Artigos

Educar Com Amor

EDUCAR COM AMOR

“O principal objetivo da educação é criar pessoas capazes de fazer coisas novas e não simplesmente repetir o que as outras gerações fizeram.” Jean Piaget

É possível pensar numa educação sem ter medo de amar, educar com amor, com destreza, com leveza, com zelo. Educação é transformação, é sentir de dentro do coração a vontade de compartilhar o que se aprendeu, é repassar o conhecimento.
Educar é transmitir, é trazer a essência do que foi apreendido cognitivamente e lançar através da voz, da fala, o eco do aprendizado, da beleza das letras, da mistura de palavras que juntas traduzem numa simetria ordenada da nosso discurso, do que se apresenta, do aprendizado por excelência, da mais fina e grata realização de ensinar, com amor e prazer pelo que se faz e pelo que se tem por fazer na condição de mediador, de professor, de educador, não esquecendo do valor do que se faz, do respeito, da dignidade, da credibilidade, do carinho, de ser solidário para com o outro, de ser paciente diante do repassar o conhecimento.
Amor pelo que se faz é algo maravilhoso, educar é sentir em nosso coração, é entender e perceber que aqueles que estão vocacionados para o magistério vivem o brilho da satisfação, da maravilha e realização de transmitir o conhecimento e de ter a oportunidade de contribuir para a formação de mais um ser em busca do aprendizado.
É importante que nós na condição de educadores tenhamos a consciência de que o valor do que fazemos cabe a nós mesmos, nós temos que expressar o nosso amor por aquilo que fazemos, pela profissão que exercemos, como cita Werneck:
Quem deve amar, em primeiro lugar , a sua profissão, é você mesmo. Nenhuma outra pessoa deveria prezar tanto a sua profissão quanto você. Se não der prioridade a ela, outros poderão esquece-la e você levará a pior como profissional . Não espere pelos outros, faça acontecer. (1998, p.13)

Nova call to action

Pergunto a você na condição de educador, de mediador, de instrutor, de formador de consciência, você ama o que faz? Você se realiza pelo que faz? Ser professor te faz bem? Quais os desafios que você tem enfrentado, quantas vezes já pensou em desistir do teu oficio, você ama o que faz?
Como é gratificando para nós na condição de educadores termos na nossa trajetória de vida o crescimento intelectual de uma pessoa que tem a sede do conhecimento. É relevante saber que mais um ser humano ampliou a sua forma de contemplar o mundo, de compartilhar o mundo de uma forma especial, a partir deste momento da apropriação do conhecimento ele passa a ter uma visão critica da vida, da sua vida, das pessoas que o cercam do mundo que o constitui.
Educar com amor, com leveza, com beleza, com a grandeza de um pássaro que quer voar, voar, sair do seu ninho e explorar diante da sua liberdade uma nova forma de viver e contemplar a sua existência através de uma visão crítica, construtiva, inovadora.

Werneck, Hamilton, COMO VENCER NA VIDA SENDO PROFESSOR depende de você!, Petropolis, RJ : 6 ed. Editora Vozes, 1998

Prof. Julio di Paula

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of