Artigos

ABRH realiza evento com foco na aproximação da comunidade de RH’s no noroeste do Paraná

comunidade de rh

Evento foi realizado em comemoração ao dia do profissional de Recursos Humanos e tratou de temas como mudança no mercado de trabalho e equilíbrio da área para a comunidade de RH

Em 3 de junho de 1976, nos Estados Unidos da América, a World Federation of People Management Associations (WFPMA), uma rede global de profissionais em gestão de pessoas, nasceu com o intuito de auxiliar o desenvolvimento e a eficiência da gestão de pessoas ao redor do mundo.

Nova call to action

Desde então, a data também configurou o em comemoração Dia do Profissional do RH. E para lembrar desse momento com importância, a ABRH (Associação Brasileira de Recurso Humanos) Noroeste e o Grupo DB1formado por empresas de tecnologia, promoveram um evento em celebração, mas também com a intenção de unir a comunidade de RH do noroeste paranaense.

O evento foi realizado em Maringá, local sede da ABRH Paraná e do Grupo DB1, e contou com a participação de cerca de 20 RHs da região. Além da intenção de aproximar a comunidade de RH local, também houve espaço para a troca de conhecimento e apresentação de soluções para a área.

Leia também: Gestão do conhecimento: o que é e como aplicar

O presidente da ABRH Norte e Noroeste, Jefferson Cardoso, abriu a sessão discursando sobre o trabalho desenvolvido na região. O discurso foi reforçado pelo Diretor de Gestão de Pessoas da DB1, Victor Cobo, que também comentou sobre a importância de investir na aproximação da comunidade de RHs, assim como, segundo ele, acontece bastante na área tech.

“No meio da tecnologia, entre os profissionais, é comum a troca de conhecimento. A comunidade é muito forte e isso faz com que os profissionais cresçam de forma acelerada. Entra júnior e em um ano já pode ser sênior, muito por essa troca e por não existir nada que não possa ser compartilhado. Já no meio do RH, isso não é verdade. As empresas ainda tem receio de dividir conhecimento”, complementa.

Além disso, o diretor, que vem da área de tecnologia e hoje atua nas duas frente, destaca que muito desse medo vem de abrir demais uma estratégia que possa ser uma concorrência futura. 

“Mas com isso, nós profissionais de RH estamos perdendo talentos para outros países. Quando se juntam, eles crescem de forma mais sustentável. Acredito que tem espaço para todo mundo. O profissional de RH também precisa ter essa forma e esse olhar”, finaliza o diretor.

Mudanças e transições

Logo em seguida, Pedro Ramos, diretor da ABRH de Portugal e diretor da Associação ABRH Europa, conversou com os convidados sobre as mudanças do mercado de trabalho e principalmente como essas mudanças impactam o trabalho do RH. “Temos um diferencial das outras áreas, pois somos gente que gostam de gente. Mas precisamos das pessoas para atingir as metas e resultados. As mudanças que estamos vivendo hoje foram precipitadas, ou antecipadas pelas transições que temos enfrentado”, disse.

Pedro também fez um paralelo da atuação do setor de gestão de pessoas pós-pandemia. De acordo com ele, os RHs provaram que mais digitalização trouxe mais humanização às empresas. “Hoje podemos falar de emoção dentro das empresas. Gerenciar emoções, as boas e as más, é muito importante para gerenciar as pessoas. RH não tem só colaboradores para gerenciar, tem seres humanos”, detalha.

As mudanças também não se resumiram as relações. Processos como planejamento, conforme o executivo, tiveram de ser repensados, pela “imprevisão” do futuro.

Assim como o nível competência, que passou de hard ou soft skills para power skills; e as valorizações, focadas em trabalho em equipe, inteligência emocional, flexibilidade cognitiva e a principal: generosidade

“Não faz sentido falar de conflitos de gerações dentro das empresas, porque precisamos de todas as pessoas. Não são mais as empresas que escolhem as pessoas. Hoje são as pessoas que escolhem as empresas. A grande missão é trabalhar as experiências dos colaboradores e como o meio corporativo consegue ser atraentes”, conclui Pedro.

Comunidade de RH: Recursos para gestão de pessoas

Na oportunidade, o presidente da ABRH Noroeste abriu espaço para as plataformas DUCZ e MIXTRA, patrocinadores do evento, discursarem sobre as ferramentas, hoje listadas como umas das soluções para a comunidade de RH.

Por parte do MIXTRA, por exemplo, a consultora comercial, Caroline Helmbrecht, apresentou o produto, que se trata de uma plataforma que agiliza a rotina da gestão de benefícios e de margem consignável de um colaborador. “Na prática, o software permite que a empresa ofereça ao funcionário diversas opções de crédito consignado e uma gestão unificada de plano de saúde, vale alimentação e refeição e entre outros. Uma plataforma multibancos e multibeneficios”, completa.

Já para o RH, ela frisa que a ideia é a plataforma poder cuidar dos processos e garantir uma excelente experiência para os colaboradores, além de oportunizar uma folha de pagamento automática, o que reduz em até 90% do tempo gasto no fechamento.

E com o DUCZ, Paula Prado, consultora da marca, apresentou a fintech como uma das soluções para empresas que buscam atrair e reter colaboradores, sem sobrecarregar o RH. Hoje, o produto responde como um cartão de benefícios flexíveis, que melhora a experiências dos colaboradores. “Estamos falando de uma plataforma que tem a missão de concentrar tudo em apenas uma solução. O produto tem integração com mais de 80 sistemas de folhas de pagamento e é 100% integrado com o sistema da empresa contratante”, detalha.

Aceito em mais de 2 milhões de estabelecimentos, e totalmente flexível, possui categorias disponíveis para usar em diversas situações da rotina do colaborador, sem custos tanto para os colaboradores quanto para as empresas. Com isso, a consultora lembra que o colaborador “pode dividir o valor do benefício concedido pela empresa para gastos com cultura, alimentação, home office, educação e muito mais”.

comunidade de rh

Café com RH

Por fim, foi a vez do Gilson Aguiar, âncora da CBN Maringá, lançar o programa Café com Pessoas (Café com RH), organizado pela ABRH. Com ele, o jornalista explica que se abre a possibilidade de debater “problemas e soluções sobre o sentido do trabalho, a carreira, a vida dos seres humanos dentro das empresas e na sociedade”.

Uma conversa aberta com os profissionais que lideram dentro das corporações, essa é a ideia. Gilson detalha que o Café com Pessoas é um evento feito não só para empresários, gestores ou profissionais do setor de RH, mas para todos que se interessam pelo ser humano. “Minha participação nisso é indagar e aprofundar sobre o sentido do trabalho, quem são as pessoas na vida profissional e como as empresas podem se transformar em um sentido ou rever suas relações para que o capital humano cresça em produtividade e se valorize”, frisa.

O encontro deve ocorrer de forma quinzenal, com temáticas ligadas à vida em sociedade e sua relação com a vida profissional. O local e horário para exibição e ou participação ainda será divulgado pela associação.

*Este conteúdo foi desenvolvido pela empresa parceira DB1 Group. 

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH