Artigos

7 Passos Para Começar A Inovar Na Sua Empresa

A boa liderança está cada vez mais atrelada à capacidade de estimular a inovação dentro da empresa e, mais do que isso, permitir que ela permeie a cultura organizacional, de modo a fazer parte do cotidiano de todos os colaboradores. Para que isso ocorra, é necessário estar em busca de boas práticas que estimulem o ambiente de inovação do empreendimento. E os passos a seguir são um ótimo começo para que isso ocorra!
1. Use a informação a seu favor
Como fazer isso? Em primeiro lugar, conheça (bem) seus concorrentes!
Se você quer fazer diferente das empresas do mesmo segmento que o seu, precisa saber o que e como elas estão fazendo. Estudos sobre causas da falência de empresas indicam que 70% são relacionadas à falta de conhecimento do seu ambiente
Você também pode buscar informações em lugares diferentes.
Artigos científicos
Artigos acadêmicos podem ser uma fonte riquíssima sobre o que está sendo pesquisado e sobre as tendências para as áreas de atuação da sua empresa.
Bancos de patentes
Fazer buscas em bancos de patente, nacionais e internacionais, também é bastante interessante, dependendo do seu ramo de atuação. É estimado que, por exemplo, mais de 75% da informação contida nas patentes dos Estados Unidos não são encontradas em nenhum outro local. As patentes podem oferecer os seguintes tipos de informação:
• Quais companhias estão fazendo tecnologia de ponta e quais são os líderes.
• Quais indivíduos (profissionais) estão desenvolvendo a tecnologia de ponta.
• Quais países estão à frente no desenvolvimento de determinadas tecnologias.
• Quanto tempo vai levar para a companhia explorar a patente e quanto tempo leva para a pesquisa e desenvolvimento transformar em lucros.
• Quais tecnologias estão ascendendo e quais estão descendendo.
• Relações entre empresas engajadas em pesquisas similares ou desenvolvendo os mesmos produtos .
Lembre-se: a informação está disponível para todos, mas poucos conseguem utilizá-la de maneira a conseguir vantagem competitiva. Seja um deles!
2. Saiba distinguir o que é inovação e o que não é
A inovação ocorre quando um produto, serviço, processo, método ou sistema organizacional é inserido, com sucesso, no mercado. Mas como saber aquele produto que você pretende lançar na sua empresa é realmente uma novidade? Volte para o passo 1 e busque informações. É sempre melhor fazer essa pesquisa quando a ideia surge. Quanto antes você souber se o seu produto apresenta diferenciais reais com relação aos demais, mais fácil será a sua inserção no mercado.

3. Esteja aberto a parcerias
O sucesso das organizações cada vez mais depende da sua capacidade de trabalharem juntas com objetivos comuns. O estabelecimento de parcerias, a formação de redes e novos modelos de negócios que visem a cooperação entre empresas cada vez mais se tornam fator de vantagem competitiva.
Na atual situação socioeconômica, se uma empresa quer inovar com responsabilidade precisa estar aberta a parcerias e a sistemas de cooperação (com outras empresas, com institutos de pesquisa e desenvolvimento, universidades etc). Portanto, esteja atento a instituições que possam complementar as atividades da sua empresa. Parcerias, quando bem estruturadas, podem beneficiar a todos.
4. Tire projetos da gaveta
A inovação só acontece quando uma ideia sai do papel. E, por incrível que pareça, algumas empresas têm muitas ideias engavetadas e não sabem como começar a analisar sua viabilidade. Existem maneiras de filtrar os projetos que podem ser interessantes para o momento da empresa e, a partir daí, levar adiante aqueles que realmente trarão retornos.

5. Ouça seus colaboradores
A inovação, como já foi dito, nasce de uma ideia. Portanto, quanto mais ideias surgirem, maiores as chances de uma delas resultar em um produto inovador. Quanto mais pessoas puderem fornecer soluções inovadoras para questões do dia a dia da empresa, melhor. Para que isso aconteça, é necessário que haja um ambiente organizacional que permita que as pessoas se comuniquem e deem sugestões sem se sentirem reprimidas pelas ideias que porventura fornecerem. Os colaboradores também precisam saber que são parte do processo de inovação da organização, bem como devem sentir-se à vontade para levar soluções para seus gestores.
6. Saia do escritório
Sabe quando você tem um problema pessoal e sai de casa para poder espairecer e encontrar uma solução? A mesma coisa acontece quando você precisa achar uma resposta inovadora para um problema da sua empresa. Vá a congressos e palestras com temas relacionados à sua área de atuação. Ou simplesmente saia para trabalhar em um café ou um escritório de coworking. Estímulos diferentes podem te levar a uma resposta diferente. A inovação começa com uma ideia e, se você ainda não a encontrou dentro do seu escritório, ela pode estar em outro lugar.
7. Comece de novo
Uma empresa não é inovadora porque lançou um único produto inovador, mas porque ela obteve sucesso ao implantar uma cultura inovadora, com práticas que, com o tempo, estimulam o surgimento de produtos e processos inovadores. Por isso, nada de se acomodar se você lançou um produto inovador de sucesso na sua empresa. Avalie os erros e acertos do processo e comece outra vez (e melhor)!

“Para a empresa excelente, a inovação é a única coisa permanente”. Tom Peters

Ariane Côrtes é especialista em Gestão de Negócios, mestre em Tecnologia e sócia-proprietária e consultora da Aurora Consultoria, Assessoria e Treinamento nas áreas de propriedade intelectual (marcas e patentes), inovação e inteligência competitiva. E-mail: ariane@auroraempreender.com.br

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of