Artigos

Como recompensar em tempos difíceis

Group of corporate people working on new project

Ao falar em reconhecer um profissional o primeiro e mais lógico benefício que se tem em mente é a promoção. Promover um funcionário gera a expectativa de um aumento significativo na remuneração, mas nem sempre isso é possível. A economia demonstra estar começando a reagir, mas ainda não está estabilizada e como fazer para motivar e reconhecer os colaboradores?

Os tempos de crise nos fazem “apertar os cintos” e cortar custos e despesas desnecessárias. Em um ambiente empresarial é um momento em que as lideranças buscam alternativas para otimizar seus processos e racionalizar as suas estruturas de trabalho. Ao tomar medidas austeras para corte de gastos, o clima organizacional fica comprometido e é acometido por uma onda de insegurança que cresce entre os colaboradores. Neste momento, a organização precisa contar com os melhores resultados dos seus funcionários, todos precisam estar comprometidos e focados na superação do momento difícil. A crise também permite que as lideranças enxerguem talentos até então desconhecidos.

A instabilidade da economia, o corte de gastos e a redução da equipe tornam o ambiente de trabalho mais tenso e desafiador. Para suprir posições extintas as jornadas se tornam mais pesadas, ou seja, um funcionário pode acumular tarefas de um ou até mais colaboradores. É comum alguns membros da equipe se destacarem mesmo sobrecarregados, pois fazem deste momento de crise uma oportunidade para apresentar seu talento. É necessário que as lideranças sejam acompanhadas pela área de recursos humanos com vistas a reconhecer os bons resultados gerados pelos colaboradores mais comprometidos em reverter o quadro negativo da organização.

O reconhecimento ao bom resultado de um funcionário não precisa ficar restrito ao aumento na remuneração. Os gestores em conjunto com a área de recursos humanos precisam ser criativos na hora de recompensar. Um aumento na remuneração que não seja tão representativo ao resultado apresentado por um colaborador pode até desmotivar, pois passa uma mensagem equivocada. Incentivar as ideias entre os funcionários independente do seu nível hierárquico gera bons frutos e deve ser estimulado pela lideranças, pois aqueles que estão diretamente ligados à operação é que tem mais chances de trazer modos diferentes de otimizar as rotinas. Reconhecer bons resultados publicamente, elogiar mais, envolver e comemorar com a equipe o atingimento de metas, conceder folgas, flexibilizar o horário de trabalho e presentear com livros e cursos de capacitação são algumas das alternativas não tão onerosas mas que geram efeitos muito positivos para a motivação e reconhecimento de funcionários.


Autor: Thais Fátima L. Oliveira
Consultora de Gestão e RH

Por: Thais Fátima L. Oliveira

Administradora de Empresas, Especialista em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas. Experiência generalista na área de recursos humanos, em consultoria e coordenação de equipe, recrutamento e seleção, cargos e salários, gestão de carreiras, desenvolvimento, mapeamento de competências e gestão do clima organizacional. Experiência na área de processos organizacionais, em consultoria e coordenação de projetos, diagnóstico organizacional, mapeamento e redesenho de processos, definição de indicadores, estrutura organizacional, definição e implementação de políticas. Forte atuação com estratégia de recursos humanos e reestruturação organizacional e de processos. Elaboração e gestão de projetos, palestras e treinamentos na área de Gestão e RH. Publicação de conteúdos sobre Gestão Organizacional |RH | Gestão de Pessoas | Motivação | Qualidade de Vida| Mentoring para @aespecialistagrh, Administradores.com.br e RH Portal.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of