Artigos

Delicadeza, ForÇa E Talento

Há algum tempo atrás o discurso era que a sociedade brasileira tinha que se livrar do preconceito da mulher no mercado de trabalho.
Hoje apesar das pesquisas apontarem que a renda as trabalhadoras continua inferior a dos homens, as mulheres deram um salto de qualidade surpreendente principalmente nas ultimas 2 décadas.
Se analisarmos todas as pesquisas sobre a participação feminina por categorias profissionais as mulheres são minoria somente nas categorias “ tidas “ como essencialmente masculinas, como: Construção Civil, Metalurgia e Transportes por exemplo áreas que utilizam mão-de-obra braçal, mesmo assim podemos encontrar mesmo que timidamente a presença feminina nessas áreas.
Já em outras categorias profissionais elas já são maioria e já faz tempo, como por exemplo nas áreas: Educação, Saúde, dentre outras que podemos destacar como : Recursos Humanos, que é a área que pretendo abordar.
Particularmente acho que a mulher não tem que provar a sua competência à sociedade conservadora! Ela veio, ocupou seu espaço no mercado de trabalho, mostrou que é capaz tanto quanto os homens e isso é uma realidade.
O fato é que no mercado de trabalho de hoje, o que determina a competência de um profissional sendo “ele” ou “ela” é a capacidade de cada um, só que devemos considerar que em algumas áreas “eles” se sobressaem e em outras “elas” tem maiores habilidades.
Inúmeros são os exemplos de homens competentes e vencedores e de mulheres que venceram as barreiras do preconceito, superaram os obstáculos e alcançaram o auge na carreira, temos alguns exemplos brilhantes como: Ângela Merkel ( Chanceler Alemã ), Hillary Clinton ( Secretária de Estado Norte Americana ) e a nossa Presidenta Dilma Roussef, dentre tantas outras mulheres de destaque no mundo corporativo.
Na área de Recursos Humanos especificamente a presença feminina é muito maior que a masculina. As pesquisas indicam que elas são mais de 70% da equipes de RH, são: Diretoras de RH, Gestoras de RH, Analistas, Psicólogas Organizacionais, Assistentes Sociais, Coordenadoras e Supervisoras, com destaque nos subsistemas de RH como: Treinamento, Recrutamento e Seleção Benefícios, Serviço Social, onde a mão-de-obra nesses postos de trabalho é essencialmente feminina.
O perfil da mulher no RH é: Jovem, bonita, com boa formação acadêmica, muitas com Pós Graduação, MBA em alguns casos PhD em Gestão de Pessoas.
O fato é que diferentemente dos homens, não sou eu que estou dizendo, são as pesquisas que indicam: “elas” se preparam mais que “eles” quanto à formação e qualificação e tem tudo a ver com RH.
Trabalho como Consultor de RH e visito várias empresas e posso afirmar a que cada dia mais os Gestores de Pessoas são mulheres é um dado fácil de se comprovar.
Outro fator que me chamou a atenção: Recentemente foi criada a ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE GESTORES DE TALENTOS HUMANOS, a ANGETH com sede em SP e com Diretórios em vários Estados, que terá a eleição da sua Diretoria em Maio próximo.
Como era de se esperar a presença feminina no quadro de associados é de 80% e não me surpreenderia se tivermos na próxima eleição eleita uma Presidenta, o que acho positivo, visto que temos excelentes nomes com capacidade para o cargo.

No mundo corporativo de hoje, a área de Recursos Humanos é cada vez mais estratégica para que as empresas possam melhorar seu desempenho, resultados, metas, presença no mercado.

Embora estratégica e essencial, a área de Recursos Humanos, ou Talentos Humanos como costumo dizer é uma área muito sensível dentro das empresas.

Sensível porque? Porque lidamos com o ser humano, com as pessoas, a força de trabalho gerada pelo trabalhador ou trabalhadora.

As políticas de RH tem que ser bem definidas, de forma que os empregados sintam-se motivados a suar a camisa pela empresa e saber que há uma preocupação da empresa com o seu bem estar, sua saúde, sua qualificação, sua situação financeira.

As ações criadas pelo RH da empresa vão refletir diretamente no clima organizacional da empresa, positiva ou negativamente.

Muitas vezes, se requer: DELICADEZA: E isso a mulher se destaca, o espírito maternal, de solidariedade, de sensibilidade, sexto sentido feminino, no trato com o SER HUMANO é fundamental para se estabelecer harmonia e paz no ambiente de trabalho, as vezes a forma de se colocar para o outro faz toda a diferença.

Mas as vezes os momentos exigem: FORÇA: E isso a mulher também tem e bastante, foi se o tempo que classificávamos a mulher como “ frágil”, “chorona”, “ Insegura”. A mulher que foi a luta por ocupar seu espaço, aprendeu a lidar com as adversidades a enfrentar os problemas com sensatez, equilíbrio e segurança. E o interessante é que a mesma mulher que as vezes demonstra delicadeza é a mesma que demonstra firmeza diante de uma situação problema.

Mais não basta ter, delicadeza e força, o fundamental é o TALENTO, afinal como costumo dizer: “ O diferencial está no talento das pessoas “ Tem uma frase institucional da ABERT que gosto muito “ Nada substitui o Talento ! e é verdade!

E TALENTO as mulheres no RH também mostraram que tem bastante, há inúmeros “cases” de sucesso nos RHs espalhados pelo Brasil, elas se destacam em áreas como: Treinamento e Desenvolvimento, Recrutamento, Palestras, Coaching, nas políticas de Avaliação de Desempenho.

É lógicos que tem muitos homens de RH que se enquadram dentro desse perfil, reunindo essas 03 qualidades, não dá pra generalizar.

Esse tipo de postura pró-ativa tem ajudado a mudar e muito o respeito do profissional de Recursos Humanos no mercado de trabalho.

O RH nas empresas mudou e pra melhor! Principalmente em qualidade!

Nunca o profissional de RH foi tão valorizado e disputado, as empresas se conscientizaram que um RH forte, significa melhoria da qualidade na prestação de serviços, no aperfeiçoamento e capacitação do trabalhador, na melhoria de índices de produtividade e vendas.

E isso tem motivado muitos jovens a buscarem sua formação na área de RH e pra variar, a maioria mulheres…

Pois bem: Força e Talento tanto os homens como as mulheres que atuam em Recursos Humanos se equivalem, mais algo que é fundamental no trato com as pessoas, levamos uma certa desvantagem…. as vezes os momentos exigem DELICADEZA e isso é próprio da natureza feminina…

Parabéns aos profissionais de RH pelo Dia do Trabalho – 1º de Maio de 2013

Alexander Arieiv
Consultor em RH, Especialista em Gestão de Pessoas, Treinamento e Palestrante. È Coordenador Geral da Associação Nacional de Gestores de Talentos Humanos.

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of