Artigos

5 hábitos para ser mais inteligente

Observando analiticamente as pessoas mais inteligentes que conheci nos últimos (e intensos) anos, percebi hábitos que elas têm em comum e que as tornam notáveis, em todos os sentidos. Não estou falando só de conhecimentos técnicos, mas também sobre atitudes positivas perante a vida, que as levaram a atingir um patamar de sucesso em suas casas, em seus trabalhos, com seus amigos e com a comunidade em geral, muitas vezes criando legados positivos que impactam positivamente o ambiente em que elas convivem.

Imagine só, você ser respeitado, querido e referenciado como uma pessoa dessas. Positiva, cativante e inteligente, que vive uma vida feliz e realizada. Vale a pena? Se você achar que vale, cultive diariamente pelo menos 3 dos próximos 5 hábitos que vou te mostrar, desses que enxerguei nas pessoas de mais respeito e sucesso que tive contato nesses intensos anos de vida as quais tenho sido presenteado.

Mantenha a calma

Pensar antes de tomar qualquer atitude impulsiva é fundamental. Ouvi uma expressão popular que diz que “cabrito bom não berra”. Quem consegue controlar o ímpeto de ser agressivo, hostil, ou ter uma atitude alterada frente a uma situação conflituosa, mostra um nível altíssimo de inteligência. Li sobre uma pesquisa da Universidade de Michigan, que analisou 600 participantes, seus filhos e seus pais, durante 22 anos. Pesquisadores queriam saber se havia uma conexão entre comportamento agressivo e um quociente de inteligência baixo. Os resultados revelaram que as crianças aprendem rapidamente a reagir a situações conflituosas com raiva e agressão. Crescer em um ambiente combativo e agressivo impede o desenvolvimento do cérebro.

Nova call to action

Particularmente, por exemplo, nunca briguei fisicamente com ninguém na vida. Me achava um “bundão” por isso. Mas hoje vejo minha maneira de tratar os acontecimentos e me sinto muito mais pleno por saber evitar conflitos desnecessários, enxergando a situação por vários ângulos, antes de tomar a mais sábia decisão.

Saiba enxergar o lado do outro

Em qualquer história, sempre haverão 3 lados. O seu, o da outra pessoa, e o daqueles que olham de fora e ficam dando palpites (a esmagadora maioria das vezes sem serem convidados). Entender o que levou a outra pessoas a ter aquele tipo de comportamento é um ato, muitas vezes, de compaixão. Saber ler a situação por vários ângulos diferentes te eleva o nível de consciência de tamanha grandeza, que você será uma pessoa reconhecida por seus atos inteligentes e vem pensados.

Busque responder as seguintes perguntas antes de reagir a uma situação incômoda:

“Por que será que ele fez isso?”

“O que passou na cabeça dele pra agir assim?”

“Ele está passando por algum problema?”

“Será que eu posso ajuda-lo de alguma maneira a melhorar esse comportamento inadequado, que faz mal pra outras pessoas?”

Encontrar resposta pra esses questionamentos te elevará a capacidade de se relacionar amorosamente com o mundo!

Assuma seus erros

Saber assumir os erros e pedir desculpas é essencial para desenvolver uma personalidade vencedora. Eu sempre achei que tudo que estivesse dando errado em casa, ou no trabalho, era culpa minha. Ok, exagero da minha parte, mas isso sempre me fez assumir os problemas pra mim e buscar soluções para saná-los. A maioria das vezes deu certo! Sempre elevei meu nível, de tanto buscar soluções para tantos problemas de dia-a-dia, acreditando ter “parte no cartório”. Esse caminho é duro de seguir, mas te gera um nível de resiliência (informalmente traduzido como a capacidade de tomar pancadas da vida e suportá-las) que dificilmente algo vai te incomodar nesse dia-a-dia cada vez mais louco. E isso significa você “isentar” sempre o outro. Às vezes te incomoda achar que sempre está na sua mão o rojão, e que o outro não está fazendo nada pra melhorar. Mas se entendermos que fazer isso nos levará a um nível de inteligência extremo, deixe o outro pra lá. O dia que ele quiser crescer, ele vai se virar de algum jeito, e cada um vai chegar onde merecer. Faça a sua parte, por você mesmo!

