Artigos

Competitividade, Treinamento E Frustração

Talvez a definição de competitividade mais aceita pelas organizações atualmente seja idêntica à de uma Olimpíada: chegar em primeiro. Pois chegar em primeiro significa vencer, ganhar o ouro.

Os profissionais de Recursos Humanos e os especialistas em T&D se esmeram na concepção e montagem de estratégias e programas que objetivam agregar conhecimentos, ensinar novas técnicas, mudar comportamentos. E os treinandos, em sua maioria, saem frustrados. Frustrados pela sensação de perda de tempo aqueles que possuíam boa parte das competências ensinadas; frustrados pela baixa assimilação aqueles cujo preparo estava aquém da média. No final das contas perdeu-se tempo com uns e com outros. E o tempo da empresa. E competitividade.

Você já pensou que estas diferenças de nível de conhecimento podem ser melhor gerenciadas em estratégias de treinamento?

Você já pensou que o perfil bem definido, mais homogêneo, de um grupo de treinandos poderia agilizar os resultados do treinamento e os da empresa?

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of