Artigos

Empatia: a importância dessa prática nas empresas

Empatia

Um dos fatores que promovem um ambiente corporativo saudável, seja em um pequeno escritório ou no chão de fábrica de uma indústria de compressor parafuso, por exemplo, é o bom relacionamento entre os colaboradores. A habilidade de se relacionar está entre as competências mais buscadas por grandes corporações do mundo e ela tem tudo a ver com a empatia

Continue a leitura e entenda o que é empatia, a sua importância para as empresas e como desenvolvê-la nos ambientes de trabalho.

Nova call to action

O que é empatia?

Em linhas gerais, a empatia diz respeito ao comportamento de se colocar no lugar do outro. É ter a capacidade de entender o que a outra está passando e sentido em determinada situação.

Além disso, a empatia está intrinsecamente relacionada à atitude de não julgar o outro e tentar entender os motivos das suas ações, deixando que as suas emoções possam ser expressadas.

As características de uma pessoa empática envolvem a escuta ativa, que é não apenas ouvir o que o outro está dizendo, mas ouvir com atenção, ser paciente e fácil comunicação.

Qual a importância da empatia para as empresas?

A empatia nas empresas representa uma grande vantagem competitiva, pois ela contribui eficazmente com o aumento da capacidade produtiva, o que para empresas que lidam com produções em grande escala, como uma fábrica de chave de nível, por exemplo, é, sem dúvida, um benefício que impacta nos negócios.

Outra ganho para as organizações é a elevação do engajamento, isso significa ter funcionários mais participativos e envolvidos com as metas e objetivos da empresa. O resultado é a obtenção de mais resultados e, consequentemente, mais competitividade no mercado.

Ambientes corporativos em que há o desenvolvimento do comportamento empático, os colaboradores são mais leais. A consequência é a retenção de talentos.

Mais um grande benefício é o aumento das vendas. Por exemplo, se um colaborador exerce a empatia, ele vai compreender melhor as necessidades e anseios do cliente, portanto, vender um produto, como uma batedeira industrial ou serviço, será um processo mais efetivo. 

5 dicas para desenvolver a empatia nos ambientes corporativos

  1. Identifique pessoas com comportamento empático e as transformem em líderes: para disseminar a empatia nos locais de trabalho, uma medida estratégica é identificar as pessoas empáticas e torná-las líderes.

2. Estabeleça rodas de conversas: a empatia passa pela compreensão dos desejos e necessidades de cada indivíduo. Para conhecer as suas prioridades, nada melhor que promover conversas regulares entre os funcionários.

3. Crie uma rotina de feedbacks: em um ambiente de trabalho é importante dar feedbacks, não somente para elogiar e mostrar possibilidades de correção e desenvolvimento, mas também para promover a escuta ativa.

4. Promova treinamentos e palestras sobre saúde mental: a empatia é uma habilidade comportamental, no qual há necessidade de autoconhecimento. Por isso, faz toda a diferença a promoção da saúde mental no local de trabalho.

5. Desenvolva uma cultura de diversidade: um ambiente inclusivo, que tenha pessoas de diferentes idades, gêneros e raças, ajuda a promover o comportamento de aceitação das diferenças.

Esperamos que esse artigo tenha esclarecido as suas dúvidas sobre o assunto. Se gostou do conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais!

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments