Artigos

Equipes Multidisciplinares

EQUIPES MULTIDISCIPLINARES

Nota-se, hoje em dia, que as empresas que alcançam destaque no mercado não são aquelas que trabalham com perfis rigorosos de administração, e nem aquelas que não aproveitam o potencial humano como ferramenta essencial no seu processo de desenvolvimento e, em consequência, não incentiva o trabalho em equipe. Sobreviverão somente aquelas que souberem aproveitar o potencial humano como parte essencial no desenvolvimento organizacional, aquelas que incentivam a importância do trabalho em equipe para o crescimento organizacional e as que criam equipes multidisciplinares no meio organizacional.

Assim, conforme Derzozi (2011. p. 7) afirma:

Nova call to action

As empresas que têm como objetivo a excelência devem investir sistematicamente nas pessoas. A excelência só é alcançada por meio de pessoas competentes, motivadas, comprometidas e engajadas e ainda, por pessoas que acreditam verdadeiramente nos propósitos da empresa. Essa crença funciona como uma “mão” invisível que conduz toda a empresa para uma mesma direção.

Em um mundo cada vez mais competitivo, as empresas demonstram preocupação em desenvolver equipes multidisciplinares para diferenciar seu potencial competitivo no mercado. Para Dezorzi (2011, p.7) “pessoas de todos os níveis são base de uma organização, e seu total envolvimento possibilita que suas habilidades sejam usadas para o benefício da empresa.

Trabalhar em equipe requer profissionais capacitados e engajados com o bem de todos, entendendo que o bom desenvolvimento das suas atividades em equipe melhora a comunicação entre os setores e, consequentemente, o bom desenvolvimento organizacional, atingindo os objetivos individuais e os da empresa. Para que haja a criação de equipes muldisciplinares dentro das empresas, as organizações precisam criar uma cultura organizacional aberta, facilitando a flexibilidade das informações por parte dos setores, onde todos possam entender e compreender a organização em seu contexto geral. Segundo Peter Senge (1990, p,12) As organizações que no futuro terão destaque são aquelas que encontrarem a maneira de aproveitar o entusiasmo e a capacidade de aprendizagem das pessoas em todos os níveis da organização. As organizações precisam incentivar o trabalho em equipe e aproveitar esse grande potencial intangível, criando uma cultura organizacional onde todos possam ter um pensamento sistêmico sobre a organização em que trabalha.

Levando em consideração o fator de que trabalho em equipe não é somente as somatórias das contribuições individuais de cada membro presente na equipe, faz se necessário que as equipes multidisciplinares conhecem a organização como um todo e contribui para o bom desempenho das atividades de cada setor, já que estes profissionais conhecem um pouco de cada setor de empresas, e possui conhecimento em diversas áreas.

Inúmeros são os benefícios trazidos para a organização com o desenvolvimento de equipes multidisciplinares, dentre eles pode se destacar:
• Menor dependência externa: o time é autossuficiente.
• Maior Criatividade.
• Disseminação do conhecimento.
• Diferentes pontos de vista de um mesmo problema.
• Aumento da motivação dos membros da equipe.

As equipes multifuncionais se baseiam em:

Complementariedade: cada pessoa controla uma parte da função que lhe foi atribuída, sendo que estes conhecimentos são essenciais para levar o trabalho adiante.

Coordenação: por mais que a equipe não possua níveis hierárquicos é necessária à presença de um líder da equipe, pois este tem um papel fundamental para alinhar as atividades e funções da equipe e consequentemente atingir os objetivos esperados.

Comunicação: o trabalho em equipe requer uma comunicação aberta por parte dos seus membros para controlar as diversas atuações individuais; a equipe funciona como uma máquina que, para funcionar, exige uma série de engrenagem, onde cada parte deve funcionar perfeitamente, caso contrário a maquina não funciona.

Confiança: deve haver confiança por parte de todos na equipe, a confiança é a mola propulsora no trabalho em equipes multidisciplinares, entendendo que cada um possui um papel fundamental e suas contribuições por mínimas que sejam devem ser respeitadas.

Compromisso: cada pessoa envolvida na equipe deve se comprometer e contribuir com alguma coisa, oferecendo também seu melhor para realização dos objetivos organizacionais e pessoais.

Nota-se que nas equipes multidisciplinares não existe um grau hierárquico, por mais que tenha a figura de um líder da equipe; este trabalha apenas para melhorar o bom desempenho da equipe e guiar as funções a serem desempenhada por cada um; cada membro da equipe possui uma função importante, interagindo de forma coesa entre todos os integrantes, entendendo que a confiança no trabalho um do outro é a chave para o sucesso da equipe.

Todos os envolvidos na equipe trabalham com sinceridade, competência e responsabilidade; trabalham com o intuito de atingir resultados positivos através de suas contribuições individuais e coletivas em um determinado projeto ou atividade desenvolvida.

As organizações trabalham para satisfazer os clientes, que cada vez mais exigem produtos e serviços de qualidade; as empresas que não suprirem as necessidades destes clientes dificilmente terão êxito profissional. Para que se possa oferecer produtos e serviços de qualidade há que se pensar primeiro em seus clientes internos, pois as necessidades destes sendo satisfeitas consequentemente as dos clientes externos também serão supridas. “Uma organização se torna poderosa e atinge sucesso quando aproveita os conhecimentos, habilidades, desejos e oportunidades dos seus colaboradores” (COVEY, 2007).

Portanto é visível que as equipes multidisciplinares são fatores importantes para o desenvolvimento das empresas, pois facilita a troca de informação e melhoram o desempenho das atividades e relações individuais e coletivas, pois todos, (empresa/colaboradores) trabalham focados no mesmo objetivo, o sucesso profissional.

REFERÊNCIAS

COVEY, Stephen R. Los 7 hábitos de la gente altamente efectiva. Buenos Aires , Argentina. ed. paidos empresa, 2007.

DEZORZI, Marluce. Ferramentas da qualidade aplicadas a gestão de recursos humanos: a transformação do RH em parceiro estratégico do negócio. Rio de Janeiro: Qualimark, 2011.

SILVA. Letícia L. Equipes multidisciplinares e seus benefícios. Disponível em: http://www.cpqd.com.br/spincps/images/Apresentacoes/53_equipes%20multidisciplinares%20e%20seus%20benef%EDcios%20new.pdf. Acessado em 27-04-2014.

SENGE, Peter . La Quinta Disciplina. Buenos Aires, Argentina ed. gracias, 1990.

SERTEK, Paulo. Equipes multidisciplinares empowerment. Disponível em: http://ief.org.br/artigos/empowerment.pdf. Acessado em 27-04-2014.

Cilano Marques da Silva
Estudante de Recursos Humanos

0 0 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments