Artigos

A importância do bem-estar nas empresas

bem-estar nas empresas

O bem-estar nas empresas além de manter o trabalhador saudável e satisfeito, contribui para a produtividade com eficiência e responsabilidade social

O bem-estar nas empresas vem ganhando cada vez mais espaço na lista de prioridades de grandes corporações, até porque a pandemia de Covid-19 transformou as pessoas, o mercado de trabalho, a rotina e outros aspectos da vida pessoal e profissional.

Nova call to action

Este é o momento das empresas reverem suas prioridades e repensarem suas estratégias com base nas tendências de bem-estar. Essa deve ser uma das prioridades das organizações para realizar ações de promoção ao bem-estar físico, mental e social dos colaboradores, dentro e fora da empresa.

O bem-estar corporativo precisa se tornar um dos índices de RH para medir a qualidade de vida e bem-estar dos funcionários. A empresa só tem a ganhar, com a diminuição do turnover e com o aumento da produtividade dos profissionais satisfeitos com a instituição.

De acordo com o médico e gestor em saúde Ricardo Pacheco agora é a hora de colocar em prática as ações que contribuem para o bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores.

“Fazer desse ano que começou há pouco um novo ciclo para promover as melhorias necessárias que contribuem para o bem-estar é uma excelente forma de contribuir para o aumento da produtividade e diminuição dos afastamentos e absenteísmo. Pensar em bem-estar é considerar um estado de satisfação e conforto em que corpo e mente estejam em tranquilidade e sintonia. São sensações importantes para garantir a segurança e a saúde emocional das pessoas”, afirma o CEO da Oncare Saúde e presidente da ABRESST (Associação Brasileira de Empresas de Saúde e Segurança no Trabalho).

Bem-estar no trabalho é um conjunto de ações que garantem qualidade de vida aos colaboradores no ambiente corporativo.

E vai além: promover o bem-estar torna a equipe mais engajada e faz com que as atividades de rotina sejam executadas de forma mais assertiva, o que otimiza os processos.

A promoção do bem-estar acontece por meio de multiespecialidades que envolvem inclusive o serviço de saúde ocupacional, que ajudam a manter um time saudável e satisfeito no desempenho das suas funções.

“Quando uma empresa investe em bem-estar, ela ganha em organização, produtividade, resultados e, consequentemente, o sucesso da marca. O inverso acontece quando as pessoas não se sentem bem no ambiente de trabalho ou não sentem que suas necessidades estão sendo atendidas. Em casos mais graves, cansaço e frustração podem evoluir para distúrbios emocionais relacionados ao trabalho, como depressão, Burnout, síndrome do Pânico e transtornos de ansiedade”, alerta o médico e CEO da Oncare Saúde.

O médico lembra que a estrutura física precisa ser observada para obter o bem-estar nas empresas. “O ambiente físico influencia na saúde emocional dos colaboradores e é por isso que a norma nº 17 da Portaria MTE/MPS nº 3.751 de 1990 dispõe sobre ergonomia. É importante planejar o ambiente de trabalho e investir, por exemplo, em cadeiras macias com encosto no ângulo adequado para coluna, ombros e braços; em mesas reguladas na altura ideal para manter a postura do colaborador e em um ambiente bem iluminado e com temperatura apropriada. O objetivo é reduzir danos evitando os riscos de acidentes, impactos e lesões por esforço repetitivo”.

O bem-estar nas empresas e a saúde mental

Sabemos que o bem-estar também está muito relacionado com saúde mental. O colaborador que não está com sua saúde mental comprometida é capaz de realizar suas atividades com envolvimento e eficiência e, assim, potencializar os resultados da empresa.

Um maior enfoque na saúde emocional vai beneficiar dos acionistas aos trabalhadores. Por isso, segundo a pesquisa, o bem-estar emocional é prioridade para 97% das empresas, que já estão realizando algumas ações específicas. Elas incluem: promover soluções de cuidados virtuais; fazer uso de campanhas e comunicação para mudar a visão sobre problemas emocionais; medir o estresse da força de trabalho e suas principais causas; oferecer suporte emocional sobre luto; patrocinar grupos de empregados com foco em saúde mental, entre outras.

“O trabalhador tem que ser cuidado em todas as suas necessidades e, nesse sentido o serviço de saúde corporativa tem um papel fundamental, já que avalia mais que os riscos físicos, por meio de um serviço de psicologia consegue também avaliar os riscos de distúrbios mentais. O ser humano é complexo e a medicina no trabalho também precisa ser”, completa o médico e CEO da Oncare Saúde.

Como você viu, o bem-estar nas empresas é uma maneira eficaz de cuidar dos colaboradores e, consequentemente aumentar a produtividade. Se você quer aprender mais sobre a importância de estimular o bem-estar do colaborador, confira nossas 8 dicas essenciais.

5 2 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH