Artigos

Depressão, o mal do século

depressão

A depressão vem atingindo milhares de pessoas no mundo inteiro, sendo considerada como uma chaga social. Define-se como uma doença psiquiátrica crônica e recorrente que produz alteração do humor caracterizada por tristeza profunda e forte sentimento de desesperança. A Organização Mundial de Saúde (OMS) alerta que este distúrbio passará da quarta para a segunda colocada entre as principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo.

Além disso, estima-se que 121 milhões de pessoas sofrem com esse distúrbio – 17 milhões apenas no Brasil. É de fácil constatação que este grande mal está crescendo em proporções devastadoras, deixando inúmeras sequelas. Essa doença não respeita faixa etária, sexo, condição social, raça, religião, profissão, etc.

Nova call to action

Cabe ressaltar que a população mais atingida é mais jovem em grande escala. Vale apontar que a mesma acaba deteriorando a personalidade e a vida do indivíduo, fazendo com que a pessoa se torne em um ser humano improdutivo, triste e sem vida.

A depressão afeta a fisiologia do corpo humano, causando indisposição (cansaço), alto nível de ansiedade, diminuição da libido (desejo sexual), falta de memória, redução de concentração, alternâncias entre insônia e sono excessivo, aumento ou perda de apetite, pensamentos negativos destrutíveis e frequentes, isolamento social, dentre outros aspectos.

Cabe destacar que apesar de grandes avanços, ainda é bastante perceptível ver inúmeras consequências destruidoras para quem sofre desse distúrbio, como por exemplo: a pessoa acaba sendo afetada em todas suas áreas da sua vida, dentre elas – pessoal e profissional.

É válido destacar que existe um grande agravante para a depressão, muitas pessoas com estágio avançado perdem totalmente o prazer da vida e acaba cometendo o suicídio. Cresce cada vez mais as estatísticas, com milhares de casos de depressão profunda que acaba tornando o ser humano em um indivíduo alienado, improdutivo, sem qualidade de vida e também com pouca ou nenhuma perspectiva de uma vida promissora.

Por ser um distúrbio psicológico que tem grandes consequências para quem é acometido, vale mencionar que atualmente tem uma gama de soluções para este grande problema.

Como por exemplo: psicólogos e psiquiatras capacitados, antidepressivos eficazes, terapias eficientes, cultivar a espiritualidade e alimentar o amor próprio, práticas de esportes, uma boa e equilibrada alimentação, meditação. Além disso, há a prática de respiração consciente, yoga, acupuntura, equoterapia, fitoterapia, prática de danças, pilates, jardinagem, Reiki, arteterapia, musicoterapia, leitura de livros de autoajuda, cultivar amizades, campanhas de prevenção e combate, dentre outras alternativas.

Apesar de tantos pontos negativos, pode-se concluir que é comprovado que o tratamento é de fácil manejo quando é descoberto no início da depressão. Cabe mencionar que o diagnóstico deve ser feito por profissionais capacitados e que a família possa dar carinho e ajuda integral para que seu ente querido possa sair deste problema.

Mas também é válido pontuar que é necessário grande suporte de políticas públicas para tornar os benefícios do tratamento mais acessível à população mais carente e de todos que precisar de ajuda.

Como por exemplo, campanhas de prevenção eficazes que possa acolher, incluir e reintegrar as vítimas, ou seja, que possa fazer um diferencial na vida de quem sofre desse problema, transformando-os em pessoas produtivas e felizes.

Assim, é necessário e urgente a conscientização da população mundial, pois a mesma deve lutar contra este grande mal, pois é possível vencer este distúrbio. É válido mencionar que as pessoas estão se cuidando cada vez mais, procurando alternativas eficazes para a cura, pois é evidente perceber que há, portanto, uma luz no túnel.

Para que se possa lutar de forma assertiva, é necessário buscar alimentar cada vez mais a espiritualidade, buscar ajuda profissional e recorrer medidas e práticas alternativas para amenizar, combater e eliminar os efeitos colaterais deste mal, dentre outras formas.

Sendo assim, é preciso que o indivíduo acometido por esse distúrbio busque ajuda e que encontre forças interiores para superar e vencer este grande dilema. Vale lembrar que para que isso ocorra de fato é necessário que se tenha muita fé, coragem, garra e determinação.

Portanto, é possível vencer este grande obstáculo e adquirir resiliência, transformando-se em um indivíduo mais feliz, embora tenha passado por momentos traumáticos em sua vida.

Descubra sua missão de vida e viva intensamente todos os instantes da sua vida como se fosse seu último momento, então busque uma vida com propósitos ao seu alcance, encare positivamente seus desafios, obstáculos e dilemas, pois só você pode mudar sua realidade para melhor.

É hora de agir, o momento é o aqui e agora, lute e conquiste o mundo com toda suas forças. Não dê oportunidade ao negativismo, a inércia e alienação.

Viver feliz ainda é a melhor alternativa, então lute o quanto antes e conquiste sua felicidade, pois só você tem o poder de realizar seus sonhos, objetivos e desejos, pois você é muito maior que seus problemas, acredite nisso e seja feliz.

Lucília Santos – Master coach pelo Centro Channa Vasco de Desenvolvimento Humano e Formação Internacional em Professional e Self Coaching, Leader Coach, Analista Comportamental e Analista em 360º pelo IBC. Coautora do livro ” O sentido e a busca da felicidade” da Editora Conquista-RJ. Graduada em Pedagogia e em Psicopedagogia aplicada à Educação. Graduanda em Coaching e Mentoring e pós-graduanda em MBA em Liderança e Coaching. Especialista: Neuropsicologia, Psicopedagogia Clínica, Empresarial, Institucional e Hospitalar, MBA em Gestão de Recursos Humanos e em Neuropsicopedagogia Clínica.

 

dia da consciência negra

0 0 votes
Article Rating

Newsletter

Receba notícias do RHPortal por email

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Margarette Andrade
Margarette Andrade
1 mês atrás

Amei seu artigo Lucília. Faz uma demonstração clara do que seja esse transtorno na vida de uma pessoa e dá as dicas necessárias para a cura. O apoio da família e dos amigos é imprescindível. Sua colocação sobre o amadurecimento espiritual vale a leitura!
Parabéns pelo artigo.

Equipe RH Portal
Editor
Equipe RH Portal(@erika-machado)
29 dias atrás

Muito obrigada pelo seu feedback, Margarette! 💜
Os comentários dos leitores fazem toda a diferença no nosso trabalho.
Que bom que você gostou do artigo.
Confira mais artigos sobre esse tema neste link.