Artigos

A grande dúvida ! Implantar Qualidade : no produto/serviço ou na vida do funcionário

A meu ver,
independente das resistências – tradicionais – dos funcionários com respeito
aos conceitos que devem
  ser assimilados
e praticados para provocar uma mudança no comportamento das pessoas, que muitas
vezes já estão
  “ viciadas “, algo mais
está influenciando e dificultando essas mudanças tão aguardadas pelo
empresário.

De um lado a
empresa assumiu muitas das responsabilidades que
  tradicionalmente seriam do Estado como:
saúde, educação e até mesmo
  parte
da
  alimentação.

Na verdade
compete a empresa proporcionar / facilitar condições para o desenvolvimento de
seus Recursos Humanos, para a busca conjunta
 
da Excelência.

Na  outra 
ponta  temos o funcionário  que resiste a tudo que é “ novidade  necessária “, dando as mais variadas
desculpas –
eu não tenho tempo para
estudar,  burro velho não aprende
mais,  etc. , 

Na realidade é
muito difícil conseguir um comportamento voltado para a qualidade de
  produtos 
/ serviços de alguém que:  mora
mal, sustenta mal sua família, tem dificuldades de assistência médica, enfrenta
dificuldades com condução que é pouca e cara, etc.

Em seu estágio de
desenvolvimento, a empresa que precisa vender com qualidade e bom preço e no
mesmo patamar
  o funcionário que precisa
estar
“ motivado e querer ” mudar o
seu comportamento tão complicado.

"Verdana","sans-serif"”>O  que  fazer 
?

Acredito ser
necessário antes de passar os conceitos quase que técnicos
  sobre qualidade, verificar quais são as reais
necessidades dos funcionários, de maneira mais detalhada.

Talvez  a 
participação nos lucros, e alguma coisa voltada para o cooperativismo
passe a
  ser  um 
novo  modelo  de 
gestão  empresarial  do 
futuro.

Futuro muito
próximo, disso
  não tenho duvidas !

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of