Artigos

10 Lições De Gestão De Pessoas Do Livro “a Arte Da Guerra” De Sun Tzu

#1 Seja um bom líder
“…O mando há de ter como qualidades: a sabedoria, a sinceridade, a benevolência, a coragem e a disciplina…”

“….Corresponde ao general ser tranquilo, reservado, justo e metódico…”

#2 Disponha de um bem definido Plano de Cargos
“…A disciplina há de ser compreendida como a organização do exército, as graduações e classes entre os oficiais…”

Nova call to action

#3 Conheça as Competências do seu Time
“…Qual dirigente é o mais sábio e capaz?
Que comandante possui o maior talento?
Que exército obtém vantagens da natureza e terreno?
Em que exército se observam melhor os regulamentos e as instruções?
Quais as tropas mais fortes?
Que exército tem oficiais e tropas melhor treinadas?
Que exército administra recompensas e castigos de forma mais justa?…”

#4 Saiba recompensar

“…Quando recompensas teus homens com os benefícios que ostentavam os adversários eles lutarão com iniciativa própria, e assim poderás tomar o poder e a influência que antes tinha o inimigo. É por isto que se diz que onde há grandes recompensas, há homens valentes.Por conseguinte, em batalha de carros, recompensa primeiro o que tomar ao menos dez carros…Trata bem os soldados e presta-lhes atenção….”

“…Olha por teus soldados como olhas a um recém-nascido; assim estarão dispostos a seguir-te até os vales mais profundos; cuida de teus soldados como cuidas de teus queridos filhos, e morrerão gostosamente contigo. Porém se és tão amável com eles que não os podes utilizar, se és tão indulgente que não lhes podes dar ordens, tão informal que não podes discipliná-los, teus soldados serão como crianças mimadas e, portanto, imprestáveis. As recompensas não devem ser usadas sós, nem deve confiar-se somente nos castigos. Caso contrário, as tropas, como crianças mimadas, se acostumam a desfrutar ou a ficar ressentidas por tudo. Isto é danoso e os torna imprestáveis…”

#5 Seja qual for o seu tamanho, cuide da gestão do seu pessoal

“…Governar sobre muitas pessoas como se fossem poucas é uma questão de dividi-las em grupos ou setores: é organização…”

“…Portanto, os especialistas em operações militares obtêm a cooperação da tropa, de tal maneira que dirigir um grupo é como dirigir a um só indivíduo…”

“…Quando há entusiasmo, convicção, ordem, organização, recursos, compromisso dos soldados, tens a força do ímpeto, e até o tímido é valoroso…”

#6 Selecione por Competências

“…Os bons guerreiros buscam a efetividade na batalha a partir da força do entusiasmo e não dependem só da força de seus soldados. são capazes de escolher a melhor gente, empregá-los adequadamente e deixar que a força do ímpeto logre seus objetivos…”

“…Se empregas soldados sem selecionar os preparados dos não preparados, os arrojados e os meticulosos, estás buscando tua própria derrota…”

#7 Aplique as Competências

“…Determine os soldados por suas capacidades, habilidades e encomenda-lhes deveres e responsabilidades adequadas. O valente pode lutar, o cuidadoso pode fazer sentinela, e o inteligente pode estudar, analisar e comunicar. Cada qual é útil…”

#8 Deixe claros os seus objetivos, comunique-se eficazmente

“…Quando as ordens se dão de maneira clara, sensata e consequente, as tropas as aceitam. Quando as ordens são confusas, contraditórias e mudam a toda hora as tropas não as aceitam ou não as entendem.Quando as ordens são razoáveis, justas, sensatas, claras e consequentes,existe uma satisfação recíproca entre o líder e o grupo…”

“…Quando se cumprem as instruções, as pessoas são sinceramente leais e
comprometidas, os planos e preparativos para a defesa implantados com firmeza,sendo tão sutil e reservado que não se revelam as estratégias de nenhuma forma, e os adversários se sentem inseguros, e sua inteligência não lhes serve para nada…”

#9 Promova a Qualidade de Vida no trabalho

“…Cuide da saúde física de teus soldados com os melhores recursos disponíveis. Quando não existe a enfermidade em um exército, se disse que este é invencível…”

#10 Tome mais cuidados com as armadilhas internas do que as externas

“…Existem seis maneiras de ser derrotado e a compreensão destas situações é a responsabilidade suprema dos generais e devem sempre ser consideradas. A primeira é não equilibrar o número de forças; a segunda, a ausência de um sistema claro de recompensas e castigos; a terceira, a insuficiência de treinamento; a quarta é a paixão irracional; a quinta é a ineficácia da lei de ordem; e a sexta é a falha em não selecionar os soldados fortes e resolutos…”

2500 anos de conceitos tão atuais…

Obrigada por nos acompanhar!

Gisele dos Santos Válido
10envolver@balcaodecurriculos.com.br

Por: Gisele Válido

Gestora de Recursos Humanos de formação atuando desde 2007 com Administração de Pessoal, Folha de Pagamento, Recrutamento e Seleção, Treinamento e Desenvolvimento, Consultoria Empresarial e de Carreiras.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of