Artigos

A ImportÂncia Do Capital Humano Na Era Do Conhecimento

A globalização e a crescente competitividade no mercado trouxeram consigo vários paradoxos no qual transformou essa nova era em um paradigma repleto de complexidade onde as organizações necessitam urgentemente de adequações favoráveis para se adaptar, sobreviver e desenvolver de forma continua, e para isso é necessário que a organização enfatize um modelo de gestão que possa desenvolver uma forma de gerenciamento que leve a organização a um nível competitivo elevado utilizando de algumas ferramentas de gestão, dentre elas a de gestão de conhecimento, no qual citaremos abaixo.
Nessa nova era a gestão do conhecimento é uma ferramenta indiscutivelmente fundamental para o crescimento organizacional, pois com ela é possível administrar formalmente o capital intelectual desenvolvendo o conhecimento, fazendo com que o capital humano (bem intangível) seja transformado em melhorias para a organização gerando valores agregados a qualidade e ao desempenho, desenvolvendo idéias que trazem um diferencial na criatividade e inovação no desempenho dos funcionários, no qual proporcionara vantagem competitiva para a organização.Davenport e Prusak (1998, p. 6), conceitua conhecimento como:
Conhecimento é uma mistura fluida de experiência condensada, valores, informação contextual e insight experimentado, a qual proporciona uma
estrutura para a avaliação e incorporação de novas experiências e informações. Ele tem origem e é aplicado na mente dos conhecedores. Nas organizações, ele costuma estar embutido não só em documentos ou repositórios, mas também em rotinas, processos, práticas e normas
organizacionais.
O capital humano traz nesse novo contexto macroeconômico um dos maiores ativos
das organizações em um cenário em que a gestão do conhecimento deve ser
aplicada de forma assertiva, criando estratégias vinculadas aos objetivos das
organizações focando no desenvolvimento de ferramentas gerenciais e softwares
capazes de extrair as informações contidas nos funcionários (conhecimento tácito).
Segundo TEIXEIRA FILHO, (2000, p.157).
As principais atividades relacionadas à Gestão do Conhecimento, em geral, são: compartilhar o conhecimento internamente; atualizar, processar e aplicar o conhecimento para algum benefício organizacional; encontrar o conhecimento internamente, adquiri-lo externamente e reutilizá-lo; criar novos conhecimentos e compartilhá-los com a comunidade externa à
empresa. E assim é possível dizer que uma organização que não usufruir estrategicamente de seu capital intelectual deixará de agregar conhecimento que levará ao crescimento
econômico da organização.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of