Artigos

ATITUDE PARA A CONQUISTA DE NOVAS HABILIDADES EM 2011!

O mercado de trabalho nos exige o aprimoramento constante de nossas habilidades. Para falar do assunto, tomemos como exemplo, um dos maiores inventores brasileiros, Alberto Santos Dumont, que em 1906 realizou na França o primeiro vôo testemunhado em um aparelho mais pesado que o ar: o 14 bis. Apesar de sua grande inteligência, esse invento não teria sido possível se por acaso Santos Dumont não tivesse adquirido outras habilidades anteriores no campo da aviação. Santos Dumont era aeronauta e isso lhe rendeu muitas experiências.
É preciso que cada pessoa olhe para o seu próprio desenvolvimento com maior atenção, averiguando quais as novas habilidades que aprendeu nos últimos seis meses. Quando falamos em habilidades, queremos ressaltar a necessidade da prática! Comece observando se você tem maior habilidade com o seu celular do que nos meses anteriores(?) O que sabe fazer em seu computador que antes não sabia? Aprendeu a dirigir? Sabe vender? Desenvolveu-se na escrita de textos? Consegue cozinhar melhor? Sua comunicação está mais solta? Você se considera mais hábil na criação de novos relacionamentos do que nos tempos passados? Enfim é preciso que cada um seja sincero ao proceder à análise de si mesmo. Assim como aconteceu com Santos Dumont, todos podemos criar novas oportunidades para nossa vida se estivermos trabalhando na direção do nosso próprio progresso. A atitude é sem dúvida o primeiro passo para criar algo novo! A curiosidade, o empenho, o esforço por conhecer e a vontade, certamente foram os atributos que levaram Santos Dumont a superar barreiras e atingir maiores patamares no alcance de diferentes habilidades. As novas habilidades são quase sempre difíceis de ser desenvolvidas. A mesma dificuldade que tem uma criança ao aprender a habilidade de andar, amarrar os sapatos ou fazer uso dos talheres é algo semelhante às dificuldades do adulto ao desejar aprender a execução de cálculos matemáticos, dirigir ou lidar com as novas tecnologias. É preciso observar, entretanto que, tanto a criança quanto o adulto ficam menos dependentes e conseguem ir mais adiante, à medida que adquirem novas habilidades. Portanto, não pare no tempo! Movimente-se! Seja mais curioso, acrescente a sua vida a habilidade da leitura, aceite o desafio de uma tarefa que ainda não tenha executado e melhore a sua habilidade de perguntar.
Faça uma revisão. Em 2010, quais as novas habilidades lhe foram possíveis? E em 2011, quais as que pretende desenvolver?
Lembre-se, adotar uma atitude solucionadora de fazer algo mais em prol do seu próprio desenvolvimento é sem dúvida alguma o caminho mais certo. Por isso, não perca tempo: ouse TRANSFORMAR a si mesmo!

Por Iêda Neres de Souza, Diretora da RH TRANSFORMACAO.COM.BR – Consultoria de Recursos Humanos – São Paulo- SP,

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of