O mais completo portal de Recursos Humanos

Artigos

Passos Importante Para Montar Um Recursos Humanos Em Pequenas E Médias Empresa – Parte 2

Como já foi comentado no
artigo anterior (Recursos Humanos em Pequenas e Média Empresas Parte I) as
pequenas e médias empresas, não tem muita verba disponível para ser empregada
em RH, a maioria dos programas motivacionais tem um desembolso muito grande.
Cabe aqui um exemplo de que RH é feito de comprometimento e criatividade.

No dia dos pais em 2005, o setor de RH que eu lidero pensou em trazer um teatro
para fazer uma apresentação, homenageando nossos colaboradores, buscamos uma
trupe que realizava esse tipo de intervenção, porem, o custo estava bem acima
do que havíamos planejado.

Foi ai que tivemos uma idéia que poderia ser aproveitada, quando eu estava me
formando na graduação, havia a necessidade de entregar um estágio
supervisionado, então pensei, acho que essas faculdades de artes também têm
essa exigência.

Peguei o telefone e entrei em contato com a secretaria, qual foi a minha
surpresa, poderíamos montar um projeto com um grupo de alunos e eles fariam uma
apresentação em nossa empresa com custo zero, só precisávamos assinar as
horas do estágio.

Resumindo, foi um sucesso, até hoje é comentando nos corredores da empresa.

O mais importante é a vontade de realizar, quando você tem muito
comprometimento e acredita naquilo que esta fazendo, as pessoas a sua volta
compram as suas idéias, para isso basta um pouco de criatividade e pronto, você
realizou um programa motivacional sem custo para organização.

Outros sistemas de motivação podem ser criados na empresa com custo baixo, por
exemplo: e-mail de parabenização para os colaboradores que desempenham suas
tarefas com comprometimento e destreza, felicitação e comemoração no aniversário,
envio de flores para as esposas e esposos no dia do aniversário.

Faça da organização uma empresa com clima festivo e que parabeniza os acertos
no momento em que eles acontecem.

Mostre para todos os colaboradores a importância que eles têm na organização,
force a amizade, carinho e respeito entre todos.

Aqui vão mais algumas dicas de Programas Motivacionais:

Jogos empresariais – monte nos departamentos, jogos que
despertem o senso de equipe e respeito ao trabalho dos colaboradores, exemplo:
montamos na equipe financeira formada pelos setores, faturamento,
administrativo, contas a pagar e receber, compras e RH, um jogo cuja duração
foi de quatro semanas, cada setor deveria enviar 5 perguntas por semana relativo
as atividades do dia-a-dia, os outros setores poderiam pesquisar em qualquer
local, menos no setor que enviou as perguntas (o RH mandou uma assim: a partir
de qual horário começamos a calcular o adicional noturno), cada departamento
pesquisou e enviou suas respostas.

Ganhou o setor que ao final das quatro semanas teve a maior pontuação,
ganhando um uniforme da seleção brasileira (estávamos no mês da copa do
mundo de 2006).

Com isso conseguimos fazer com que cada departamento tivesse a real dificuldade
do outro setor, abrindo assim a visão dos colaboradores em relação a passar a
bola redonda para o próximo e ser mais tolerante com que lhe passa a informação.

Além disso, montamos um relatório com todas as tarefas desses departamentos,
que serve de consulta para os novatos.

Grupo de Recursos Humanos – Monte um grupo de recursos
humanos composto com pelo menos um colaborador de cada setor, para discutir
problemas do dia-a-dia, trazer soluções, ouvir as sugestões e criticas de
toda a empresa, manter a equipe informada de todos os projetos e ações do RH e
disseminar informações.

Eventos em família – Esse é um dos passos mais importante
do RH em relação à motivação, contar com a ajuda da família para motivar
os colaboradores não tem preço.

Comece abrindo as portas para que a família dos colaboradores possa conhecer o
seu local de trabalho.

Traga-os para dentro da empresa, organize uma recepção com salgadinhos,
refrigerante, balões, musicas, faixa com os nomes dos colaboradores no setor
que eles trabalham e com o agradecimento pela presença do familiar, faixa com
mensagens positivas e motivacionais, o ideal é que tudo isso seja feito no
final de semana.

Deixe o colaborador a vontade e orgulhoso em mostrar em que mesa ele trabalha,
com qual máquina ou equipamento ele opera, qual o ambiente que ele passa a
maior parte do seu tempo, etc.

O gasto com esse projeto não é tão grande, mas as seu impacto motivacional
sem duvida nenhuma é muito valioso, nada como o colaborador ouvir a frase de
seu filho “Nossa papai precisa muito conhecimento para operar essa máquina, o
Sr. É muito inteligente”. Frase dita pelo filho de um dos nossos impressos
off set, no dia do evento.

Quanto maior for o contato dos familiares com os projetos motivacionais da
empresa, maior será o impacto positivo na vida profissional do colaborador. Não
precisamos nem falar o quanto isso gera de retorno em produtividade e diminuição
de erros nas operações diárias da organização.

Ação Social – Esse é um item que integra os diversos
setores, nesse projeto você poderá levar um grupo contendo um colaborador de
cada setor, pelo menos uma vez por mês em uma instituição sem fins
lucrativos, para que eles passem um dia fazendo ação social.

O intuito é alem de ajudar os mais necessitados, criar sinergia e integração
com todos os participantes, derrubar o PRÉ-CONCEITO entre os setores e as
pessoas, por fim, mostrar que existem pessoas que tem problemas maiores que os
deles.

Não esqueça, busque alternativas com o mínimo de custo, mas com muita
criatividade, todos nós gostamos de nos sentir únicos e personalizados, fazer
com que o colaborador sinta-se parte do processo, parte da equipe, importante em
todas as suas atividades diárias, orgulhoso por seu trabalho e sua empresa,
trará uma motivação diária aqueles que fazem o processo andar.

O papel do RH nesse momento nas organizações é criar um ambiente feliz,
alegre, de respeito às pessoas, e propicio para que os colaboradores possam
trabalhar motivados, gerando assim melhores resultados para a organização.

Autor: Washington Souza

Por: