logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Gestão de Pessoas > Clube RH Portal: conheça o evento e descubra tudo o que rolou

Sumário

Clube RH Portal: conheça o evento e descubra tudo o que rolou

clube rh portal

Um dos eventos mais tradicionais sobre Recursos Humanos está de volta! Após um breve recesso em decorrência da pandemia, retomamos o Clube RH Portal. A 73ª edição foi presencial, reunindo nomes importantes do setor. E o melhor: o encontro aconteceu em Belo Horizonte, cidade ‘casa’ da Sólides! 

Em destaque, tivemos Mônica Hauck, CEO e cofundadora da Sólides, David Ledson (CSO) e Távira Magalhães (CHRO), ambos também da Sólides, além de Camila Rocha, Head do RH Portal. 

Foi um super encontro para a comunidade de Gestão de Pessoas e Departamento Pessoal. Os participantes tiveram uma oportunidade incrível para empreendedores, lideranças e profissionais da área ampliarem seus conhecimentos sobre conteúdo e gestão na prática. 

Assim, o Clube RH Portal proporcionou atualização, inovação e networking sobre o fascinante universo do RH!  Confira um resumo do que rolou no evento!

Camila Rocha, Head do RH Portal

Camila deu as boas-vindas aos participantes e apresentou o RH Portal, maior plataforma sobre novidades e tendências voltadas ao universo do RH. A profissional contou sobre como surgiu o site e como ele se projetou na produção de conteúdo relevante, de qualidade e com credibilidade desde a sua criação, em 2008. A head é também responsável pelas iniciativas de educação na Sólides. 

“O RH Portal se consagrou como o maior portal colaborativo de RH da América Latina. Somos uma comunidade formada por mais de 400 mil pessoas que interagem mensalmente em prol do desenvolvimento da gestão de pessoas. E isso é muito incrível!”, destacou Camila. 

A mediadora dos trabalhos ainda apresentou a nova marca do RH Portal, construída com carinho e cuidado, mostrando tudo o que o site viveu até agora. 

curso para reter colaboradores

Távira Magalhães, CHRO da Sólides

Ao se apresentar, Távira Magalhães destacou a importância de retomar os encontros presenciais. Especialmente para a construção de uma comunidade ainda mais robusta, com espaço para a discussão de boas práticas para o setor. 

Como diretora de pessoas e cultura na Sólides, Távira falou sobre a importância de compartilhar os aprendizados, mas também os erros. Para ela, as “trocas” são fundamentais. 

“Estamos aqui para aprender, mas também para trocar, dividir o que está dando certo. Isso porque, às vezes, o que está funcionando em algum lugar ajuda a cortar caminho. Aprendemos muito quando compartilhamos”, enfatizou Távira. 

David Ledson (CSO) 

David falou sobre a trajetória profissional, desde o início, atuando em Departamento Pessoal com sistemas limitados, até o estágio atual e todas as facilidades que a tecnologia proporciona.

“Ainda bem que a gente evolui. Hoje, a preocupação das organizações com as pessoas é uma realidade. É o que a Sólides faz: ajudamos vocês a terem melhores processos e ferramentas para gerar resultado por meio das pessoas, com qualidade de vida e percepção de valor”. 

Mônica Hauck, CEO da Sólides e do RH Portal

A fundadora da Sólides contou como a empresa começou, desde os protótipos para análise de perfil comportamental até sua utilização com as pessoas. Questionamentos sobre quem vai usar a tecnologia da análise de perfil e como ela vai utilizar esse recurso deram a base para a criação do RH Portal e do Profiler. 

“A minha relação é com a tecnologia. Mas foi ao conhecer melhor essa comunidade que eu me apaixonei por vocês. Concluí que eu precisava focar, precisava interagir com os profissionais de RH, tinha que ouvir vocês. Ele representa o canal que temos para nos aproximar desse público”, assinalou Mônica. 

Expectativas do profissional de RH no Clube RH Portal

O foco seguinte foi entender o que os profissionais da área esperam do futuro, quais são suas demandas e quais devem ser suas entregas. Como protagonista, o questionamento tratou sobre o papel do RH nas empresas. 

Távira Magalhães ponderou que o sucesso do setor de Recursos Humanos é o sucesso das lideranças, uma vez que elas são os clientes primários da organização. “O nosso papel não é o holofote. É fazer acontecer. É fazer com que os líderes sejam verdadeiros gestores de pessoas”. 

Para alcançar isso, Távira defende que a área precisa de métricas e fórmulas objetivas. “As pessoas precisam entregar os resultados e o nosso papel, como RH, é fazer com que elas consigam os resultados de uma forma leve, não pode ser pesado”, concluiu. 

Mônica trouxe uma visão macro para a questão. Como CEO, a executiva explicou que a tendência (para o Brasil e para todos os países) é: o dinheiro vai ficar mais caro. Significa que as empresas terão dificuldade de continuar capitalizadas. E isso gera um efeito prático no RH: fazer mais com menos. 

“Todas as previsões apontam para um ano onde a economia não vai voar. Óbvio que haverá crescimento, mas com o dinheiro mais caro, conseguir recursos para fazer o negócio rodar pode ficar mais difícil. E qual é o papel do RH? Ele deve estar mais próximo do negócio”, explicou a CEO. 

Para Mônica, o RH deve estar ao lado do CEO, tomando decisões. “Não há como falar de estratégia sem falar de gente, sem pensar em folha de pagamento. Nós não fazemos nada sem gerenciar bem os recursos”. 

A gestora defende que o desafio do RH é ter o foco na eficiência, ser um parceiro de negócio para que as empresas melhorem a performance. 

David Ledson apontou que o profissional de RH passou de coadjuvante a protagonista. Ainda, lançou questionamentos: quantos CEOs vieram do RH? Por que a cadeira mais importante em uma empresa não é ocupada por um profissional de Recursos Humanos?

O colaborador da Sólides afirma que é necessário confrontar o que está estabelecido para entender as razões, destacando que ampliar os conhecimentos pode ser o caminho. “Por que não desenvolvemos habilidades que possibilitem ampliar o leque de atuação? Assim, poderemos ser percebidos como um agente estratégico do negócio”, apontou David. 

Como fazer gestão de pessoas?

O comportamento do mercado de trabalho mudou, mas existem muitas “regras” — muitas delas impostas pelo mercado — para a conduta do RH. A discussão tratou sobre maneiras de fazer e desenvolver processos essenciais no setor

Távira destacou que a contratação errada, do candidato sem fit cultural, resulta em uma sucessão de erros, tanto nas entregas quanto nas promoções, por exemplo. “Precisamos investir um tempo para entender o perfil da vaga e o perfil de quem estamos contratando”. Isso passa por boas práticas, como ter um job description bem definido para a função mostrando o que a empresa precisa. Assim, a contratação será mais efetiva. 

Para Mônica, as práticas são meios para atingir o objetivo. “E não existe certo ou errado. A gente tem que fazer aquilo que conseguimos fazer da forma mais simples e sustentável ao longo do tempo”. A CEO destacou que a boa prática de RH é aquela possível de ser executada com eficiência e de maneira consistente. 

Relação ‘investimento no colaborador versus performance e entrega’

A CEO da Sólides aposta na estabilidade dessa relação. Mônica explica que gestão de pessoas precisa de equilíbrio. “Em algum momento, durante a pandemia, criou-se uma ideia de que performance prejudica a saúde mental. E eu discordo, pois, a gestão de performance bem-feita é aquela que deixa as expectativas claras, cria um canal direto sobre o que é esperado das pessoas e melhora a comunicação”, afirmou Mônica. 

“A forma como é feita a comunicação ou serve para a pessoa florescer e crescer ou para o indivíduo adoecer no trabalho”, ponderou a CEO. Nesse sentido, ela aponta que a construção de uma empresa sustentável é que vai possibilitar o bem-estar das pessoas. 

Espaço para questionamentos dos participantes no clube RH Portal

Ao final do encontro, os participantes tiveram a oportunidade de fazer perguntas sobre questões práticas do cotidiano. Os especialistas tiraram dúvidas e mostraram caminhos baseados na experiência que acumulam em suas trajetórias profissionais.

Ademais, questões sobre o relacionamento do RH com as lideranças, planejamento estratégico e desafios da área, como rotatividade, desligamentos, treinamentos, contrações, avaliação de desempenho e de clima foram citados pela plateia. 

Mônica Hauck, Távira Magalhães e David Ledson responderam às dúvidas utilizando toda a expertise acumulada durante anos. Conhecimentos valiosos que generosamente compartilharam com a audiência da 73ª edição do Clube do RH Portal. 

Conheça o 9Box Cultural e descubra tudo o que ele pode fazer pela sua empresa. Fale com um especialista.

9BOX

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Camila Rocha, é uma profissional experiente em publicidade. Com formação pela Fumec, ela coordena atualmente a BU de Educação na Sólides Tecnologia, onde trabalha há 6 anos. Sua expertise em liderança e estratégias de educação corporativa tem sido fundamental para impulsionar o crescimento e o desenvolvimento dos colaboradores.
Assine a nossa Newsletter