Artigos

Como realizar o controle de ponto dos funcionários?

A necessidade do controle de ponto foi percebida há muitos anos atrás. Há quem diga que os primeiros relatos sobre o registro da jornada de trabalho vieram da França, na época de Napoleão.

Nesse período, a marcação da jornada era feita por um profissional responsável por observar os horários dos demais. Passado um tempo, essa marcação passou a ser realizada pelos próprios funcionários através do conhecido livro de ponto.

Atualmente, o controle de ponto é de grande importância tanto para a empresa quanto para os colaboradores. A falta do registro ou a execução de maneira incorreta pode ocasionar, até mesmo, processos trabalhistas.

Nova call to action

O controle de ponto e a legislação trabalhista

Antes de apresentarmos os modelos, é importante reforçarmos que, pela legislação, o controle de ponto é obrigatório para estabelecimentos com mais de 20 colaboradores. É importante observar o perfil da empresa e número de funcionários, antes de decidir qual ferramenta utilizar.

Sendo assim, para garantir a segurança jurídica do seu negócio, é imprescindível utilizar de métodos confiáveis para esse controle. Com os registros de horas de cada funcionário em mãos, as chances de perda em processos trabalhistas caem consideravelmente.

Portanto, para evitar que sua empresa tenha problemas por conta disso, iremos te ajudar a entender e escolher o melhor método de controle de ponto.

Controle de ponto: relógio de ponto

O relógio de ponto é um dos métodos mais utilizados e conhecidos entre as empresas. É também uma das ferramentas mais seguras para o controle de ponto. O relógio de ponto conta com um software que armazena as informações e compartilha com o departamento de RH. Dessa maneira, além de registrar as jornadas dos funcionários, possibilita o acesso a elas em tempo real.

Há diversos modelos de relógios de ponto. Eles garantem que o registro dos funcionários seja realizado de forma segura e pessoal. Para assegurar a veracidade das informações registradas, os aparelhos contam com biometria, senhas e outras formas de identificação.

Os relógios de ponto devem seguir padrões estabelecidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e pelo INMETRO. Portanto, os aparelhos precisam responder exigências como a emissão de comprovantes aos colaboradores.

Controle de ponto on-line

Um método que tem ganhado espaço nas empresas é o controle de ponto on-line. Ideal para empresas que possuam colaboradores remotos, o controle de ponto on-line é realizado através de um software ou aplicativo. Dessa forma, pode ser instalado em smartphones, tablets ou notebooks autorizados.

Assim como o relógio digital, os softwares para controle de ponto on-line disponibilizam relatórios das jornadas em tempo real. Sendo assim, a equipe de RH possui um controle maior dos horários dos colaboradores.

Controle de ponto: relógio cartográfico

Essa ferramenta é um pouco mais antiga, mas, ainda assim, conhecida no meio empresarial. O registro é realizado de forma mecânica, através da impressão de cartões manuais de ponto.

É um método que se adapta melhor em empresas de pequeno porte e poucos funcionários. Por necessitar de um acompanhamento mais detalhado e demorado, sua utilização em empresas maiores sobrecarregaria a equipe de RH.

Esse tipo de relógio facilita fraudes, apesar de ser econômico. Por não ter nenhuma garantia de identificação dos funcionários, o preenchimento das horas pode ser realizado por um terceiro. Logo, esse método gera uma insegurança jurídica para empresa e, em casos de processos trabalhistas, as chances de perda são maiores.

Registro de ponto manual

Bastante conhecido, o registro manual é realizado pelo próprio colaborador, através de um livro ou cartão de ponto. Sendo assim, o funcionário preenche seus horários de entrada, saída e pausa manualmente.

É um método pouco utilizado atualmente, visto que toma uma boa parte do tempo da equipe do RH e dos demais colaboradores. Além disso, ele depende inteiramente da confiança do empregador com seus funcionários. Portanto, é uma ferramenta que, para o bom funcionamento, depende da boa conduta de cada colaborador.

Esperamos que tenha gostado. Ficou com alguma dúvida? Comente aqui embaixo que iremos ajudar a esclarecer com especialistas em controle de ponto.

Artigo escrito pela DATAPONTO, empresa de consultoria e venda de soluções para controle de ponto e controle de acesso. Conta com profissionais que atuam há quase 30 anos no mercado e possuem expertise nos mais variados métodos de registro de jornada de trabalho.

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments