Artigos

Comunicação: A Ferramenta Fundamental Para O Líder.

Uma empresa é formada por pessoas.

Uma empresa líder é formada por pessoas que a tornaram líder e,
consequentemente, exercem grande influência sobre as demais pessoas, não só
na visão dos negócios, mas principalmente na canalização de esforços e
direcionamentos das atitudes para que objetivos sejam alcançados.

Entre as características principais que tornam uma pessoa líder, ou seja, a
capacidade de influenciar o comportamento humano, destacam-se:

– consciência da missão;
– capacidade de pensar grande e ser um visionário;
– capacidade de tomar decisões;
– capacidade de administrar mudanças;
– sensibilidade;
– flexibilidade.

Vivemos em uma época com novas regras, novos padrões que clamam por líderes,
que possam viver nesse ambiente de mudanças, ambigüidades e promover
criatividade, entusiasmo e inovação.

Uma das principais habilidades que formam um líder é a de se comunicar e se
relacionar com as pessoas, haja visto que um líder vende suas idéias,
influencia, motiva, conduz, incentiva, levanta o ânimo, representa o grupo,
define, compartilha, ouve, tem sensibilidade para perceber as diferenças
individuais, adequa-se ao contexto. Além disso é bem quisto, respeitado e
admirado.

Ora, estamos falando da capacidade do líder em se comunicar com os seus
liderados (lembre-se que para haver um líder é fundamental que haja
liderados), ou seja, outros seres humanos com seus objetivos pessoais, seus
medos e suas carências.

A habilidade de se comunicar é reflexo do seu poder pessoal de influenciar os
seus liderados.

A questão fundamental dessa reflexão é: Um líder é líder porque se
comunica, ou, o desenvolvimento da capacidade de comunicação que torna alguém
líder?

Conhecemos muitas pessoas com grande capacidade de comunicação, mas não são
líderes, todavia não conhecemos líderes que não saibam se comunicar.

Um das principais realizações que um líder pode ter, é ajudar as pessoas no
seu processo de mudanças e através da mudanças, vê-las prosperar e crescer.

Para exercer tal influência de até modificar a vida das pessoas, o líder deve
ter grande sensibilidade para perceber cada ser humano como verdadeiramente é,
inspirar confiança de forma a ter seguidores.

A pergunta mais importante: Podemos nos tornar líderes?

Algumas pessoas, através do seu estilo marcante e presença pessoal, não
precisam fazer absolutamente nenhum esforço. São notadas, carismáticas,
quando falam são ouvidas e respeitadas naturalmente, espontaneamente. Outras
precisam fazer um maior esforço, cuidar mais da aparência, exercitar a
empatia, reforçar a sua coragem e segurança, aprender a apresentar de forma
organizada e objetiva os seus pensamentos, em alguns casos mais específicos,
trabalhar a voz e a expressão corporal; melhorar a gramática e o vocabulário,
aprender a sorrir, ouvir, perceber detalhes das outras pessoas e, constantemente
aguçar sua sensibilidade e humildade para aprender.

Para isso, uma boa sugestão é observar como pensam e agem as pessoas que em
determinado contexto, exerceram papéis de liderança. Certamente nos
surpreenderemos com elas, pois não são pessoas extraordinárias, mas sim seres
humanos que tem sensibilidade, sentem medo, raiva, alegria e podem até se
sentir frustrados de vez em quando.

Proponho ainda uma reflexão através de algumas perguntas:

– Você se julga um líder?
– As pessoas (em determinado contexto) o/a reconhecem como líder?
– O que é necessário para ser um bom líder?

Sugiro que você reflita a respeito e desenvolva a sua comunicação, pois pode
haver um grande líder adormecido aí mesmo, dentro de você.

Reinaldo Passadori é
Professor de Comunicação Verbal há mais de vinte anos e conferencista dos
mais requisitados por empresas e entidades, é fundador e presidente do
Instituto Reinaldo Passadori, com sede em São Paulo. Já ministrou treinamentos
nesta área para mais de 24 mil pessoas, em mais de mil turmas, além de
personalidades e executivos em aulas individuais.
www.reinaldopassadori.com.br

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of