Artigos

Equilíbrio Do Equilíbrio

Tudo, nada, nunca e sempre eu considero
palavras pesadas, da mesma forma que fica estranho colocar meio, talvez ou mais
ou menos em todas as frases. Muitas pessoas acreditam ser importantes ter equilíbrio
em tudo, mas vamos pensar como seria o equilíbrio do equilíbrio. Sou
desequilibrado para você? Se eu pegar um sonho, transformar em meta tem grandes
chances de atingi-lo, focando meus recursos e minhas forças nesta meta. Dedicação
e persistência são qualidades que me ajudam a realizar, e isso costuma trazer
muitos benefícios, que às vezes somente damos valor em momentos de crise ou
quando queremos ter algo para mostrar para outras pessoas. Pode ser que algum
imprevisto me impeça de realizar a meta, ou que depois de realizada eu descubra
que não era bem isto, mas de qualquer forma, toda esta experiência terá sido
muito importante para mim.

Neste mundo competitivo, fazer as coisas pela metade pode me causar muitas
perdas e danos. Trabalhar em algo que eu não gosto, por exemplo, me toma um
tempo enorme, esforço que beira o sacrifício, para obter um resultado medíocre
e quem sabe a minha disponibilidade no mercado de trabalho (desemprego).
Relacionar-me com alguém que eu não gosto pode causar mais brigas do que
alegrias, mais traições do que lealdade e mais obrigações do que prazeres.
Muito bem, se foco é bom, dispersão é sempre ruim? Claro que não, pois como
já dizia Eclesiastes, tudo tem o seu tempo, por exemplo, o momento de fazer várias
coisas ao mesmo tempo. E tornar-se obcecado pela meta, passando por cima de tudo
e todos, até de si mesmo, pior ainda…

Ser sério sem dúvida é muito importante, mas há também os momentos de ser
inconseqüente e relaxar um pouco, para que as preocupações não se tornem
neuroses. Ter uma fé aumenta a nossa qualidade de vida, se comparada à vida de
alguém totalmente incrédulo, desde que não ultrapasse a linha do fanatismo. E
assim com tantos outros assuntos… Portanto, o equilíbrio do equilíbrio é
dosar de acordo com você mesmo e a situação como um todo. Para algumas coisas
eu sou radical assumida, em outras tenho equilíbrio e, o maior desafio é lutar
com o que eu chamo de desequilíbrio, ou seja, quando acontece o extremo no
momento que deveria ser ameno e vice-versa.

Andrea Voûte
Consultora e Palestrante de Finanças Pessoais

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of