Artigos

Clima Organizacional A Importância Das Pessoas.

Com o passar dos anos se descobriu que pessoas são capazes de gerar mudanças, riquezas e valor. Os estrategistas e profissionais em desenvolvimento perceberam que as pessoas são a chave para criar estratégias inovadoras. A tecnologia é uma grande aliada das instituições e embora hoje as máquinas realizem atividades que o homem não teria condições de desempenhar em termos de eficiência e eficácia não pode desempenhar atividades relacionadas ao lado humano, ou seja, existem coisas que só uma pessoa é capaz de fazer bem, incluindo programar, desenvolver orientar e criar uma tecnologia.
As pessoas constituem o capital humano da organização. Esse capital pode valer mais ou valer menos na medida em que contenha talentos e competências capazes de agregar valor a organização e torná-la mais ágil e competitiva. Mas lado a lado o colaborador tem que se sentir seguro e inserido em um ambiente saudável que não deixe de ser corporativo, Portanto o primeiro passo para o desenvolvimento do Capital Humano e trabalhar no clima organizacional.
As pessoas podem ampliar ou limitar as forças e fraquezas de uma organização, dependendo da maneira como elas são tratadas. Para que os objetivos da Gestão de Pessoas sejam alcançados, é necessário que os gerentes tratem as pessoas como elementos básicos para a eficácia organizacional. (CHIAVENATO, 1999, p. 9).
A definição mais usada de Clima Organizacional é a de um conjunto de propriedades mensuráveis do ambiente de trabalho percebido, direta ou indiretamente pelos indivíduos que vivem e trabalham neste ambiente e que influencia a motivação e o comportamento dessas pessoas. É o indicador de satisfação dos membros de uma empresa, em relação a diferentes aspectos da cultura ou realidade da organização, tais como: políticas de RH, modelo de gestão, processo de comunicação, valorização profissional e identificação com a empresa.
Concluímos assim que o maior avanço para uma organização e cuidar da sua saúde mental, criar conceitos que agreguem e interpretem a intenção da organização, transformar esses conceitos em atitudes e processos, criando um clima organizacional saudável e com isso garantir o desenvolvimento do capital intelectual que por sua vez garantira o desenvolvimento da organização.
Fonte:Chiavenato, Idalberto. Gestão de Pessoas; O Novo Papel dos Recursos Humanos nas Organizações. Rio de Janeiro. Ed. Campus, 1999
Chiavenato, Idalberto. Gerenciando com as Pessoas. Ed. Campus, 2005.
Autor: Felipe Goulart
Analista de Recursos Humanos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of