Hoje eu entendo que não existem “erros”, e sim desafios que fazem parte do processo e que devem ser superados inteligentemente. Uma frase me marcou muito pra chegar a esse entendimento. É de Thomas Edison, inventor da lâmpada elétrica. Ele disse “uma experiência NUNCA é um fracasso. Na invenção da lâmpada, eu não falhei. Apenas descobri 10.000 maneiras que não funcionam”.

Nunca se julgue o melhor

Você não pode, jamais, achar que é melhor que alguém. Às vezes, você acaba pensando assim, como um ato falho, mas retome a consciência e prefira pensar que sempre tem alguém melhor que você. Olha pra essa pessoa e queira ser igual a ela, use ela como espelho. Isso te faz sair do lugar, quebrar a inércia que ronda sua vida, e buscar maneiras de se aproximar do alto nível desse “herói” que você definiu nesse momento. E, quando você for ver, já estará do lado desse herói. Nesse momento, escolha outro herói e faça a mesma coisa. Essa foi uma das melhores técnicas que usei inconscientemente na minha vida pra atingir meus objetivos.

Na faculdade, aprendi com alguns dos meus professores (eu também estava me formando pra ser professor de Educação Física) que eu deveria pegar pra mim as melhores qualidades que eu visse em cada um dos meus mestres, e descartar aquilo que eu achava que não me agradava e, assim, construir minha personalidade profissional Funcionou, acreditam? Até hoje faço isso.

Mas eu sempre divido as minhas conquistas. Nunca cheguei em lugar nenhum sozinho, sempre rolou o apoio da minha esposa, meus pais, amigos, colegas de trabalho que me ajudaram, abriram portas e me ajudaram a acelerar, fecharam portas e me fizeram pensar, indicaram o caminho certo e me fizeram vencer, indicaram o caminho errado e me fizeram perder, e por aí vai. Tudo aprendizado que, se eu não tivesse passado, certamente não estaria escrevendo pra você hoje.

Seja organizado e cuidadoso

Esse é talvez o maior desafio de uma pessoa extremamente inteligente. Gente assim geralmente, é criativa, cheia de coisas, rápida nos pensamentos e, consequentemente, deixam as coisas fora do lugar. E as coisas não são objetos. Às vezes são pagamentos, respostas de mensagens, agenda de reuniões, documentos, etc.

Das pessoas altamente inteligentes as quais me relacionei nesses tempos, admirei todas. Mas as que tem capacidade de organização, não te deixam sem resposta, não falham com os detalhes, são raras. Eu confesso que não estou no nível de organização e cuidado que gostaria de estar, mas tenho isso como objetivo. Já cheguei meio que a uma “paranoia” por isso, e descobri que tenho um traço de personalidade perfeccionista. Isso me fez baixar um pouco meu nível de exigência, porque eu não conseguia fazer com que minhas coisas fossem como eu gostaria e isso me gerava desconforto e ansiedade. Quando baixei a guarda, passei a viver melhor, e entendi que a organização e o cuidado não tem a ver com a perfeição. Mas buscar constantemente um pouco mais de zelo vai deixar sua vida sempre mais gostosa, e você terá um estado de atenção que orgulhará as pessoas ao seu redor.

Esses 5 hábitos podem fazer a diferença na vida de qualquer pessoa. Quer saber se funciona? Experimente (de verdade, não só por 3 dias)! Hábitos devem ser repetidos constantemente, até que se tornem ações inconscientes (que você faz sem precisar pensar). Pra isso, a periodicidade deve ser de, no mínimo, 30 dias. No começo é fácil, depois começa a ficar meio chato, mas se você passar da fase do chato, vai chegar à fase do hábito inconsciente, e terá transformado a sua vida.

Vale a pena?

Espero de verdade que você queira elevar sua inteligência.

Um inteligente abraço, do amigo Tu Evangelista.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of