Artigos

Automotivação: saiba como alcançar mais produtividade e satisfação profissionalmente

automotivação

Automotivação é tudo que pensamos e transformamos em motivos e ações com o objetivo de realizar nossos sonhos, objetivos e metas. Um exemplo, é trabalhar com que amamos fazer ou com que temos muita afinidade.

Os questionamentos começam quando estamos prestes a escolher nossas profissões e carreiras, ou seja, na fase inicial das formações acadêmicas ou técnicas. No entanto, neste momento encontramos alguns equívocos bem comuns por parte dos profissionais.

Nova call to action

Por uma questão crenças, desde a revolução industrial estamos alicerçados numa cultura voltada aos resultados financeiros e o que eles podem proporcionar: conforto, aquisição de patrimônios, consumo e status. Este é o caminho que geralmente grande parte resolve escolher para carreira.

Uma das situações que pode ocorrer durante a nossa trajetória é a estagnação, ou seja, a falta de foco e obstinação pelo crescimento da carreira, por exemplo, trabalhar nas mesmas funções durante anos sem que haja qualquer decisão de evolução ou mudança.

Com o passar do tempo, a partir do início do século XXI, começamos a viver um eterno questionamento a respeito da significância de nossas ações e pensamentos, em vários segmentos da vida.

Sem propósito as ações ficam sem significado, sentido e acabam executadas de forma automática, sem o Entusiasmo (que deriva do grego “enthousiasmos” que significa “ter um deus interior” ou “estar possuído por Deus”) necessário.

Como desenvolver a automotivação?

Hoje, profissionais buscam equilíbrio entre vida financeira, satisfação emocional e espiritual. Muitas coisas se tornam supérfluas, isto se deve a vários fatores que avançaram nos últimos anos: a tecnologia, o acesso à informação, a espiritualidade e o conhecimento que a cada dia está mais ao nosso alcance.

Quando o profissional apresenta estresse no trabalho, esgotamento, sensibilidade emocional, desânimos e irritabilidade, podemos estar diante de um caso de falta de motivação ou até perante casos mais sérios. Para detectar qual dos casos apresentamos, primeiro devemos buscar ajuda de profissionais que possam averiguar o caso e possível diagnóstico.

No caso da falta de motivação e para que ela não cause nada negativo no futuro, o próprio profissional pode assumir novos hábitos em sua vida:

• Autoconhecimento;
• Prática de exercícios físicos e alimentação saudável;
• Meditação;
• Foco durante a jornada de trabalho diária;
• Higiene do sono;
• Positividade na vida;
• O alinhamento dos valores do profissional com os da empresa;
• O gerenciamento do tempo.

Estes são alguns fatores que podem ajudar muito e trazer qualidade de vida. Hoje o mercado de trabalho requer profissionais com carreiras versáteis e habilidades relevantes: inovação, espiritualidade, comunicação, senso de coletividade e comprometimento.

A automotivação parte de nós mesmos, com o poder de ampliar o olhar, dar significado positivo nos objetivos, estimular o propósito e agir conforme seus valores.

Agora que você conhece a automotivação, conheça também como a saúde está ligada com a produtividade no trabalho.

rh week pocket

5 1 vote
Article Rating

Por: Ricardo Augusto Tomaz

Recursos Humanos & Palestrante | Instrutor Corporativo | Apresentador

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH