Artigos

Clima Organizacional

O Clima Organizacional constitui o meio Interno de uma Organização, a atmosfera psicológica e característica que existe em cada organização; é o ambiente humano dentro do quais as pessoas de uma organização executam seu trabalho. O clima pode se referir ao ambiente dentro de um departamento, de uma fábrica ou de uma empresa inteira.

O termo clima organizacional refere – se especificamente as propriedades motivacionais do ambiente interno de uma organização, ou seja, aos aspectos internos da organização que levam à provocação de diferentes espécies de motivação nos seus participantes.

Constitui a qualidade ou propriedade do ambiente organizacional que é percebida ou experimentada pelos participantes da empresa e que influencia o seu comportamento, assim, o clima organizacional é favorável quando proporciona satisfação das necessidades pessoais dos participantes, produzindo elevação do moral interno, e é desfavorável quando proporciona frustração daquelas necessidades.

Nova call to action

Devido ao clima organizacional, algumas empresas são quentes e dinâmicas; outras são frias e impessoais, Outras, ainda, é neutra e apática, A dificuldade na sua conceituação reside no fato de que o clima é percebido de diferentes maneiras pelos diferentes indivíduos. Algumas pessoas são mais sensíveis que outras quanto à percepção do clima corporativo, é muito subjetivo.

Este depende das condições econômicas da empresa, da estrutura organizacional, da cultura organizacional, das oportunidades de participação pessoal, do significado do trabalho, da escolha da equipe, do preparo e treinamento da equipe, do estilo de liderança, da avaliação e remuneração da equipe etc.

Tais fatores determinantes do clima organizacional (variáveis de entrada do sistema) influenciam a motivação das pessoas, provocando diferentes níveis de satisfação, de produtividade e de estímulos (variáveis dependentes), que produzem o resultado final, em termos de eficiência.

As variáveis dependentes constituem o clima organizacional da empresa, as de entrada influenciam as variáveis dependentes e estas conduzem a resultados. Se as variáveis de entrada produzirem influência positiva nas variáveis dependentes (maior motivação e satisfação das pessoas) maior será a produtividade, a eficiência e eficácia no trabalho, Quanto maior a influência positiva melhor o clima organizacional e mais elevadas a eficiência negativa nas variáveis dependentes (menor motivação das pessoas,menor estimulação, menor satisfação), menores serão a produtividade, e a eficácia no trabalho.

O certo é que boa parte das variáveis de entrada depende de condições organizacionais (como condições econômicas, estrutura organizacional e cultura organizacional). Porém, boa parte delas depende exclusivamente do gestor (como condições de participação das pessoas, significado dado ao trabalho, estilo de liderança, escolha, preparo, avaliação e remuneração da equipe). E é nesse ponto que o executivo pode atuar ativamente.

O clima organizacional varia ao longo de um continuum que vai desde um clima favorável e saudável até um clima desfavorável e negativo. Entre esses dois extremos existe um ponto intermediário que é o clima neutro.

O importante, porém, é salientar que o gestor pode não ter muitas condições pessoais de intervir e de modificar a cultura organizacional da sua entidade.

Todavia, quase sempre ele tem plenas condições de alterar e melhorara o clima organizacional do seu departamento ou da sua equipe de trabalho, seja intervindo nos elementos que o compõem, seja atuando nas variáveis de entrada que influenciam as variáveis dependentes que produzem resultados na organização.

Muitas entidades se preocupam em medir periodicamente o clima organizacional, Existem tipos de pesquisa que procuram avaliar certo número de elementos do clima por meio de pontuações.

http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/clima-organizacional/43217/

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of