mercado ambiental
da América Latina. A coleta e a
disposição final dos resíduos
domésticos ainda representam um
grande problema na América
Latina. Atualmente a quantidade
media de lixo gerada na região é
de cerca 0,6 Kg/pessoa/dia.
Especialistas observam que a
quantidade de embalagens plásticas
e de metal vem aumentando
significativamente.

A
maior parte dos resíduos domésticos
gerados na América Latina são
depositados de forma incorreta.
Somente no Brasil são gerados
136.000 toneladas diárias de lixo
doméstico.

Na
legislação nacional encontramos
no artigo 225 da Constituição
Federal, obrigações a que todos
/”Todos tem direito ao meio
ambiente ecologicamente
equilibrado, bem de uso comum do
povo essencial à sadia qualidade
de vida, impondo-se ao Poder público
e à coletividade o dever de
defendê-lo e preservá-lo para as
presentes e futuras gerações/”.

Reciclar
é economizar energia, poupar
recursos naturais e trazer de
volta ao ciclo produtivo o que
jogamos fora. A palavra reciclagem
foi introduzida ao vocabulário
internacional no final da década
de 80, quando foi constatado que
as fontes de petróleo e outras
matérias-primas não renováveis
estavam e estão se esgotando.

Para
compreendermos a reciclagem, é
importante
/”reciclarmos/” o
conceito que temos de lixo,
deixando de enxergá-lo como uma
coisa suja e inútil em sua
totalidade. O primeiro passo é
perceber que o lixo é fonte de
riqueza e que para ser reciclado
deve ser separado. Ele pode ser
separado de diversas maneiras,
sendo a mais simples separar o
lixo orgânico do inorgânico
(lixo molhado/ lixo seco).

Veja
quantos benefícios recebemos
quando reciclamos:

Diminuição
do material enterrado ou jogado a
céu aberto, evitando-se a poluição
do ar, terra e água. Diminuição
da retirada de recursos naturais
que muitas vezes não são renováveis
(Ex.: petróleo).Diminuição do
desperdício. Diminuição do depósito
de lixo em lugares clandestinos.
Redução do consumo de energia na
produção.Geração de renda pela
comercialização dos recicláveis
e entre outras..

Assim,
o descarte deve ser conduzido de
forma consciente e responsável.
É preciso perceber o processo de
reciclagem de forma integrada com
a busca de qualidade de vida na
qual o descarte é uma etapa
importante. Quando descartamos os
produtos de forma adequada
agregamos valor a este processo,
melhoramos os índices de
reaproveitamento, barateamos o
custo de produção com limpeza e
triagem de materiais estimulando o
crescimento da reciclagem.

Neste
sentido, a coleta seletiva é
fundamental e deve ser estimulada
nas comunidades e conduzida com
competência, criatividade e
continuidade. Assim, através de
parcerias, a viabilização econômica
de projetos e serviços de coleta
seletiva pode ser facilitada.

O
descarte não pode ser visto como
um processo de livrar-se de
materiais e resíduos que não
servem mais. É preciso ter uma
visão mais abrangente e perceber
o descarte como um elo de um
processo que é a reciclagem.

A
reciclagem pode ser dinamizada com
ações integradas e consolidar-se
como uma atividade promissora,
cujos benefícios serão amplos
para a sociedade e para a formação
de cidadãos mais responsáveis
quanto à necessidade de uma
melhor qualidade ambiental.

A
responsabilidade pela melhoria do
processo de reciclagem deve ser
compartilhada pela sociedade a fim
de que possamos não somente dar
um destino aos resíduos gerados,
mas também garantir a todos uma
melhor qualidade de vida.

Artigo de:
Fernanda Silveira

Por: