Artigos

Deu No Jornal

Os entusiastas da moda mais recente hão de se contorcer em fúrias, mas deu no Estadão de 31 de dezembro de 2.000, Caderno de Economia, pg. B7, assinado por Peter Doyle, do jornal The Guardian: “Gurus gerenciais não levam a sorte em conta”. Como pano de fundo para o artigo, o autor cita o livro de Peters e Waterman, In Search of Excellence: das 40 empresas com maior sucesso, conforme as 12 regras de ouro da administração, definidas pelos autores, dois terços delas tinham ido à falência ou compradas por outros. Na legenda da foto de Peter Drucker, venerável pensador da Era Moderna, há a frase: “Durante décadas, o economista Peter Drucker apontou a combalida loja varejista britânica Marks & Spencer como a empresa mais bem administrada do mundo. Reunida a “equipe” desse RH POSITIVO, após intensos debates, por causa dos quais por pouco o veículo não emplacava o Terceiro Milênio, chegou-se a um torturado consenso de que: “uma pitadinha de senso crítico diante do endeusamento das empresas não é, exatamente, má idéia!” Os “milhões” de leitores desse RH POSITIVO, sem dúvida mais lúcidos que a “equipe” de Redação, precisam dizer o que pensam a respeito. DEU NA REVISTA CARTA CAPITAL! (Ano VII, no. 138, 20/12/2000) Tok & Stock, empresa vencedora no segmento de móveis e decoração, implantou Programa de Remuneração Variável, no qual os empregados recebem entre um e dois salários extras por ano pelos resultados obtidos. Bradesco, maior banco privado brasileiro, …sem se preocupar com os modismos que pregam que tudo que vem de fora é, necessariamente, melhor…tem postura de gestão e transparência…e um dos exemplos dessa postura…está relacionado à forma de gestão de agências e de recursos humanos. Pão de Açúcar, empresa com crescimento projetado para ser maior que a taxa do PIB brasileiro…os investimentos em treinamento têm proporcionado resultados sensíveis na captação dos recursos humanos no que se refere ao atendimento à clientela e à qualidade dos serviços prestados. ÊTA RH POSITIVO, O DESSAS EMPRESAS!!!! 

Benedito Milioni,
54 anos, é graduado em Sociologia e Administração de Empresas e, por vocação e escolha, um especialista em educação empresarial. Sua carreira começou em março de 1970, como instrutor substituto de programas de treinamento de pessoal de supervisão industrial.

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of