Artigos

20 Atitudes Que As Gerências Dizem Saber, Mas Não Fazem Acontecer Na Prática


01 – A PRIMEIRA IMPRESSÃO É A QUE FICA – Faça da sua apresentação pessoal uma “marca”; barba, cabelos, mãos, unhas, perfume, desodorante, hálito e vista-se adequadamente. Embora possa não parecer, a somatória destes detalhes, demonstrara o seu bom gosto, a sua personalidade e o seu caráter. Também contribuirá com a sua postura, o seu astral, além do respeito pelas pessoas e da consideração pela sua função. Você pode acreditar, ainda que informalmente, nunca apresente-se sem estar atento ao “conjunto da obra”. Você.

02 – EDUCAÇÃO E BOAS MANEIRAS – Cumprimente todos os dias cada membro da equipe, faça disso uma rotina, demonstrando satisfação e alegria por estarem juntos em mais um dia de trabalho. Considere igualmente cada colaborador independente da raça, cor, idade, religião, sexo, etc…. Isto fará com que a equipe aprenda a reconhece-lo como uma pessoa justa e de bom senso.

03 – FORMA DE COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM – Muito cuidado com as gírias e modismos no falar, palavras ou expressões de baixo nível não se enquadram com a função de liderança. A sua forma de falar dirá quem você é; se uma pessoa inteligente e interessante ou uma pessoa vulgar e desagradável de se ouvir. 

04 – ATITUDES TRANSPARENTES – Demonstre que todo o tempo Você é comprometimento com a função que desempenha para com a sua equipe, superiores, clientes e com a empresa da qual orgulha-se de fazer parte. Deixe claro que Você é um profissional ético.

05 – FRANQUEZA E LEALDADE – Seja franco e sincero em suas atitudes, nunca deixe de falar o que for preciso na hora e momento certo. Desta forma Você, estará fortalecendo a sua lealdade com a equipe. Porém, cuide-se na forma de como, quando e onde falar para não desmotivar ou transformar as pessoas em vitimas de uma ou outra situação. Exercite continuamente a “avaliação e analises dos fatos e nunca das pessoas”.

06 – ELIMINE A PALAVRA “NÃO” – Ao ser abordado, jamais diga a palavra “não”; procure ouvir, faça avaliações, peça tempo se necessário. Busque constantemente a preferência pela palavra “sim”. Pesquisas comprovam que uma equipe motivada e comprometida, tornam-se criativas, apresentando soluções de melhorias, mesmo até quando entendemos que um determinado “processo” funciona bem.

07 – OTIMISMO E REALISMO – Motive diariamente a sua equipe, demonstre as metas e os objetivos, porém não cometa exageros que normalmente são repletos de boas intenções, mas não condizem com a realidade. Tenho como lema uma gestão “pé no chão”, realista e coerente. Nada de fantasias.

08 – ESTIMULE A COOPERAÇÃO – A cooperação é tida e reconhecida como uma das maiores “força no trabalho”. Estimule o companheirismo em equipe, uma vez por semana – por exemplo -, apresente “experiências vividas por outras equipes em outras organizações”, isto fará com que tomem iniciativas para cooperarem entre si.

09 – SAIBA O QUE A EQUIPE PENSA DE VOCÊ – Estimule a opinião da equipe e ou das equipes a seu respeito. Verifique e observe; como Você é avaliado, como percebem o seu desempenho. Crie um canal precioso de informações, para corrigir eventuais distorções em sua conduta e imagem profissional.

10 – LIBERDADE E CAUTELA – Nunca exagere nas brincadeiras e tão pouco favoreça intimidades com a sua equipe. Via de regra, alguns acabam achando que “podem tudo com Você”. Defina uma espécie de “divisão”, aonde fique claro os limites entre a liberdade e a liberalidade, para que amanhã não se transforme em libertinagem. 

11 – TENHA SENSO DE HUMOR – Para que Você mantenha o humor, é necessário entender claramente que implica gostar de lidar com pessoas o tempo todo, todos os dias. Seja um Líder bem humorado, sabendo entender os momentos de descontração de alguns membros da sua equipe, e conte com um pessoal emocionalmente saudável e disponível.

12 – INTELIGÊNCIA EMOCIONAL – Saiba que a maioria das empresas já aderiram às lideranças emocionalmente inteligentes, portanto gerencie os seus impulsos e controle suas resistências para educar suas emoções. Nos eventuais acessos de desequilíbrios, se necessário, conte até 1000 para não por em risco o sucesso de sua liderança e até da carreira.

13 – REUNIÕES DESCONTRAIDAS E OBJETIVAS – Muito cuidado com aquelas reuniões intermináveis, dispersivas e cansativas, que para alguns tornam-se uma sessão de cochilos e sonecas, enquanto que, para outros não passa de “conversa mole prá boi dormir” regado a cafezinho. Seja objetivo, resolva o que deve ser resolvido, mas não cometa o radicalismo.

14 – SENTIMENTO E SOLIDARIEDADE – Entenda o sentimento e seja solidário com cada membro da equipe. Jamais, ignore o lado humano de cada colaborador, e demonstre que Você está ao lados deles em qualquer situação. Porém, não deixe que confundam, com paternalismo ou protecionismo.

15 – AMBIENTE DE TRABALHO SAUDÁVEL – Não permita que o ambiente se transforme num campo de conflitos, interesses e fofocas, que levam às pessoas a serem desconfiadas entre si, gerando “aquele baixo astral”. Comece explicando a todos, que é ali que passam até um terço de suas vidas, que, então é responsabilidade da equipe tornar o ambiente o mais saudável possível.

16 – COMPARTILHAR AS DECISÕES – Saiba dividir com seus colaboradores a responsabilidade de administrar e liderar a equipe, bem como saber compartilhar das sugestões apresentadas pelos membros da equipe. Porém, deixe sempre claro, que a palavra final é sua.

17 – CUIDE DAS ESPÉCIES NOCIVAS – 1º os preguiçosos – que detestam ouvir falar em trabalho -; 2º os pessimistas – nunca acreditam em si e tão pouco nos outros -; 3º os fofoqueiros – que só sabem envenenar as relações profissionais e humanas -; 4º os não éticos – porque ignoram o respeito aos demais em benefício próprio -. Não titubeie, mande-os para fora da organização e elimine qualquer risco de contaminar a sua equipe.

18 – CONQUISTAR E MANTER – Para ser Líder é necessário saber “conquistar as pessoas, o grupo, os colaboradores”. Toda conquista deve ser pela competência, confiança, simpatia e a capacidade de motivar. A relação destes ingredientes, levam Você a tarefa de “manter a conquista”, pois saiba que o difícil não está na “conquista”, mas sim em “mante-la”.

19 – TRABALHE SOMENTE O NECESSÁRIO – Não permita que o trabalho faça de Você e sua equipe “os eternos escravos”. Trabalhe durante as oito horas normais, isto é ser uma equipe competente e comprometida. Saiba que quando os excesso de horas tornam-se habituais, via de regra, indicam que muitos processos não andam tão bem como devia, e é claro Você e a equipe.

20 – ORIENTE-SE NO CAMPO DE LUTA – Para gerenciar, Você e sua equipe, terão que saber jogar e enfrentar todos os tipos de gramados, torcidas, temperaturas e arbitragens, para a conquista do tão almejado Título de Campeão. Mas para que isto possa ocorrer Você deve: Planejar, Organizar, Dirigir, Treinar, Controlar e Auditar.

Gemir Cassan
Gemir Cassan é formado em Administração de Empresas, Propaganda & Marketing, Estudos Sociais, cursos de educação continuada de Consultoria de Gestão e Auditoria para Sistema de Gestão da Qualidade – ISO 9001:2000.
gemir@gemircassan.com.br

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of