DESTAQUE
Revista RHPortal Grátis 
Consultores de RH 
Colunistas RHPortal
Guia de Fornecedores   
Testes Auto-avaliações 
Agenda e Cursos         
Livros e Apostilas        
Vídeos p/ Treinamento  
Dinâmicas em Grupo    
TOP 10 de Artigos      
Conteúdo p/ seu Site   
Barra de Ferramentas   
Shopping RH             
 
ARTIGOS
Publique seu Artigo       
TOP 10 de Artigos         
Avaliação de Desempenho 
Cargos e Salários 
Carreira e Negócios      
Clima Organizacional
Coaching 
DP e Folha Pgto 
Gestão de Talentos 
Gestão por Competências
Liderança 
Mkt, Vendas e Atend.   
Motivação 
Qualidade de Vida         
Recrutamento Seleção 
Relações Trabalhistas   
Remuneração e Benef. 
RH na Prática               
Saúde e Segurança 
Tendências e Tecnologia 
Treinamento e Desenv. 

FERRAMENTAS
Indicadores de RH
Consulte o Advogado
Consulte um Especialista
Grupo de Discussão RH
Enquetes                    
 
CONTEÚDO
Palestrantes                 
Dicionáriode RH          
Relações de Trabalho   
Cargos e Salários         
Encargos Trabalhistas  
Downloads                 
Parceiros RH                
Links RH                     
O que é RH?                     
Software de RH       
 
CURRÍCULOS
Vagas de Emprego       
Incluir Currículo             
Buscar Currículos          
 
ENTRETENIMENTO
Sala de Bate Papo       
Hora do Café               
 
APRESENTAÇÃO
Quem Somos              
Anuncie Aqui              
Mapa do Site              
 

 

Software para RH
solides.com.br/solidesrh
 
Perfil Profissional
www.rhpro.com.br
 
Vagas e Currículos
www.webvagas.com.br
 





 


 Solides - Tecnologia que valoriza seu RH
01/10/2014 - Dia Internacional da Terceira Idade; Dia de Santa Terezinha; Dia Nacional do Vereador; Dia do Vendedor;

RH Portal - Remuneração e Benefícios

 
 
Busca Avançada
 

 Remuneração e Benefícios

15/08/2013

Remuneração Estratégica

   
A partir da década de 80 começam a surgir grandes mudanças organizacionais, gerando grande impacto nas organizações com a nova tendência de expansão de dois grandes novos

"Um diferencial competitivo, uma ferramenta para a retenção e atração de talentos."

A partir da década de 80 começam a surgir grandes mudanças organizacionais, gerando grande impacto nas organizações com a nova tendência de expansão de dois grandes novos setores da economia o setor de serviços e o setor de alta tecnologia.

Essas mudanças passam a gerar uma grande preocupação entre as empresas, ou seja, faz com que certas decisões sejam tomadas com uma maior atenção em relação ao novo cenário.

Isso faz com que grandes empresas busquem a otimização de seus recursos, ou seja, começam a buscar o que chamamos atualmente de vantagem competitiva, passam a encarar não mais a organização como uma empresa de aspectos hierárquicos rígidos, com um grande número de níveis hierárquicos e ascensão profissional somente através de promoções sem nenhum tipo de histórico ou clareza, e busca tornar-se empreendedora, com aspectos hierárquicos flexíveis, estruturas organizacionais com poucos níveis hierárquicos e com sua ascensão salarial através de seu desenvolvimento pessoal.

Peter Drucker contribui com essa nova tendência, abordando o tema de forma que podemos traduzir que o trabalhador passa da era do trabalho mecanizado, braçal para o trabalhador da era do conhecimento intensivo.

Isso fez com que percebêssemos uma grande mudança, na capacidade humana do trabalho, o surgimento de novas ferramentas tecnológicas e mudanças na forma de organização do trabalho, isso faz com que nos preocupemos com as novas formas de capacitação profissional desse trabalhador, que a cada dia passa a ter que ser altamente qualificado.

Essa grande mudança organizacional, gera impactos de grande importância nas organizações, começam a visualizar que o mundo mudou e que devem a partir de agora seguir essa nova tendência, buscar alinhar sua cultura a um novo contexto organizacional.

As características do trabalho mudam radicalmente, passando de sistemas rígidos para sistemas flexíveis de administração, uma grande tendência à criatividade na execução das tarefas, gerando um aprendizado contínuo e a multiespecialização das equipes de trabalho.

Com isso as empresas buscam adequar os seus sistemas tradicionais de Remuneração ao novo conceito de Remuneração Estratégica, onde a remuneração passa a focar o indivíduo e não mais o cargo, estimula o trabalho em equipe, busca-se qualidade e produtividade maiores a custos cada vez menores, reduzindo seus níveis hierárquicos, visando conceder maior autonomia aos colaboradores, e assim conseguir maior rapidez e flexibilidade nas tomadas de decisão.
Podemos definir como Remuneração Estratégica, um “mix” de todas as ferramentas que possuímos atualmente, ou seja, a própria remuneração funcional, salários indiretos, remuneração por habilidades e competências, remuneração variável, participações acionárias e outras diversas formas de se remunerar.

Com isso busca-se poder remunerar de forma altamente competitiva, gerando valores antes deixados de lado, ou seja, faz com que o profissional busque estar altamente qualificado na execução de suas atividades, sendo que estimula a multifuncionalidade, ou seja, quanto maior o seu grau de conhecimento, maior poderá ser a sua remuneração.

Atrelar a remuneração aos objetivos estratégicos da organização também é uma forma de gerar resultados operacionais, ou seja, faz com que cada profissional se comprometa com as estratégias da organização.

Um estudo conduzido recentemente pela R&M Consulting, mostra que remunerar estrategicamente trás com resultados uma melhoria acentuada nos negócios da empresa, aumenta o comprometimento dos funcionários no resultado operacional e cria uma melhora no desempenho individual de cada um.

Hoje quando se fala em remunerar dentro das grandes organizações, não podemos simplesmente pensar em pagar um salário para um determinado cargo, devemos lembrar que a remuneração estratégica deve ir de encontro aos objetivos, necessidades, prioridades e valores da empresa, bem como, os profissionais que queremos reter ou atrair do mercado.

Manuel Carlos Domingues Lopes
Gerente Human Capital, R&M Consulting - Consultoria especializada em Gestão do Capital Humano e Remuneração Estratégica.



Veja Mais sobre o Autor deste artigo



Comente este ArtigoComente Este Artigo                Indique este artigo a um amigoEnviar Artigo para um Amigo

 
 Enviar este artigo a um amigo  Dê uma nota (Lido: 55411 | Refer: 167 | Impressões: 921 | Nota: 0.00 / 0 votos)

Próximo:
Benefício Mais Desejado é Participação Nos Lucros – 15/08/2013
10 Maiores Erros Ao Pedir Aumento – 15/08/2013
AlimentaÇÃo/refeiÇÃo- É ObrigaÇÃo Do Empregador? – 15/08/2013

Anterior:
Por Que O Dinheiro Nunca é Suficiente? – 22/09/2014
Trabalho Temoprário – 11/09/2014
Redução De Custos – Melhorar A Remuneração – 19/07/2014


Comentários para este artigo:




   

 








Cadastre-se  Revista RH Portal  Forum  Artigos  Fornecedores  Links  Anuncie   Política de Segurança

O RH Portal é o maior portal brasileiro para profissionais de Recursos Humanos. São milhares de artigos para Gestores de RH: seleção e recrutamento de pessoas, 
Cargos e Salários, Coaching, Gestão por Competências, Avaliação de Desempenho, Testes,Clima Organizacional, Remuneração Estratégica, Avaliações Comportamentais e Treinamentos, 
Currículos, Consultoria em RH, Treinamento e Desenvolvimento e material variadopara Departamento de Pessoal. Útil para Head Hunter, Administradores, Psicólogos e Gerentes. 

O RHPortal é da Solides Ltda - CNPJ 06.139.579/0001-54