logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Saúde e Segurança > Depressão, o mal do século

Sumário

Depressão, o mal do século

A depressão vem atingindo milhares de pessoas no mundo inteiro, sendo considerada como uma chaga social. Define-se como uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz alteração do humor caracterizada por tristeza profunda e forte sentimento de desesperança. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que até 2020, este distúrbio passará da quarta para a segunda colocada entre as principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo.

depressão

A depressão vem atingindo milhares de pessoas no mundo inteiro, sendo considerada como uma chaga social. Define-se como uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz alteração do humor caracterizada por tristeza profunda e forte sentimento de desesperança. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que este distúrbio passará da quarta para a segunda colocada entre as principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo.

Além disso, estima-se que 121 milhões de pessoas sofrem com esse distúrbio – 17 milhões apenas no Brasil. É de fácil constatação que este grande mal está crescendo em proporções devastadoras, deixando inúmeras sequelas. Essa doença não respeita faixa etária, sexo, condição social, raça, religião, profissão, etc.

Cabe ressaltar que a população mais atingida é mais jovem em grande escala. Vale apontar que a mesma acaba deteriorando a personalidade e a vida do indivíduo, fazendo com que a pessoa se torne em um ser humano improdutivo, triste e sem vida.

A depressão afeta a fisiologia do corpo humano, causando indisposição (cansaço), alto nível de ansiedade, diminuição da libido (desejo sexual), falta de memória, redução de concentração, alternâncias entre insônia e sono excessivo, aumento ou perda de apetite, pensamentos negativos destrutíveis e frequentes, isolamento social, dentre outros aspectos.

Cabe destacar que apesar de grandes avanços, ainda é bastante perceptível ver inúmeras consequências destruidoras para quem sofre desse distúrbio, como por exemplo: a pessoa acaba sendo afetada em todas suas áreas da sua vida, dentre elas – pessoal e profissional.

É válido destacar que existe um grande agravante para a depressão, muitas pessoas com estágio avançado perdem totalmente o prazer da vida e acaba cometendo o suicídio. Cresce cada vez mais as estatísticas, com milhares de casos de depressão profunda que acaba tornando o ser humano em um indivíduo alienado, improdutivo, sem qualidade de vida e também com pouca ou nenhuma perspectiva de uma vida promissora.

Por ser um distúrbio psicológico que tem grandes consequências para quem é acometido, vale mencionar que atualmente tem uma gama de soluções para este grande problema.

Como por exemplo: psicólogos e psiquiatras capacitados, antidepressivos eficazes, terapias eficientes, cultivar a espiritualidade e alimentar o amor próprio, práticas de esportes, uma boa e equilibrada alimentação, meditação. Além disso, há a prática de respiração consciente, yoga, acupuntura, equoterapia, fitoterapia, prática de danças, pilates, jardinagem, Reiki, arteterapia, musicoterapia, leitura de livros de autoajuda, cultivar amizades, campanhas de prevenção e combate, dentre outras alternativas.

Apesar de tantos pontos negativos, pode-se concluir que é comprovado que o tratamento é de fácil manejo quando é descoberto no início da depressão. Cabe mencionar que o diagnóstico deve ser feito por profissionais capacitados e que a família possa dar carinho e ajuda integral para que seu ente querido possa sair deste problema.

Mas também é válido pontuar que é necessário grande suporte de políticas públicas para tornar os benefícios do tratamento mais acessível à população mais carente e de todos que precisar de ajuda.

Como por exemplo, campanhas de prevenção eficazes que possa acolher, incluir e reintegrar as vítimas, ou seja, que possa fazer um diferencial na vida de quem sofre desse problema, transformando-os em pessoas produtivas e felizes.

Assim, é necessário e urgente a conscientização da população mundial, pois a mesma deve lutar contra este grande mal, pois é possível vencer este distúrbio. É válido mencionar que as pessoas estão se cuidando cada vez mais, procurando alternativas eficazes para a cura, pois é evidente perceber que há, portanto, uma luz no túnel.

Para que se possa lutar de forma assertiva, é necessário buscar alimentar cada vez mais a espiritualidade, buscar ajuda profissional e recorrer medidas e práticas alternativas para amenizar, combater e eliminar os efeitos colaterais deste mal, dentre outras formas.

Sendo assim, é preciso que o indivíduo acometido por esse distúrbio busque ajuda e que encontre forças interiores para superar e vencer este grande dilema. Vale lembrar que para que isso ocorra de fato é necessário que se tenha muita fé, coragem, garra e determinação.

Portanto, é possível vencer este grande obstáculo e adquirir resiliência, transformando-se em um indivíduo mais feliz, embora tenha passado por momentos traumáticos em sua vida.

Descubra sua missão de vida e viva intensamente todos os instantes da sua vida como se fosse seu último momento, então busque uma vida com propósitos ao seu alcance, encare positivamente seus desafios, obstáculos e dilemas, pois só você pode mudar sua realidade para melhor.

É hora de agir, o momento é o aqui e agora, lute e conquiste o mundo com toda suas forças. Não dê oportunidade ao negativismo, a inércia e alienação.

Viver feliz ainda é a melhor alternativa, então lute o quanto antes e conquiste sua felicidade, pois só você tem o poder de realizar seus sonhos, objetivos e desejos, pois você é muito maior que seus problemas, acredite nisso e seja feliz.

Lucília Santos – Master coach pelo Centro Channa Vasco de Desenvolvimento Humano e Formação Internacional em Professional e Self Coaching, Leader Coach, Analista Comportamental e Analista em 360º pelo IBC. Coautora do livro ” O sentido e a busca da felicidade” da Editora Conquista-RJ. Graduada em Pedagogia e em Psicopedagogia aplicada à Educação. Graduanda em Coaching e Mentoring e pós-graduanda em MBA em Liderança e Coaching. Especialista: Neuropsicologia, Psicopedagogia Clínica, Empresarial, Institucional e Hospitalar, MBA em Gestão de Recursos Humanos e em Neuropsicopedagogia Clínica.

 

dia da consciência negra

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Lucília Santos – Formação Internacional em Professional e Self Coaching, Leader Coach, Analista Comportamental e Analista em 360º pelo IBC. Graduada em Pedagogia e em Psicopedagogia aplicada à Educação. Especialista: Neuropsicologia, Psicopedagogia Clínica, Institucional e Hospitalar, MBA em Gestão de Recursos Humanos e em Neuropsicopedagogia Clínica. Professora na Educação Básica e Ensino Superior. Atua como coach, professora, palestrante e escritora.
Assine a nossa Newsletter