Artigos

Briefing de treinamento: como fazer

Já sabemos que treinamentos eficazes fazem os colaboradores ter mais  eficiência e produtividade, e isso influi em qualquer organização no alcance de resultados.

E o briefing de treinamento ajuda os profissionais de T&D a desenvolver treinamentos mais assertivos para capacitar colaboradores e torná-los cada vez mais satisfeitos e alinhados com os objetivos da empresa..

Mas é preciso atenção. Desenvolver um bom treinamento requer uma série de cuidados que devem ser observados desde o momento em que se identifica a necessidade de capacitar colaboradores. E é o briefing de treinamento que vai orientar todo o processo.

Nova call to action

Neste post, vamos apresentar orientações de como criar um briefing de treinamento que reúna de forma clara e objetiva todas as informações necessárias para o desenvolvimento de um curso realmente eficiente e transformador.

Comece com o Levantamento de Necessidade de Treinamento

A primeira informação que uma organização dispõe para a criação de um briefing de treinamento vem da pergunta: “por que precisamos deste treinamento?”.

Essa resposta vai ser encontrada a partir de um processo de observação e avaliação do contexto que a organização atravessa.

Levantamento das Necessidades de Treinamento – LNT

Se você chegou até aqui, viu que é no levantamento das necessidades de treinamento – LNT que estão as informações mais valiosas para a elaboração do briefing que vai guiar a realização de um curso.

O LNT busca identificar os desafios e as oportunidades para que os colaboradores de uma organização – em conjunto ou individualmente – adquiram as habilidades e as competências que serão necessárias para o objetivo da instituição. 

Perguntas a se fazer no briefing de treinamento

A construção de um briefing de treinamento passa por alguns questionamentos que devem ser feitos sobre três aspectos essenciais. Neste processo há perguntas fundamentais e complementares. Veja abaixo alguns exemplos:

 Sobre o negócio: 

  • Pergunta fundamental: “Descreva o atual desafio do negócio que precisa de uma solução de aprendizagem”.
  • Pergunta complementar: “Quais os objetivos de negócio que você espera obter resultados com essa solução?”

 Sobre os participantes:

  • Pergunta fundamental: “Qual é a idade média dos participantes, tempo de casa, função, nível de escolaridade e experiências profissionais?”
  • Pergunta complementar: “Quais são os seus conhecimentos a respeito do problema em questão?”

 Sobre os requisitos e restrições:

  • Pergunta fundamental: “A empresa possui alguma limitação técnica de infraestrutura tecnológica que seja uma barreira para a aplicação do curso?”
  • Pergunta complementar: “Há disponibilidade de tempo por parte dos alunos para a execução deste programa?”

Clique aqui para baixar um modelo completo de briefing de treinamento 

Alguns tipos de Treinamento 

Como vimos acima, o LNT é o que orienta uma organização na implementação de um curso.

E, a partir desse levantamento, o gestor de RH poderá definir entre diferentes tipos o treinamento mais adequado às necessidades da empresa.

Entre tipos de treinamentos mais comuns, podemos destacar:

  • Motivacional 
  • Desenvolvimento de Liderança 
  • Integração ou onboarding 
  • Comportamental ou soft skill 
  • Técnico ou hard skill 
  • Cultura da empresa 
  • Conscientização sobre a segurança do trabalho 

Adaptação dos treinamentos na pandemia 

As atuais restrições sociais que vieram com a pandemia da Covid-19 tornaram o desafio de desenvolver soluções de aprendizagem online realmente transformadoras ainda mais instigante para os designers instrucionais. 

E algumas soluções que têm feito a diferença. 

Graças aos recursos tecnológicos foram neutralizadas muitas das limitações logísticas e geográficas.

Ficou bem mais fácil alcançar de forma eficaz os alunos e suas necessidades estejam eles onde estiverem e sejam quais forem suas limitações. 

Isso tudo somado aos diversos recursos que as plataformas de ensino EAD oferecem, torna todo o processo mais envolvente, personalizado e eficaz. Tudo isso com métricas e indicadores objetivos e claros do desempenho de cada aluno. 

Uma boa plataforma EAD pode oferecer aulas, tarefas, arquivos e tudo que for pertinente ao aprendizado de um aluno ou equipe.

Cada aluno tem seu próprio perfil onde tem acesso às aulas, atividades propostas, arquivos, avaliações, chats, fóruns, enfim, tudo que for necessário para seguir seu curso.

Como montar um treinamento EAD

A elaboração de um treinamento EAD requer uma estratégia com foco no desenvolvimento das competências e habilidades desejadas pela organização, sempre com foco no objetivo definido de aprendizagem. 

Nesse processo,  o aluno, ou seja, o colaborador da sua empresa, passa a ser o maior foco do treinamento, ou seja, o conteúdo é importante, mas a assimilação do aluno é o mais que mais importa.

Para isso existe uma série de soluções pedagógicas que tornam a experiência de aprendizagem bem mais envolvente e motivadora. Esses recursos possibilitam a avaliação contínua do progresso do aluno de forma que sejam possíveis ajustes quando necessário durante a jornada de aprendizagem. 

É o caso dos objetos de aprendizagem. Eles são recursos – digitais ou não – que possibilitam o aprendizado. Alguns exemplos de objetos de aprendizagem são os sistemas instrucionais, sistemas de educação à distância, os ambientes de aprendizagem colaborativa, entre outros.

O que são os Objetos de Aprendizagem? 

Os objetos de aprendizagem podem ser entendidos como formas diferentes de apresentar conteúdos que proporcionam estímulos para possibilitar a assimilação. 

Uma vez definidas as competências desejadas por parte do colaborador, é preciso saber quais são as melhores formas de ajudá-lo a alcançá-las.

Em síntese, os objetos de aprendizagem podem ser descritos como maneiras diferentes de comunicar determinado conteúdo com estímulos que proporcionam formas distintas de assimilação ajudando na distribuição da carga cognitiva que o aluno precisa utilizar para compreender um tema.

Entenda um pouco sobre metodologias ativas 

As metodologias ativas procuram instigar o raciocínio do aprendiz por meio da combinação de diferentes estímulos didáticos e de neuroaprendizagem.

Elas têm no ensino online uma enorme variedade de recursos que tornam o aprendiz o maior responsável pelo seu desenvolvimento. 

O resultado é uma considerável melhora na assimilação e compreensão de conceitos. 

Dentre os pilares dessas metodologias podemos destacar três:

  • O protagonismo do aprendiz na busca de novos conhecimentos;
  • A construção do saber a partir dos conhecimentos prévios e da experiência pessoal de cada indivíduo;
  • O uso de recursos didáticos que proporcionem experiências significativas e, até mesmo, sensoriais a fim de alcançar a melhor assimilação.

Esses aspectos trabalham em conjunto para reunir conceitos teóricos ao desenvolvimento das competências pessoais que o aluno precisa desenvolver.

Dicas para implementar a cultura de treinamento 

Colaboradores mais capacitados são mais produtivos e autoconfiantes. Quando uma organização valoriza o aprimoramento profissional dos colaboradores, o autodesenvolvimento se torna contagiante e a produtividade aumenta. 

As empresas que cultivam a cultura de treinamentos constantes proporcionam aos seus colaboradores a chance de crescer profissionalmente. E com isso  a equipe tende a se tornar mais produtiva e a desenvolver uma atitude bem mais positiva em relação ao trabalho e à empresa. 

Uma boa dica para a criação dessa cultura de treinamento na organização é utilizar os mais variados recursos sempre incentivando os colaboradores a se desenvolverem continuamente.

E o gestor de RH que está atento às possibilidades e soluções em treinamento e desenvolvimento pode identificar as mais variadas oportunidades de proporcionar uma cultura de aprimoramento profissional.

Conclusão 

O bom desempenho do treinamento começa pelo briefing e esta etapa é muito importante. Lembramos que é ele que vai orientar todo o treinamento e seus objetivos.

Um briefing mal elaborado traz mais problemas que soluções, isso para não falar no desperdício de recursos e tempo. Por isso, é fundamental saber fazer as perguntas certas. 

Veja neste Modelo de Briefing (clique aqui) todas as etapas e muitas sugestões de perguntas para montar seu próprio briefing.

Younder Edtech – Utilizamos metodologia educacional própria para treinamentos que contribuem para aumentar a eficiência, a segurança do trabalho e a fortalecer a cultura empresarial.

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments