O mais completo portal de Recursos Humanos

Artigos

Recursos Humanos Hoje

Recursos Humanos Hoje.

A tempos atrás, o termo RH era conhecido apenas como o departamento que fechava cartão de ponto e responsável pela folha de pagamento dos funcionários.
Não havia grandes expectativas por parte dos gestores, que também tinham uma visão pequena e limitada dos profissionais atuantes na área, mesmo porque na década de 80 e 90, os trabalhadores eram considerados apenas como mão de obra das grandes organizações.
Logo se vê que as mudanças ocorreram e transformaram totalmente a visão de grandes empresários na relação homem x trabalho.
Hoje percebemos a importância e peça fundamental que é um RH bem estruturado dentro das organizações, sejam elas de pequeno ou grande porte.
Nos tempos atuais, não se vê mais o homem apenas como mão de obra, ele não é mais visto apenas como aquele que presta serviços para determinada empresa. Não podemos ser hipócritas e afirmar que em dias atuais, todas as empresas valorizam e tratam seus colaboradores de forma digna e honesta, infelizmente isso não ocorre. Ainda existem organizações, empresas que pensam pequeno e de forma muito voltada para si, olham apenas para o lucro, mas isso é errado ? Do ponto de vista de um empreendedor não, por isso a importância de existir um RH bem estruturado, para traçar meios de abrir os olhos dos empresários quanto a forma que devem se relacionar com seus colaboradores.
Mas a função da área de Recursos Humanos não é somente abrir os olhos dos empresários para as questões judiciais e legais, o trabalho vai além.
Digamos que um RH bem estruturado em uma organização trate de quase tudo que diz respeito as pessoas que ali trabalham, são eles os responsáveis pela divulgação das vagas de emprego, pelo recrutamento, pela seleção, contratação, treinamento e desenvolvimento de cada um, são também os responsáveis pelo desenvolvimento e criação de programas de incentivo, programas de qualificação e de avaliação, tudo isso junto com o gestor de cada área, pois é muito importante a participação dos gestores nos projetos dentro da organização.
Sabe-se que nem sempre tudo funciona perfeito como deveria ser, mas cabe ao recursos humanos tentar ao máximo fazer com que as ações sejam cumpridas.
É natural que algumas empresas terceirizem alguns departamentos para sua maior comodidade. Hoje existem empresas que prestam serviços como, departamento pessoal, recrutamento e seleção, nos casos das agências de empregos, treinamento, etc. Mas nem sempre isso é correto, pois acabam perdendo um pouco o foco, nada melhor do que o próprio gerente ou supervisor da área participar de um processo de seleção de novos funcionários, pois os gerentes podem ver naquele momento quem exatamente possui o perfil para a vaga e as competências necessárias.
Hoje com a economia do país estável, as empresas deveriam pensar mais nessa questão, porquê ?
Se uma empresa implanta um processo de recrutamento, seja ele externo ou interno, se a empresa cuida da seleção dos novos funcionários, a chance de erro é bem menor, do que passar essas atividades para empresas terceirizadas.
No caso de um processo interno, a seleção é mais fácil, pois existe em todo banco de dados da organização o desempenho daquele funcionário, sua evolução dentro da organização, enfim, são vários benefícios. Já uma empresa terceirizada não possui essas informações, o máximo que terão será as informações contidas no currículo do candidato.
O assunto em questão não é a terceirização de serviços, mas sim o Recursos Humanos hoje.
Com certeza muitos de nós já vivenciamos ou ouvimos alguém reclamar da “funcionária do Rh”, ou então dizer que o DRH é falho em certas situações.
Daí vem a importância de um RH bem estruturado. O nível de qualidade na contratação, começa com os profissionais que vão atuar no DRH da organização, pois serão eles os responsáveis pelas demais contratações futuras.
O bom profissional de RH deve ser dinâmico, pois o mundo corporativo é dinâmico, deve ter visão holística, visão de futuro, pois nada permanece como está, principalmente no mundo dos negócios. Achar que os profissionais que atuam no DRH das organizações, devem apenas promover o desempenho dos colaboradores, assim como treinamento, se enganam, pois todos, inclusive os profissionais que atuam no RH devem e é importante que participem de treinamentos e se desenvolvam como profissionais, pois somente com novos conhecimentos, poderão transmitir essas atribuições aos demais, somente adquirindo conhecimento, poderão ser transmissores das informações e transmissores do conhecimento.

Autor: Paulo Rogério de Moraes, formado em Recursos Humanos pela Faculdade Anhanguera de Campinas, São Paulo.