Artigos

Estresse No Trabalho

O estresse no trabalho é um mal que “assombra” muitos profissionais, e que pode afetar a produtividade de uma pessoa, da empresa, do clima de trabalho e consequentemente do relacionamento com os clientes.

As causas do estresse nos profissionais brasileiros são bem variadas, porém algumas se destacam, dentre os principais estão: Pressão por resultados, entregas em prazos curtos, longas jornadas de trabalho, reuniões intermináveis, chefe chato, falta de reconhecimento… E a lista do estresse só aumenta. Segundo uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half no ano passado, o brasileiro é o profissional mais estressado do mundo. O motivo principal é o excesso da carga de trabalho, que traz fadiga mental, mudança de humor, alteração de peso e pouco descanso durante o sono.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o caso no Brasil é sério e lidera o ranking de estresse no trabalho. A pesquisa citada anteriormente foi feita em 13 países com executivos de grandes empresas. No Brasil, 42% dos entrevistados afirmaram que os funcionários sofrem de estresse e ansiedade, e a média mundial é de 11%, estamos bem acima de uma situação aceitável. Tendo em vista esses dados, o país fica em segundo lugar, perdendo apenas para o Japão.

As principais causas de tanto estresse no país, de acordo com pesquisa realizada pelo especialista em gestão do tempo e produtividade Christian Barbosa, são três que justificam o brasileiro ser um dos mais estressados do mundo, são eles: o trabalhador brasileiro deixa tudo para a última hora e, quanto maior o número de tarefas atrasadas, maior o estresse. Também temos que lidar com a economia imprevisível, que pode levar a cortes e demissões, essa expectativa ruim nos estressa. A maioria dos moradores do país tem de conviver com fatores externos estressantes, como o trânsito, a falta de segurança pública, um sistema de saúde pública precário, entre outros.

Uma coisa importantíssima principalmente para saúde, é saber se fazemos parte desse grupo de estressados. Ainda na pesquisa citada, podemos aprender algumas coisas, como: Analisar a qualidade do trabalho realizado recentemente e a saúde. Um dos primeiros sintomas do estresse é um aumento do volume de erros cometidos no dia a dia. Se ele é crônico, passa a afetar o sistema imunológico – o profissional começa a sentir fortes dores de cabeça com mais frequência, e também o colesterol aumenta. Alguns casos levam à síndrome do pânico e até a depressão. Mas o sintoma mais claro do estresse é quando a pessoa deixa de ter tempo para si e para sua família, depositando no trabalho a expectativa de uma satisfação que só será preenchida com as realizações pessoais que ocorrem fora do ambiente laboral.

Para combater o estresse no trabalho, existem algumas dicas, exemplo: Descubra como você utiliza seu tempo; Planeje-se! Use uma agenda; Limite seu horário de trabalho; Organize seu local de trabalho; e Ache um hobby que te faça esquecer as atividades estressantes – ou seja, uma válvula de escape. Como diz o ditado: Viva la vida!!!