Artigos

As Soft Skills de uma liderança humanizada

O mercado de trabalho torna-se cada vez mais exigente em busca de profissionais qualificados para exercer lideranças. Perfis que possam ocupar cargos de gestão e com competências bem peculiares ao novo cenário vivido mundialmente. As situações são variadas e de grande significância e relevância: economias em crise, concorrência acirrada, empresas de grande porte sofrendo com impacto global, pequenas startups fechando por falta de suporte geral e a informalidade crescendo.

Mesmo assim depois do primeiro semestre de 2020 apresentar queda na ocupação da população devido as restrições socioeconômicas relacionadas a pandemia do novo Coronavírus, as empresas vêm recuperando as suas funções no mercado após as flexibilizações, porém ainda não significativos. Com todo este cenário atual o mercado exige profissionais com competências bem mais específicas para ajudar em mudanças, conflitos e gerar resultados.

Cabe as lideranças impulsionarem suas equipes para um campo que pode sair um pouco da zona de conforto, e que resulta em novos conhecimentos quando falamos de Hard Skills e de competências comportamentais como as Soft Skills. Hoje, o líder precisa ser inspirador e representante dos novos hábitos que levam aos resultados certos. No entanto, ele também deve estar atento a gestão de mudanças e na gestão de conflitos.

Nova call to action

A gestão de mudanças devido as incertezas de mercado que aumentaram mais com a pandemia, causando reformulações em planejamentos e processos que podem causar novos conflitos internos emocionais e mentais.
É comum para a resolução das duas situações a utilização da Comunicação Assertiva, pois conta com feedbacks bem dados, informações passadas com segurança, o uso da tecnologia com responsabilidade e o discurso claro e direto para equipes de alto desempenho. Líderes precisam desenvolver a comunicação eficaz, pois contam com diversos canais que podem tornar esta comunicação informal. Porém, a presteza e habilidade do gestor pode fazer toda a diferença para a equipe se comunicar melhor.

Trabalhar com o quociente emocional para demonstrar os melhores hábitos e seguir comportamentos adequados são exemplos que o líder deve dar aos seus liderados. Todavia, desenvolver um novo cenário com Soft skills mais específicas e eficazes é bem mais prodigioso e geram comportamentos mais humanizados, como: empatia, resiliência, ética, visão integral, flexibilidade e engajamento da equipe.

Sim! Um líder que inspira e impulsiona sua equipe de forma humanizada, buscando harmonizar as competências entre todos e saber alocar cada uma delas, pode gerar resultados ainda maiores na organização. Portanto, deve saber também alinhar seus propósitos pessoais a missão, visão e valores das empresas e assim demonstrar experiência e sabedoria.

Leny Kyrillos, fonoaudióloga e Milton Jung, Jornalista e autores do livro “Comunicar para liderar”, dizem em sua obra: “por mais tentador que seja o poder, só há uma grande razão para você ser um líder: a chance de transformar pessoas, tornar a sociedade e as relações melhores”. Eles citam no livro que este objetivo deve estar em nosso caminho, ou seja, comunicar de forma clara às equipes as crenças e valores para que todos possam seguir juntos, motivados e direcionados.

Sendo assim, o profissional que ocupa um lugar de liderança tão esperado pelas organizações é um líder técnico, porém humanizado. Ele apresenta a maturidade profissional e que lida com mudanças e conflitos de forma inteligente, além de ter um olhar de ser humano para ser humano, o olhar holístico de que cada indivíduo pode contribuir com suas características nos momentos certos, formando assim novas equipes de alto desempenho, oportunizando e dando voz a todos indistintamente. Contudo, devemos sempre levar em conta que o conhecimento pode partir de muitas situações e pessoas diferentes.

0 0 vote
Article Rating

Por: Ricardo Tomaz

Recursos Humanos & Palestrante | Instrutor Corporativo | Apresentador

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments