logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Carreira e Negócios > Ter equipes de alta performance é o grande diferencial para empresas que desejam se destacar

Sumário

Ter equipes de alta performance é o grande diferencial para empresas que desejam se destacar

Explore métodos comprovados para criar equipes de alta performance e obter uma vantagem competitiva no mercado. Aprenda a recrutar talentos, desenvolver habilidades e fomentar uma cultura de excelência colaborativa.

Construir equipes de alta performance é fundamental para qualquer negócio que almeje não apenas sobreviver, mas realmente se destacar no mercado competitivo atual. Uma equipe coesa, motivada e eficiente pode ser o diferencial que coloca uma empresa à frente de seus concorrentes.

Este artigo explorará as estratégias cruciais e as melhores práticas para formar grupos de trabalho que não apenas atendam às expectativas, mas as superem, impulsionando o crescimento e a inovação empresarial.

Prepare-se para descobrir os segredos por trás das equipes que levam as organizações ao topo e como você pode aplicar esses princípios para transformar seu próprio time.

Qual é o significado de alta performance? 

Alta performance é um termo que transcende a simples ideia de eficiência ou produtividade. Refere-se a alcançar um nível de excelência em qualquer atividade ou campo que você se dedique. 

Significa superar expectativas, atingindo e sustentando resultados excepcionais ao longo do tempo. Mas, o significado de alta performance vai além dos resultados: inclui também o desenvolvimento de habilidades, aprimoramento contínuo e a busca constante por crescimento e aprendizado.

Como ser uma pessoa de alta performance?

alta performance

Em um mundo onde a felicidade parece ser mais evidente nas propagandas do que em nossas vidas cotidianas, muitos se perguntam como capturar essa essência e torná-la uma realidade tangível. O segredo? Diversificar o foco para alcançar a alta performance em cada aspecto de nossa existência.

Na Pandora – Evolução Consciente, é proposto um caminho inovador e holístico para atingir uma vida equilibrada e plena, sem deixar de lado o significado de alta performance. Com essa metodologia exclusiva, dividimos a vida em sete níveis energéticos, cada um demandando uma atenção especial para florescer.

curso de plano de carreira na Escola de Pessoas

1. Sobrevivência

Aqui, reconhecemos a necessidade de segurança financeira e saúde física. É sobre gerir suas finanças com sabedoria e cuidar do seu bem-estar.

2. Prazeres

Identificamos a importância do lazer, seja através do sono, hobbies, ou conexões sociais. Reconhecer o que nos traz prazer é crucial para uma vida satisfatória.

3. Atividades

A alta performance no trabalho e nas tarefas diárias é o que define nossa eficácia. Organização e produtividade são as chaves para o sucesso nesta área.

4. Relacionamentos

Nutrir laços com familiares, amigos e colegas é essencial para nosso equilíbrio emocional e crescimento pessoal.

5. Vocação

Expressar nossos talentos e viver de acordo com nossos valores nos permite encontrar realização e propósito em nossas ações.

6. Entendimento

Expandir nosso horizonte cultural e desenvolver empatia são aspectos que enriquecem nossa percepção da vida.

7. Autoconhecimento

Questionar nossa essência e propósito nos guia para um entendimento mais profundo de nós mesmos e do impacto que queremos ter no mundo.

Ao negligenciar uma dessas áreas, corremos o risco de comprometer as demais. Assim como um adolescente apaixonado pode esquecer de outras responsabilidades, ou um pai de família pode perder momentos preciosos em busca de segurança financeira, é comum focarmos excessivamente em uma área e drenarmos energia das outras. 

Isso pode resolver temporariamente um problema, mas a longo prazo, prejudica o equilíbrio geral.

A alta performance não se trata apenas de sucesso no trabalho ou conquistas pessoais; é uma questão de harmonizar todos os aspectos da vida. Para isso, propomos desafios graduais que nos permitem flexibilizar e balancear cada área energética.

Seja assumindo o controle sobre suas finanças, introduzindo hábitos alimentares saudáveis, ou dedicando tempo para desenvolver um novo talento, os auto desafios são etapas fundamentais nessa jornada.

A verdadeira alegria emerge quando vivemos com harmonia e equilíbrio em todas as facetas da vida. 

Como desenvolver equipes de alta performance?

A sabedoria popular nos diz que “Uma andorinha só não faz verão”, uma metáfora que ressoa fortemente no universo corporativo. 

O sucesso de uma organização é frequentemente reflexo da sinergia e do desempenho coletivo de suas equipes. Um líder, por mais competente que seja, não pode efetivamente superar metas se a equipe não estiver em uníssono com a visão e a paixão pela excelência.

A chave para evitar tal descompasso é o investimento contínuo em Team Building, ou “Construção de Equipe”, uma prática que se tornou uma pedra angular para o fortalecimento dos colaboradores. 

Originada nas pesquisas pioneiras de um ambiente de fábrica de Chicago na década de 1920, a construção de equipe é reconhecida por seu impacto direto na produtividade e na cultura de trabalho positiva.

Com a orientação de especialistas como Tânia Zambelli, consultora em desenvolvimento de pessoas com décadas de experiência, as organizações estão transformando suas equipes através de atividades lúdicas e desafiadoras, promovidas por coaches em ambientes inovadores. 

Essas atividades são projetadas para promover a coesão do grupo, o espírito de colaboração e a liderança, resultando em equipes de alta performance que transcendem os resultados padrão.

O Team Building é mais do que uma simples ferramenta motivacional; é um catalisador para o autodescobrimento e a sinergia entre habilidades individuais. 

Em tempos de crise econômica, como os que o Brasil tem enfrentado, a importância de equipes coesas e de alta performance é amplificada. A capacidade de reter e atrair clientes, melhorar resultados e permanecer atento às necessidades do consumidor depende fortemente das pessoas dentro da empresa.

Para que uma equipe alcance esse nível de excelência, é crucial que haja um abandono do individualismo em favor de uma mentalidade coletiva, onde desafios são enfrentados juntos, com foco em soluções em vez de culpados. 

Aprofunde-se:

Explore o conteúdo do nosso curso gratuito “Equipes de Alta Performance” na Escola de Pessoas e adquira as habilidades necessárias para criar e desenvolver uma equipe de alto desempenho.

Aprenda a promover o trabalho em equipe, alinhar a cultura organizacional e fortalecer o papel do líder de forma assertiva nesse processo.

Não perca a oportunidade de se aprofundar nesse tema e impulsionar o sucesso da sua equipe.

Inscreva-se e agora mesmo!

A participação ativa dos líderes nessas dinâmicas é essencial, pois ajuda a identificar e nutrir potenciais, melhorando a comunicação interna e fortalecendo a identidade da equipe.

O Team Building eficaz também significa nivelar o campo de jogo, eliminando barreiras hierárquicas durante as atividades, promovendo um ambiente onde o diálogo e a escuta ativa são valorizados. 

Assim, os gestores ficam mais alinhados com suas equipes, e os colaboradores são encorajados a compartilhar ideias que podem impulsionar a inovação e a produtividade.

Por fim, equipes de alta performance não surgem por acaso; elas são meticulosamente cultivadas, exigindo uma abordagem holística que valorize tanto o desenvolvimento individual quanto a colaboração. 

Com uma estratégia direcionada e um compromisso com o crescimento contínuo, os líderes podem transformar seus grupos de trabalho em forças dinâmicas capazes de levar a empresa a novos patamares de sucesso.

Vantagens de uma equipe de alta performance

Um dos itens mais importantes para se desenvolver no mercado e se destacar diante da concorrência é por meio de um time de alta performance.

Por essa razão, se sua empresa ainda não tem o costume de preparar o time e investir na qualificação, saiba que essa deve ser uma questão de prioridade para o sucesso do negócio.

Sem a aplicação de treinamentos, além de gerar insatisfação dos colaboradores, também é possível aumentar a taxa de turnover e tornar sua marca menos consolidada no mercado.

E temos certeza que esse não é objetivo da sua empresa, certo? Dessa maneira, é necessário investir em treinamentos para o seu time, uma vez que esse processo otimiza o conhecimento dos funcionários aos processos da empresa.

Melhora o desempenho dos colaboradores e alcançar a alta performance

Uma das maiores vantagens de apostar em treinamentos para o seu time é, sem dúvidas, a melhora da performance dos funcionários.

Afinal de contas, após a aplicação dos treinamentos, os colaboradores terão uma maior clareza sobre quais são as práticas corretas a serem executadas dentro da empresa. E mesmo que eles já possuam esse conhecimento, os funcionários poderão relembrar sobre os procedimentos adequados que precisam desempenhar.

Além disso, o treinamento não é somente útil para o lado profissional dos colaboradores, como também gera mais autoconfiança e produtividade.

Aumenta o engajamento com a empresa

Por meio da aplicação de treinamentos, você também estará criando maior engajamento para seus colaboradores, além de permitir que os mesmos se envolvam mais com as suas atividades.

Ninguém gosta de praticar uma coisa no dia a dia que não conhece direito ou não possui tanta experiência, não é mesmo? É totalmente natural estar sempre mais disposto a realizar atividades em que você conhece os processos.

Treinamentos de alta performance são fundamentais para compartilhar os princípios e sincronizar os ideais de cada colaborador com a empresa.

Eliminar fraquezas internas

Por fim e não menos importante, a aplicação de treinamentos em sua empresa também é capaz de educar seu time sobre assuntos importantes e auxiliar na diminuição de problemas.

Ou seja, os treinamentos garantem que os funcionários saibam do melhor caminho a seguir para ter sucesso em sua estratégia.

Como identificar um profissional de alta performance?

Identificar um profissional de alta performance pode ser o diferencial para o sucesso de uma empresa ou equipe.

Eles não apenas elevam os padrões de eficiência e produtividade, mas também influenciam positivamente seus colegas, criando um ambiente de trabalho dinâmico e inovador.

Características de um Profissional de Alta Performance

  • Comprometimento com a Excelência: Profissionais de alta performance se comprometem com a excelência em todas as tarefas e projetos, não apenas atendendo, mas frequentemente superando expectativas.
  • Foco e Disciplina: A capacidade de manter o foco em objetivos de longo prazo, juntamente com a disciplina para seguir planos estabelecidos. Eles gerenciam seu tempo e recursos com eficácia, garantindo a conclusão de tarefas dentro do prazo e com o máximo de eficiência.
  • Capacidade de Aprendizado e Adaptação: O mundo empresarial está em constante evolução, e os profissionais de alta performance se destacam pela sua capacidade de aprender e se adaptar rapidamente.
  • Habilidades de Comunicação: Comunicar ideias de forma clara e eficaz é essencial. Profissionais de alta performance são excelentes comunicadores, seja ao apresentar informações complexas, ao ouvir ativamente ou ao fornecer feedback construtivo.
  • Liderança e Influência: Mesmo que não estejam em posições de gerência, esses profissionais exercem liderança pelo exemplo.
  • Resiliência e Gestão do Estresse: A habilidade de lidar com pressão e contratempos é outra característica de um profissional de alta performance. 
  • Colaboração e Trabalho em Equipe: Profissionais de alta performance entendem que o sucesso muitas vezes é um esforço coletivo.
  • Iniciativa e Autonomia: Profissionais de alta performance tomam a iniciativa, liderando projetos e inovações, e operam com um alto grau de autonomia, assumindo responsabilidade por suas ações e resultados.
  • Resultados Consistentes: Acima de tudo, um profissional de alta performance é definido pelos resultados que entrega. Seu trabalho contribui significativamente para os objetivos da organização, e sua consistência é evidente no sucesso contínuo de suas iniciativas.
  • Visão Estratégica: Eles têm uma compreensão clara de como suas ações se encaixam nos objetivos mais amplos da empresa e podem ajustar suas estratégias conforme necessário para alinhar-se com a direção geral do negócio.

Como manter a alta performance no ambiente de trabalho?

Compreensivelmente, a alta performance no trabalho mantém gestores e líderes às claras durante à noite, contudo a preocupação também afeta todos os profissionais, que sentem-se compelidos a tornar-se cada vez mais competitivos, mas, também, realizados sem sacrificar seu bem-estar.

A solução típica: estender a carga horária não é mais uma opção. Grande parte dos trabalhadores já fazem isso e, em contrapartida, pagam um alto preço; o que é cada vez menos aceitável e danoso à saúde, pois além de frequentemente sobrecarregar e esgotar os colaboradores, este processo suprime momentos importantes das vidas das pessoas.

alta performance

Todavia, e se as pessoas pudessem ser mais eficientes e produtivas no trabalho sem ter altos custos pessoais com isso? E se houver uma solução viável, onde empresa e funcionários são beneficiados?

Insightis: alta performance profissional

O ‘segredo’ não dito é que nós temos que ir ao trabalho com ao menos dois de nós. Ou seja, o Ego e o Racional. A lógica é que o ego (faço amanhã) seja puxado pelo racional (imediato) que mantém o suporte necessário para o alto desempenho.

Outro ponto importante é a forma como você se sente em relação ao que faz. Reflita sobre a maneira como você age sobre isso. Pegue uma folha de papel e trace uma linha ao meio. Liste em um lado uma série de adjetivos que exemplifiquem este sentimento.

Em seguida, no outro lado, descreva quais adjetivos exprimem o que você sente de negativo em relação ao trabalho ou tarefa executada.

Em raras exceções, sem essa consciência, é possível gerenciar-se de maneira eficaz. Quando estamos focados em nossos pontos positivos geralmente descreve-se o estado como: energizado, porém calmo; entusiasmado, confiante, otimista e apaixonado.

A neurociência da alta performance

Infelizmente, esta não é uma maneira que nos sentimos o tempo todo. Em geral, flutuamos entre o Ego e o Racional de acordo com as demandas que nos são expostas, nossas interações e como nos sentimos em relação ao dia.

O ‘eu’ que normalmente nos serve melhor é regulado através do nosso sistema nervoso parassimpático. Ou seja, quando o nosso córtex pré-frontal – a nossa mente pensante – está ativa. Neste estado somos capazes de fazer escolhas de forma lógica e reflexiva e tendemos a nos sentir no controle razoável do nosso destino.

Nosso segundo ‘eu’ é regulado pelo nosso sistema nervoso simpático. A amígdala – uma parte mais primitiva do cérebro – assume o comando.

Este ‘eu’ é caracterizado pela luta ou fuga. Isto é: leva em conta a ação reativa e automática de quando estamos sentindo uma sensação de vulnerabilidade e ameaça, mais comumente ao nosso senso de valor e merecimento.

Na luta ou fuga, vamos nos concentrar estritamente sobre a ameaça à mão, procurando restaurar a segurança a qualquer custo. Quanto mais intensa for a ameaça, mais o nosso córtex pré-frontal é desligado, e menos podemos pensar claramente e fazer escolhas intencionais.

A questão é que a maioria das empresas investem na construção das competências dos seus funcionários. Contudo, poucas investem na melhoria das capacidades das pessoas para executar no seu melhor.

Veja também:

O equilíbrio entre alta performance e qualidade de vida

E para se chegar a um ponto de equilíbrio, entre performance e qualidade de vida, a estratégia é aprender, observar e reconhecer os estados de emoção em determinados momentos e, em seguida, traçar um planejamento para mudar o que está minando o nosso desempenho. Ter ciência sobre isso é essencial.

Algumas pesquisas confirmam o quão poderosos são estes quatro pontos. Segundo pesquisa realizada pela Harvard Business Review, no nível mais básico, os funcionários que fazem pequenas paradas constantes durante o dia melhoram o foco em até 28% e seus níveis de saúde e bem-estar são 30% maiores.

A valorização e o respeito elevam ainda mais estes índices, 55% dos colaboradores pesquisados correspondem com altos níveis de engajamento e 100% são mais propensos a permanecer nas organizações onde atuam.

Multitarefa

Apenas 20% dos entrevistados se dizem capaz de se concentrar em uma tarefa de cada vez, contudo, 29% estão mais engajados e produtivos. 

No entanto, segundo a avaliação, 60% dos pesquisados relataram não ter ao menos um dos pontos de necessidade atendidos no trabalho; por outro lado, os colaboradores que reconhecem ser contemplados nas quatro necessidades são duas vezes mais engajados, produtivos e propensos a permanecer na corporação.

Os números nos trazem um abismo entre colaboradores engajados e produtivos e frustrados. 

Entretanto, em um momento que se busca maior produtividade há uma enorme capacidade inexplorada pelas empresas e cabe a elas buscar satisfazer as quatro necessidades básicas e consequentemente melhorar seus níveis de produtividade e engajamento.

Conclusão: Por que a alta performance é importante?

Entender o que é alta performance e como alcançá-la pode ser um divisor de águas na carreira de qualquer profissional. 

Ao mirar na alta performance, você se coloca em um caminho de crescimento contínuo, maximizando seu potencial e contribuindo de maneira significativa para qualquer organização da qual faça parte.

Ao buscar alta performance, você não está apenas procurando sucesso momentâneo, mas sim um legado duradouro de contribuições significativas e desenvolvimento pessoal contínuo. Com a mentalidade e as estratégias corretas, a alta performance é um objetivo acessível e transformador.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Formado em Estatística pela Universidade Federal de Minas Gerais e com Especialização em Design Thinking pela University of California e formação em Inovação, também com formação em Empreendedorismo pela Stanford University. Conta com visão estratégica e experiência profissional em tecnologia e gestão de produtos. É o único brasileiro a figurar na ‘Top 50 CEOS de SaaS 2022’. Organizada pela Software Report, a lista reconhece os líderes de empresas mais transformadoras e impactantes do setor.
Assine a nossa Newsletter