Artigos

Capacitação – O melhor investimento

Tenho visto muitas empresas cortarem gastos, reduzirem custos e buscarem formas alternativas para enfrentarem, da melhor forma possível, o atual cenário econômico que o país atravessa.

De todas as medidas, contudo, a capacitação profissional dos colaboradores é a principal ferramenta para superação das dificuldades atuais e que deve ser mantida, valorizada e sempre implementada.

Isto porque um profissional bem treinado, ciente e consciente de suas funções, atribuições e responsabilidades executa suas tarefas com maestria, em menor tempo, com maior produtividade e acerto, valorizando não só seu local de trabalho, a empresa, como toda a sociedade. Além disso, contagia seus companheiros que passam a executar suas tarefas com maior zelo e afinco, aumentando, consequentemente, a produtividade e alcançando as metas e objetivos traçados, o que maximiza o faturamento.

Uma empresa que investe em seu pessoal está, sem sombra de dúvidas, fazendo a melhor e mais rentável aplicação a curto, médio e longo prazo. O empresariado brasileiro está cada vez mais atento à importância da capacitação de seus colaboradores, contudo o investimento na área é ainda muito tímido. De acordo com pesquisas realizadas pelo setor de treinamento e capacitação, as empresas brasileiras investem cerca de R$ 518,00 (quinhentos e dezoito reais) anuais na capacitação de cada funcionário, ao passo que as empresas americanas investem em média U$ 1.200,00 (mil e duzentos dólares) em treinamentos para cada funcionário ao ano. As pesquisas revelam, também, que os funcionários de empresas brasileiras recebem apenas 16 horas de treinamento corporativo por ano, o que é quase metade do que é oferecido em empresas dos Estados Unidos.

Um empregador que investe em seu pessoal além de maximizar seus resultados, demonstra aos colaboradores que eles são de vital importância para a instituição, fazendo com que se sintam valorizados e isso faz com que trabalhem com mais empenho e dedicação.

Por outro lado, um profissional mal preparado além de não atingir os objetivos e metas, não produz o que dele se espera, influência negativamente todo o ambiente profissional e contamina os demais, o que gera custos e diminui os lucros.

No mundo corporativo, em todas as áreas de atuação, os profissionais são exigidos cada vez mais, tanto no que se refere ao completo domínio de sua área de atuação, como em relação a competências relativas ao desenvolvimento de todas as atividades, em todos os níveis hierárquicos, tais como administração do tempo, comunicação, negociação, assertividade, liderança, técnicas de apresentação,

Um colaborador que busca aprimorar seus conhecimentos demonstra interesse em seu crescimento profissional e pessoal, passando a ser visto no mercado de trabalho como alguém que busca o crescimento e pode colaborar decisivamente no crescimento dos negócios de seu empregador.

Enfim, mesmo diante do atual quadro econômico que enfrentamos, a capacitação profissional continua sendo o melhor investimento, quer para os empregadores quanto para os trabalhadores.

Por: Rogério Silveira De Lima

Perito Judicial Contador Advogado Consultor Instrutor Palestrante

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of