Artigos

13 dicas para ir bem em uma entrevista de emprego

Participar de uma seleção para um novo trabalho é sempre desafiador. Geralmente, o nervosismo e a ansiedade estão agindo a todo vapor em nossa mente e corpo. Nessa hora, seguir algumas dicas para entrevista de emprego, pode ajudar muito.

Pensando nisso, criamos este artigo, com 13 dicas que ajudarão a enfrentar este momento de tensão e farão você se destacar em um processo seletivo. Confira!

1. Currículo

Ter atenção ao seu currículo é uma das principais dicas para entrevistas de emprego bem-sucedidas.

Nova call to action

Segundo pesquisa realizada pela Catho e divulgada em artigo do G1, “30% dos recrutadores demoram, em média, de 6 a 10 segundos para descartar um currículo para uma entrevista”. Logo, a maioria deles faz uma análise rápida das informações contidas no documento e, caso não chame a atenção ou não tenha dados relevantes, é rapidamente desconsiderado.

Por isso, é de extrema importância preparar seu currículo com cuidado, ter atenção à distribuição dos elementos, analisar o que você está apresentando, ser criterioso com relação a erros de português e também conferir se as informações contidas nele estão coerentes para aquela vaga.

Caso necessário, adapte seu currículo à vaga a qual você está se candidatando, destacando as experiências que têm mais relação com o cargo pretendido. Lembre-se que o primeiro contato que o avaliador pode ter com você, geralmente, é por meio do seu currículo, portanto, fique atento a esse documento tão importante.

2. LinkedIn

Outra ferramenta que é uma ótima carta de apresentação profissional é o LinkedIn. Muitos profissionais de RH procuram candidatos nessa plataforma, uma vez que lá existem várias possibilidades e facilidades para encontrar pessoas qualificadas. 

Uma pesquisa divulgada pelo Canaltech mostra que “92% dos recrutadores usam ou planejam utilizar as redes sociais para encontrar os melhores candidatos” e, dentre as redes sociais mais utilizadas, “o LinkedIn está em primeiro lugar, com 93% dos acessos de buscas”. Logo, crie uma conta nessa rede social e mantenha seus dados sempre atualizados.

3. Boa impressão

Uma entrevista de emprego é a oportunidade que um candidato tem de deixar uma boa impressão. Por mais que seja em pouco tempo, essa é a melhor chance de mostrar que é capaz e adequado para a vaga.

Logo, fale claramente, responda com atenção às perguntas do entrevistador, ensaie uma fala de apresentação para que o nervosismo não impeça você de tropeçar nas palavras, para causar uma boa impressão.

4. Método Star

Para ajudar na tarefa de causar uma boa primeira impressão, você pode utilizar a metodologia Star. O nome dessa técnica dá origem ao seguinte acrônimo:

  • Situação;
  • Tarefas;
  • Ações;
  • Resultados.

Seguindo essa ordem, é possível estruturar uma narrativa sobre as suas experiências e não deixar de pontuar as informações necessárias para que sua fala seja bem entendida.

5. Seja objetivo

Uma dica de ouro, mas difícil de ser aplicada: objetividade nas respostas. Muitas pessoas têm dificuldades em ser objetivas, porém, esse é um tópico que deve ser levado a sério. Então, seja direto e responda ao que foi perguntado, sem se desviar do assunto.

6. Pesquise sobre a empresa

Busque se informar sobre a empresa de modo geral, por exemplo: qual é seu core business, quais os produtos ou serviços oferecidos, história da empresa e cultura da empresa. Essa investigação é importante, especialmente, para saber se você se enxerga trabalhando nos moldes daquela cultura

Assim, ao mesmo tempo que você será avaliado no âmbito comportamental e psicológico, para entender se tem fit cultural com a organização, também precisa analisar se você se identifica culturalmente com ela.

7. Linguagem corporal

O corpo fala, já dizia Pierre Weil, autor de “Corpo fala: A linguagem silenciosa da comunicação não verbal”. Estudiosos afirmam que pessoas que aparentam estar confiantes têm maior chance de sucesso em qualquer situação social.

Dessa forma, é preciso muita atenção a sua postura. Ainda, mesmo que você não esteja confiante, faça um esforço para não transparecer o seu nervosismo e insegurança através do seu corpo.

8. Seja 100% sincero

Certamente, você já sabe disso, mas para não ficar nenhuma dica indispensável para trás, lembre-se: a pior coisa a se fazer em uma entrevista é mentir sobre alguma situação ou experiência. Até mesmo aumentar coisas em um contexto, inventar uma pequena participação ou algo do tipo é completamente arriscado.

Saiba que os recrutadores estão preparados para identificar esse tipo de conduta e, sem dúvida, isso prejudicará você no processo seletivo.

9. Aproveite as oportunidades

Geralmente, os recrutadores oferecem um tempo para você falar de você mesmo ou para que descreva sua vida profissional, logo, aproveite esses momentos. Quando são feitas perguntas mais abertas, é possível dizer coisas que não são cabíveis em outras oportunidades.

10. Seja você mesmo

Parece uma dica boba, afinal, quem mais você seria? Porém, muitas vezes, tentamos passar uma imagem de quem gostaríamos de ser. Assim, omitimos algumas informações, alguns comportamentos que, na verdade, são a nossa identidade. Não faça isso. Seja espontâneo, procure ficar relaxado e, por mais que você queira parecer confiante, não deixe isso atrapalhar a sua naturalidade.

11. Mantenha coerência, mesmo em perguntas estranhas

Pode acontecer de surgirem perguntas esquisitas durante a entrevista. Coisas que parecem absurdas, como “quantas bolinhas de gude cabem em um avião” ou “quanto pesa uma girafa”.

Essas questões, geralmente, são feitas para analisar o seu raciocínio lógico. Portanto, caso se depare com uma dessas perguntas, sempre responda de uma forma que faça sentido, por exemplo: em um espaço X, imagino que caibam Y bolinhas, diante disso, um avião com aproximadamente Z tamanho, deve caber W bolinhas”.

12. Evite grandes pausas

Além de observar o raciocínio lógico, essas perguntas estranhas podem ser feitas para quebrar a tensão da entrevista. Mas é importante não ficar paralisado nesse momento e também em qualquer pergunta feita

Então, não fique muito tempo pensando ou apenas com um semblante assustado mediante questões que você possa não saber. Nessa hora, responda o que você pensou, argumente o máximo, de forma lógica e objetiva.

13. Perguntas comuns

Cada processo seletivo segue o seu próprio roteiro de perguntas, mas algumas são mais comumente utilizadas pelos recrutadores, como:

  • quais são os seus pontos fracos e fortes?
  • quais são os seus planos a curto, médio e longo prazo?
  • por que você escolheu essa empresa para trabalhar?
  • por que escolheu essa profissão?
  • conte sobre uma realização da qual você se orgulha.
  • conte sobre algum fracasso em sua jornada profissional.
  • por que deveria ser contratado? Qual o seu diferencial?
  • qual sua pretensão salarial?
  • o que te motiva?

Essas são algumas das perguntas gerais que podem ser feitas. Entretanto, existem várias outras que você deve pesquisar e estar preparado para elas. 

Para ajudar nessa missão, além das várias dicas para entrevista de emprego que você já descobriu, leia também sobre 50 perguntas feitas em uma entrevista de emprego.

0 0 vote
Article Rating

Por: Solides Tecnologia

A Solides é uma plataforma de gestão de talentos com people analytics e gestão comportamental.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments