Artigos

Aprendendo com a coletividade

coletividade

O ser humano é um animal, que por natureza, vive e se desenvolve em grupos. Nasce em um seio familiar, onde permanece até obter a capacidade de custear sua sobrevivência financeira. Da mesma forma, acontece no âmbito profissional. Sendo que neste, o indivíduo somente alcança seu crescimento, quando aprende a conviver com as diferenças. Entenda a importância a coletividade em um empreendimento.

Por ser um animal gregário, o homem aprende desde muito cedo o papel e a importância de cada membro pertencente ao seu primeiro grupo: a família. O pai, responsável pelo custeio das despesas da casa e do cumprimento das regras; a mãe, pela manutenção da ordem, do respeito e cuidado com os filhos e, por último e não menos importante, os filhos, frutos da união do casal, eternos aprendizes dos ensinamentos dos pais e responsáveis pela perpetuação destes.

Nova call to action

Com o passar dos anos, os filhos crescem e, de acordo com o resultado dos estudos e das escolhas feitas durante esse período, irão galgar novos ares e a tão sonhada independência financeira. É nessa hora que há o desligamento com a casa dos pais, mas não necessariamente o estreitamento das relações familiares.

O filho, agora consciente de seus direitos e deveres, projeta voos audaciosos e responde sozinho pelas consequências desses projetos, sejam elas positivas ou negativas.

A partir de então, ingressamos na selva chamada mercado de trabalho. Assim como as demais selvas, a regra de sobrevivência é a lei do mais forte. E forte neste contexto será aquele que, não somente ensina, mas principalmente, aprende com a coletividade.

Viver e crescer no âmbito profissional significa o aprendizado rápido de regras simples, porém difíceis de serem absorvidas. Significa conscientizar-se de que calar é preciso, mas ouvir é essencial; que menos sempre será menos, e menos não serve para as organizações.

Sobreviver profissionalmente é alimentar-se de ideias construtivas e de integração; sozinho você alcançará um resultado, mas em grupo o conquistará mais rápido.

A coletividade é rica em ensinamentos e nunca perde aquele que a decifra. O barulhento ensina o quão valoroso é o silêncio e que somente os sábios têm essa arma a seu favor; o tímido ensina o quanto perderemos ao deixar que as oportunidades passem por nosso caminho e que estas, raramente voltarão a passar.

O engraçado exibe aos demais que quando algo torna-se divertido, os resultados serão consequência, mas sem abrir mão da combinação de ouro, cautela e prudência.

Felizmente ou infelizmente, o convívio e a aceitação do outro é inevitável. É preciso lidar com as diferenças, driblar qualquer mal-entendido e apresentar à sua organização o resultado que ela tanto espera de você e nada menos que isso.

Se você gostou do conteúdo e quer conhecer os fatores internos da organização que influenciam na motivação dos colaboradores, nós podemos ajudar! Leia agora mesmo o artigo e entenda tudo!

 

engajamento de funcionários

4.8 6 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ana Hori
Ana Hori
2 anos atrás

Texto esclarecedor e realista.

Monica
Monica
1 ano atrás

É Muito importante a união, no Nagumo fazemos algumas coisas em conjunto e é muito legal , cada um fazendo a sua parte, uns fazendo o que sabe, outros aprendendo a fazer pra ajudar de alguma forma, No final fica tudo muito lindo e com um pouquinho de cada um .

ROSANE CARDOSO CAVALCANTE
ROSANE CARDOSO CAVALCANTE
1 ano atrás

Realmente, eu como empresária sempre tive a grande preocupação de saber lidar com as diferenças, driblo mal-entendido e apresento a melhor organização dentro do meu empreendimento.

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH