Artigos

“CHEFE A MODA ANTIGA”

Há muitos gerentes com métodos arcaicos que fazem da agressividade sua principal ferramenta de trabalho. Esse mal atinge tanto as grandes quanto as pequenas empresas. Tais gerentes acabam provocando perdas para a empresa em que trabalham.
Certos chefes pensam que o fator produtividade aumenta desde que eles estejam permanentemente de cara feia, sejam centralizados e hiperativos. E muitos desses chefes carrancudos e que adotam métodos gerenciais arcaicos, adquiriram o péssimo hábito de berrar com os seus colaboradores. Nessa confraria é muito fácil encontrarmos aqueles que também dão murros sobre a mesa como uma maneira de dizer “eu sou o chefe”.
O despreparo dessas chefias no contato humano e no exercício da liderança básica ainda é gritante no contexto organizacional. De fato, muitos,chefes possuem até um bom preparo técnico operacional, mas têm-se revelado verdadeiros carrascos nas relaçõesinterpessoais e completamente inaptos como líderes, mesmo em nível mediano.
Não é à toa, pois, que muitas empresas estão fazendo uma criteriosa avaliação das chefias e dos seus métodos de trabalho, especialmente nos dias atuais, quando já se descobriu a força da “Administração Perticipativa”. Onde cada colaboador é valorizado como pessoa e como profissional.

Professor Reinaldo do Carmo de Souza, professor da disciplina Desenvolvimento Humano – UNIC- Universidade de Cuiabá-MT

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of