Artigos

Dinâmicas para serem execultadas em reuniões de CIPA

1 – Dinâmica – Reconhecendo o EPI com mímica

Os membros da CIPA/SESMT devem anotar diversos nomes de EPI’s que os funcionários utilizam no dia a dia, cada um em um pequeno pedaço de papel e colocar todos dobrados em alguma caixa.
A ideia desta dinâmica é separar os funcionários em grupo e um por vez, ir até o centro ou local de destaque e retirar um papel que contenha o nome de um EPI. Agora, o funcionário deverá fazer uma mímica sobre o EPI para que os membros do seu grupo descubram de qual EPI estamos tratando.
É interessante que os membros da CIPA/SESMT determinem um tempo para que o funcionário faça a mímica e o grupo descubra. Uma ideia é utilizar música para que a atividade seja mais divertida.
Outra ideia para melhorar a dinâmica, é que, assim que o grupo descobrir de qual EPI é a mímica, algum membro do grupo falar sobre a importância daquele EPI no dia a dia, ou até mesmo algum depoimento sobre como aquele EPI o ajudou ou alguma curiosidade sobre aquele EPI.
Esta dinâmica ajuda a todos a identificarem a importância que os Equipamentos de Proteção Individual têm para a saúde e segurança de todos.

2 – Dinâmica – Nosso dia a dia

Nesta dinâmica, os membros da CIPA/SESMT devem anotar perguntas fáceis relacionadas a SIPAT, saúde e segurança, em pequenos pedaços de papel separados e coloca-los em algum objeto que não abra com facilidade, ex: uma pequena caixa.
A empresa inclusive pode utilizar esta dinâmica para ressaltar sua missão, valores e procedimentos internos.
Uma ideia interessante para executar esta dinâmica é fazer uma grande roda entre os participantes e uma música animada de fundo. Os participantes irão passar a caixa uns para os outros, sem nenhuma ordem específica ao melhor estilo “batata quente”. Um membro da CIPA/SESMT interrompe a música e o funcionário que parou com a caixa na mão deverá abri-la e retirar um papel com a pergunta. Caso acerte a pergunta, ganha alguma lembrança (caneta, bombom, squeeze, chaveiro, etc). Caso não acerte, a comissão poderá determinar alguma atividade como “paga mico”, algo que não sobrecarregue fisicamente nenhum funcionário nem o expor a situação constrangedora.
Esta dinâmica serve muito para interagir com os funcionários e ressaltar procedimentos internos, bem como orientar sobre saúde e segurança.
3 – Dinâmica – O maior responsável pela segurança

Esta dinâmica para SIPAT é um pouco diferente das demais, porém, é uma das que mais marcam o evento.
Em pontos estratégicos da empresa, principalmente com grande volume de pessoas, coloque um espelho dentro de uma caixa que caiba o rosto de uma pessoa, e fixe esta caixa na parede. Em cima, coloque uma mensagem chamativa, ex: “Veja aqui o maior responsável pela segurança no trabalho” ou então, algum membro da CIPA/SESMT faz o convite para os funcionários. Quando o funcionário colocar o rosto na caixa verá seu próprio reflexo!
A empresa pode preparar algum material escrito ou mesmo algum membro da CIPA/SESMT que ficar ao lado das caixas pode ressaltar a importância da colaboração de todos no que se refere à segurança do trabalho. Por mais que a empresa faça investimentos em EPI’s e melhoras internas, de nada vale se os próprios funcionários não abraçarem a causa.
4 – Dinâmica – Minha maior qualidade
Esta dinâmica é indicada para criar uma interação maior entre os colaboradores da empresa. Diante da rotina do dia a dia é difícil valorizar nossas qualidades e a de nossos parceiros de trabalho.
Esta atividade funciona da seguinte forma: É preciso formar uma grande roda e dar aos participantes uma caneta ou lápis e um pedaço de papel e pedir a eles que escrevem uma qualidade própria que julgam ser a que mais se destaca. Após todos terem escrito, todos devem colocar em uma caixa e após misturar todas as anotações, pede se que todos tirem um papel, leia a qualidade que está escrito e rapidamente se dirija próximo à pessoa que acredita que tenha aquela qualidade escrita no papel. Um por um, irá falar qual a qualidade e por que escolheu a pessoa.
Esta dinâmica é bem sutil, mas tem o poder de motivar outras pessoas, pois como já citado, devido à pressão diária, esquecemo-nos das nossas principais qualidades. Se algum membro da CIPA/SESMT ou até mesmo de Recursos Humanos tiver facilidade em falar em público, pode ainda ressaltar a importância da qualidade mencionada no processo de segurança no trabalho.
5 – Dinâmica – O poder das palavras

Nesta dinâmica o objetivo é melhorar o entendimento sobre o poder que as palavras têm no dia a dia, principalmente no que se refere à saúde e segurança no trabalho.
Nesta atividade, todos os participantes devem receber uma folha de papel ou folha de revista. Quando todos tiverem com a folha, pede se que todos amassassem o máximo possível a folha. Quando todos amassarem, pede se então que, todos devem tentar deixar a folha exatamente como estava antes, o que é impossível.

Esta ação tem a habilidade de provocar uma reflexão no sentido que palavras que já foram ditas não podem mais serem excluídas, por isso o cuidado em relação ao tratamento de líderes e subordinados e mesmo entre os funcionários no dia a dia para que não sejam ríspidos e desrespeitosos uns com os outros.
Dando um sentido mais voltado a segurança no trabalho, pode se fazer uma analogia com alguma tarefa, como por exemplo, um pedido para não obstruir os extintores de incêndio. Se não cumprida esta tarefa, a empresa pode ser multada em uma possível fiscalização e o funcionário responsável por aquele setor foi advertido. Estes resultados poderiam não acontecer caso a instrução fosse compreendida e cumprida, pois mesmo deixando agora os extintores desobstruídos, a empresa já levou à multa e o funcionário a advertência.
O que torna uma dinâmica um sucesso?
Estas dinâmicas para SIPAT que foram apresentadas neste artigo são apenas algumas ideias de ações que a CIPA/SESMT pode realizar para proporcionar maior interação entre os participantes do evento e até mesmo ressaltar procedimentos internos.

A participação dos membros da organização da SIPAT, bem como a clareza nas instruções das tarefas a serem realizadas, irá garantir que os funcionários entendam a proposta das dinâmicas e entrem na “brincadeira”. Os líderes devem ser avisados com antecedência também para que possam de repente, dar ideias de necessidades dos setores e as dinâmicas irem de encontro com a proposta da SIPAT.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of