Artigos

Empresa de tecnologia mobiliza campanha interna para doação de cestas básicas

empresa de tecnologia

Pelo terceiro ano consecutivo, o Grupo DB1, formado por empresas de tecnologia brasileiras com atuação na América Latina e Estados Unidos, lançou a campanha interna Cestou, mas dessa vez, 3.0. Com a ideia de engajar os colaboradores e ajudar a comunidade local, a ação tem como objetivo arrecadar cestas básicas para serem doadas a pessoas de comunidades carentes. O período de arrecadação na empresa de tecnologia resultou na coleta de 95 cestas básicas, pelo valor de R$ 5,7 mil doados.

O mote da campanha é movimentar a comunidade interna da empresa, em prol de uma causa benéfica. O valor arrecadado foi originado de doações direta dos colaboradores, além da venda de produtos específicos do Cestou 3.0, cujo o lucro é destinado à compra das cestas básicas.

Nova call to action

A ação é promovida pelo CORDS (Comitê de Responsabilidade e Desenvolvimento Socioambiental), que tem como propósito desenvolver e evoluir práticas de gestão da organização no aspecto socioambiental, envolvendo e engajando os colaboradores da empresa de tecnologia.

De acordo com a líder do comitê, Beatriz Nascimento Gonçalves Lemes, essa se trata da maior campanha do CORDS. E como ela funciona? Aproveitando as artes e imagens de divulgação utilizadas para promover a ação, o comitê monta uma espécie de loja interna, com base nos produtos que os próprios colaboradores internos têm intenção, como caneta, camisetas, chaveiros, moletons, canecas e entre outros, e é verificado o que mais tem custo-benefício.

“Nós escolhemos o local que receberá as doações de cesta básicas e o lugar para comprar os itens para pôr à venda, com base na indicação dos próprios colaboradores, e fazemos a ação para arrecadar. Então vendemos alguns itens com um preço maior (para ter lucro) e com esse lucro nós compramos os alimentos”, explica Beatriz.

Desde a primeira edição, a empresa Nigel tem sido parceria do projeto, promovendo valores de desconto conforme a quantidade de itens selecionados para compra, facilitando o lucro para investir nas doações.

 Na prática, o CORDS coordena a compra dos itens e estipula o valor de venda. Por exemplo, se o preço de custa de cada camiseta foi R$37, ela será vendida por R$ 54,90, ainda como detalha a líder. A diferença entre o preço real do produto e o valor pago pelo funcionário é o que será utilizado para a doação.

O pedido é feito depois que todos os colaboradores demonstraram interesse ou não nos produtos. Mas além de adquirir o produto, Beatriz lembra que o colaborador também pode doar livremente, comprando ou não os itens. Além disso, a cada dez cestas básicas, o Grupo DB1 doou uma.

“Nós sempre pensamos em atender ao todo. Se fizemos uma ação com crianças, então a próxima tentamos atender aos idosos ou famílias carentes, animais, porque senão fica somente em um grupo e não acaba sendo o coletivo que buscamos, pois nosso intuito é impactar a sociedade e promover o comunitário”, frisa a representante.

Leia também: Lições das ações sociais e sustentáveis nas empresas

satisfação profissional

Histórico da campanha na empresa de tecnologia

A primeira edição do Cestou foi realizada durante o início da pandemia da Covid-19, em 2020. A campanha levou até mesmo o nome de #CESTOUNAQUARENTENA. A ideia, segundo o CORDS, foi justamente mobilizar os colaboradores para ajudar na situação carente que algumas famílias foram enfrentando, conforme o avanço do coronavírus.

Nesse primeiro ano, inclusive, foram arrecadados R$ 5.017,92, com o engajamento de 101 colaboradores, sendo possível a compra de 132 cestas básicas. Já no ano passado o #CESTOU2.1 a arrecadação mínima de R$ 9.350 foi superada, chegando a R$ 10.101,54, convertidos em 132 cestas e 205 kg de alimentos avulsos. Em 2021, o número de funcionários participantes também aumentou, chegando a 172.

Veja mais

Além do CORDS, o Grupo DB1 possui diversos comitês e núcleos internos que cuidam de áreas como tecnologia da informação, inovação, ética, diversidade e parte técnica. Eles estão disponíveis para qualquer colaborador.

Hoje, a empresa de tecnologia tem mais de 30 vagas em aberto. Para se inscrever no processo seletivo, basta acessar a página de vagas.

Gostou da ação que realizamos? Aplicando essas ideias de endomarketing na sua empresa de tecnologia você conseguirá elevar o nível das suas campanhas internas, motivar e engajar os colaboradores e melhorar os resultados.

Endomarketing e comunicação

Sobre o DB1 Group

Sob o lema de ser luz na vida das pessoas, o DB1 Group se configura há 20 anos no mercado de tecnologia da informação, trabalhando nos ecossistemas de E-commerce, Fintechs e Transformação Digital. Formado por empresas sediadas em Maringá (PR), a nível Brasil, e com operações na América Latina e nos EUA (Estados Unidos da América), a função é oferecer serviços e soluções para empresas de médio e grande porte, por meio do desenvolvimento de softwares.

De duas décadas de trabalho, ao menos 12 anos, consecutivos, o grupo é marcado como uma das melhores companhias para se trabalhar, pela GPTW (Great Place to Work). A raiz firmada por pilares de culturas que vão de espírito de equipe a ser justo, fazer o certo e não se esconder, refletem no sonho de impactar e transformar o futuro de organizações e pessoas, além de impulsionar todos a encontrarem sua melhor versão no mundo. Ser uma empresa para durar gerações, essa é a DB1.

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH