Artigos

Segundo dia do Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas: veja o que rolou!

 Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas

O Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas 2022, promovido pela ABRH-Brasil, continuou movimentado na terça-feira (19). A 48ª edição marcou a volta do evento presencial e levou milhares de pessoas ao espaço São Paulo Expo, na capital paulista. A expectativa dos organizadores é que 15 mil pessoas circulem por lá durante os três dias de CONARH. 

Como ocorreu no primeiro dia, nossas embaixadoras de conteúdo, Eliete Oliveira, Elissandra da Mata e Vitória Reis, vieram trazer um resumo do evento para os leitores do RH Portal. 

Nova call to action

Além de acompanhar os painéis e debates, as colunistas participaram da palestra com Mônica Hauck, realizada na Arena Gympass. A CEO da Sólides, HRTech líder no mercado, falou sobre o tema Tecnologia Humanizada a favor do crescimento do negócio – um estudo de caso.  Vamos ao que rolou no segundo dia de CONARH 2022? 

Eliete Oliveira

A primeira palestra do dia para Eliete Oliveira foi Grandes Mudanças: Ampliando Horizontes na Capacitação e Gestão de Pessoas. O painel instigou a colunista a pensar sobre as políticas de recrutamento e seleção. Inclusive para saber se vale a pena continuar com as mesmas perguntas que as empresas faziam no passado.

“Perguntar ao candidato sobre onde ele imagina estar nos próximos 5 anos não faz mais sentido. Afinal, sabemos que o tempo de permanência no mercado, atualmente, é de 2 anos e meio. Por isso, precisamos rever algumas políticas de R&S”. 

Sobre os novos formatos de contrato, Eliete destaca que as jornadas mudaram, uma vez que temos a jornada híbrida, o trabalho remoto, inclusive, muitos colaboradores estão fora da cidade sede e, até mesmo, do país. Nesse sentido, a consultora de carreira faz um questionamento:

“Vale a pena continuar com modelos de trabalho onde os gestores medem o tempo que o colaborador passa na empresa ou é mais interessante avaliar a performance desses profissionais?”

A palestra fez a colunista perceber as incongruências que ainda ocorrem no ambiente de trabalho. Na prática, a fala e a atitude, muitas vezes, não são coerentes. 

“Por exemplo, empresas que defendem valores como confiança e segurança psicológica, mas instalam câmeras no ambiente de trabalho para monitorar o colaborador. Não são atitudes compatíveis”. 

O painel LIDERANÇA: O impacto da liderança e o mundo BANI provocou Eliete Oliveira sobre as possibilidades de criação proporcionada pela automatização de processos. 

“O que ficou claro é: o grande desafio é acompanhar as mudanças tecnológicas. Nem sempre as empresas conseguem dar conta de tudo o que acontece. Tampouco qualificar pessoas para as exigências do mercado referentes às novas profissões, principalmente aquelas que exigem capacidades que antes não eram requeridas”. 

Vitória Reis

As palestras Bem-estar no trabalho importa: construindo uma cultura mentalmente saudável e Saúde 5.0: como transformar e democratizar as soluções de saúde corporativa abordaram programas de incentivo e qualidade de vida. Ao final do painel, Vitória confirmou que muitos funcionários não aproveitam esses benefícios.

“O que nos leva a pensar: essas ofertas são interessantes para o profissional? Nesse sentido, vale analisar se elas têm valor para o funcionário. Desse modo, a empresa consegue mapear as necessidades do colaborador e oferecer programas de incentivo à saúde que realmente façam a diferença para ele.” 

Sobre o painel Grandes Mudanças: Ampliando Horizontes na Capacitação e Gestão de Pessoas a colunista teve como insight a importância do RH no gerenciamento de pessoas. E como melhorar a performance para atingir resultados. 

Elissandra da Mata

Ao fim da palestra Como o People Analytics pode impactar na cultura organizacional e no desempenho das equipes, a colunista do RH Portal evidenciou aspectos referentes a essa metodologia. 

“Como seres humanos, nossa racionalidade é limitada, por exemplo, a maioria do que temos acesso no cotidiano são informações imperfeitas. Consideramos ainda a dificuldade do cérebro em fazer cruzamento de dados. Essas limitações justificam a importância de termos um auxílio externo para armazenamento, coleta e análise de dados, como propõe o People Analytics”. 

Durante o painel O caminho para uma Cultura de Felicidade e Sucesso, Elissandra destacou que a felicidade nas organizações é um processo, nem causa ou efeito.

“Não devemos apenas buscar momentos de alegria, e sim entender, interpretar e enfrentar a tristeza. O manejo desse sentimento é um componente para alcançarmos a felicidade”. 

Elissandra da Mata ainda trouxe dados relevantes coletados durante a palestra sobre cultura da felicidade e sucesso. 

“A depressão e o transtorno de ansiedade cresceram 30% nas empresas. A OMS prevê que até 2030 essas serão as doenças mais comuns no Brasil. Sendo que a maior causa da depressão estará ligada diretamente ao esgotamento profissional. Essas estatísticas reforçam a importância da nossa atuação como profissionais de RH”. 

Elissandra da Mata trouxe insights sobre uma tendência importante nas empresas, o Employer Experience, conhecido como a jornada do colaborador. 

“A maioria das organizações sabe da importância do employer experience, mas a minoria executa essa estratégia. 96% dos profissionais de RH afirmam ser importante, enquanto apenas 56% colocam em prática a jornada do colaborador. Devemos pensar sobre os motivos das empresas não investirem na prática”. 

Se você não pôde participar da abertura do CONARH na segunda-feira (18), confira os insights das nossas colunistas. Não deixe de saber como foi a participação da Sólides no primeiro dia do maior evento de RH do mundo. 

Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas

Spoiller exclusivo para os leitores do RH Portal

Sim, temos spoiller! Você que é assíduo das nossas redes pode saber que, na quarta-feira (20), as embaixadoras de conteúdo e colunistas do RH Portal vão palestrar no stand da Sólides. A programação está super interessante, com bate-papos de 15 minutos, vale a pena conferir:

  • 6 variáveis que não podem ficar de fora do seu diagnóstico organizacional, com Elissandra da Mata, do Instituto RH na Prática, às 12h;
  • Cultura Organizacional Tóxica: 6 sinais de alerta a serem observados, com Eliete Oliveira, às 14h15;
  • Comunicação Interna: a maior aliada do RH, com Vitória Reis, do Instagram Dicas do RH, às 15h45. 

Lembrando que o Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH) e a EXPO ABRH, feira paralela com mais de 180 estandes de grandes marcas, seguem até 20 de abril, das 10h às 21h. 

Participe do RH Portal no Telegram e acompanhe as nossas redes sociais. Visite também o stand da Sólides e concorra a prêmios.

conarh

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH