Artigos

Emprendedorismo, Intraempreendedorismo, São Sua Missão De Vida?

A maioria das pessoas possuem na vida o desejo e o sentimento de realizar algo que deixe sua marca no mundo, querem ser úteis, além de superarem as adversidades da vida.

Quando você descobre o que lhe realiza, o que lhe motiva verdadeiramente, que faz você gerar forças para superar os obstáculos, onde você percebe que esta força possui um forte apelo emocional, que ela vem do coração e não apenas de um apelo racional em busca por exemplo de dinheiro e status, você terá encontrado sua missão de vida.

Como cada pessoa é um ser único na vida, no ambiente profissional isto também é uma verdade e percebemos que alguns se destacam no sentido de possuírem a habilidade de influenciar as demais pessoas e isto independe da escolaridade, status social ou posição hierárquica, ou seja, exercem uma liderança natural.

Embora as características de um empreendedor ou intraempreendedor possuam uma vertente inata, a boa notícia é que a maioria das pessoas podem desenvolver essas características e se tornarem empreendedores ou intraempreendedores, desde que tenham vontade para isto e o mais importante é que somente obterão sucesso se tiverem o sentimento verdadeiro de que esses perfis profissionais fazem parte das suas missões de vida.

O empreendedorismo vem sendo estudado e valorizado no mundo inteiro desde a década de 1940, onde em linhas gerais muitos associavam o empreendedorismo ao fato de uma pessoa se arriscar em criar uma empresa, o que na verdade não o torna um empreendedor, mas sim um empresário, que pode criar uma empresa similar à outras já existentes.

Numa concepção mais moderna, empreender significa inovar, ou seja, criar algo diferente e com valor percebido pelos seus clientes, onde o empreendedor assume riscos de natureza econômica, psicológica, ou mesmo social, além de investir seu tempo e criatividade em busca de soluções e recursos para transformar seus sonhos e ideias em realidade.

Fica claro que dentro do empreendedorismo também existem as características de saber ser um empresário, de forma que ambos os conceitos se complementam, auxiliando ao empreendedor obter o sucesso desejado.

Uma das características marcantes dos empreendedores é que essas pessoas estão sempre em busca de novos caminhos, novas soluções, pensam como se diz popularmente, “fora da caixa” e enxergam oportunidades de ajudar a sociedade onde a maioria das pessoas enxergam apenas problemas crônicos.

Em contrapartida existem profissionais que não possuem a necessidade de criar uma empresa para realizarem suas missões de vida, mas possuem características de realização similares as dos empreendedores, só que as aplicam dentro das empresas onde trabalham e via de regra estão em busca de colaborar com a empresa, obter reconhecimento por parte da organização, realizando-se profissionalmente e pessoalmente sem a necessidade de criarem e possuírem sua própria empresa.

Se você parar para pensar, logo perceberá o vasto campo de oportunidades que se abre para quem investir no seu desenvolvimento como intraempreendedor, pois as empresas criadas pelos empreendedores nascem e crescem a partir de um cenário de mercado daquele momento e precisam continuamente se reinventar para sobreviver principalmente atualmente onde o cenário dos negócios está altamente mutante, turbulento e competitivo, deixando claro que esses empreendedores necessitarão de pessoas com características intraempreendedoras e que pensem como se fossem os donos do negócio, podendo tornarem-se braços direito dos empreendedores.

É uma utopia acreditar que o mercado poderá ser formado apenas por empreendedores, pois inevitavelmente as empresas precisarão de funcionários e cada vez mais uma grande parcela destes deverão possuir características intraempreendedoras e os que não se enquadrarem nessas características como missão de vida, deverão se reciclar e se adequarem para atuarem como membros de equipes intraempreendedoras.

Os intraempreendedores ainda são profissionais raros dentro das organizações, principalmente no Brasil e como tal são profissionais altamente valorizados e desejados pelas empresas.

Assim, se você trabalha em uma organização e o intraempreendedorismo faz parte da sua missão de vida, invista no seu desenvolvimento como intraempreendedor o quanto antes e se você é um empreendedor – empresário, invista na identificação e desenvolvimento dos seus funcionários com potencial intraempreendedor.

Para identificar os intraempreendedores, o ideal é que a empresa também possua uma cultura intraempreendedora instalada, que crie condições para que esses profissionais surjam naturalmente, onde por suas características como paixão pelo que fazem, atenção voltada a novas ideias, aptidão a simular riscos, identificar oportunidades ocultas, logo se manifestarão de forma voluntária para solucionar desafios, propondo ideias e projetos de inovação que deverão então ser avaliadas pelos gestores e se demonstrarem ser viáveis, estes as apoiarão e lhes disponibilizarão os recursos necessários, bem como responsabilidades e negociarão os limites de autonomia.

Assim é importante você verificar se o perfil empreendedor ou intraempreendedor faz parte da sua missão de vida e tenha em mente que ambos podem ser aprendidos e desenvolvidos, pois estes não são apenas uma característica inata de algumas pessoas, são na verdade resultados de um hábito, de um estilo de vida.

Corra atrás dos seus sonhos, invista no seu desenvolvimento profissional, procure assessoria e cursos especializados e faça a diferença no mundo.

Herbert E. A. Silva

herbert.e.a.silva@uol.com.br

Por: Herbert E. A. Silva

Engenheiro Mecânico, inscrito no CREA, com aprofundamento acadêmico em Gestão Empresarial e, especialização em Master Coaching e Mentoring Internacional sob a abordagem da visão holística sistêmica, Palestrante, Consultor, Gestor Empresarial, mentalizador do projeto e curso de Desenvolvimento Avançado de Intraempreendedores Classe Mundial, Conselheiro Empresarial com ênfase em Melhoria Contínua dos Processos e pesquisador do Comportamento Humano em ambientes empresariais, tem mais de 30 anos de experiência profissional intraempreendedora, escreve sobre gestão empresarial, intraempreendedorismo, autodesenvolvimento, e como ser feliz de forma genuína.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of