Artigos

Essa vaga será minha

Você busca aprovação em algum exame? Está realmente dando o melhor de sí nos estudos para merecê-la? Espera conquistá-la no menor tempo possível? Se esta é a sua situação, quero lhe dar boas notícias. A primeira é que você já identificou o que quer. A segunda é ter estabelecido a sua meta. E a terceita e última é dedicar-se ao máximo para obter êxito.

A conquista é fruto da determinação e disciplina. Muita gente busca uma oportunidade no serviço público ou nos centros de excelência de ensino do país. Porém, quantas delas estão realmente se dedicando para merecer a vaga? Quantas estão estudando corretamente? Tem muita gente achando que basta matricular-se em curso de elite que o sucesso estará assegurado. Ledo engano, a entidade de ensino e a sua dedicação aos estudos são importantes, mas não garantem sucesso. Aprender a aprender será preponderante para obter êxito, ou seja, não basta apenas estudar muito é necessário estudar corretamente.

Mesmo os que tomam todos esses cuidados, devem saber que, para garantir a tão sonhada vaga, terá de domar um dos maiores inimigos dos momentos cruciais da vida: o emocional. Ele reprova mais do que a caneta. Mas se é assim, como evitar essa arapuca? Relaxe, ouça mensagens motivacionais, músicas, filmes ou qualquer coisa que alivie a sua tenção. Pense que você sabe muito mais do que imagina saber, que ninguém sabe tudo e que você não esta competindo com o universo de pretendentes e sim, com o número de vagas disponíveis.

A segunda armadilha a ser evitada é a preocupação diária com pequenos eventos, com potencial de afastá-lo da tão necessária disciplina. A preocupação é como se fosse “juros pagos antecipadamente sobre eventos que ainda não ocorreram”. Ela permite que a tristeza apunhale a nossa esperança. É a grande inimiga do desempenho otimizado. Eu não conheço ninguém que tenha morrido por excesso de dedicação, mas conheço muita gente que perdeu a vida por excesso de preocupação.

Está tenso com o elevado número de competidores? Não se preocupe tanto, pois boa parte dos que frequentam cursos, o fazem para dar satisfação aos pais, familiares, amigos, sociedade ou mesmo enganando-se, como se tempo em sala fosse suficiente para aprovação. Está apreensivo porque não é capaz de aprender tão rápido quanto alguns colegas? Relaxe, pois poderá vencê-los dedicando-se um pouco mais. A história revela que o mais determinado e disciplinado é capaz de superar o mais inteligente, habilidoso e até o talentoso.

Pesquisas revelam que a preocupação exagerada não faz sentido, pois cerca de 40% delas jamais ocorrerão e 30% já aconteceram. Além disso, 12% das nossas preocupações são infundadas e outros 10% envolvem ocorrências diárias pouco importantes. Em resumo, 92% ocorrem com fatos que pouco podem mudar o nosso destino. Portanto, a melhor forma de evitá-la é fazer algo que possibilite manter a mente concentrada e trabalhando para o alcance da meta e não nos problemas que sempre surgem. A regra é: não se preocupe, se ocupe.

Aquele que conhece as suas limitações e age com perseverança, disciplina e coerência, terá muito mais possibilidades de êxito do que o inteligente, que se achando “o rei da cocada preta”, não dá a sua cota de sacrifício. A frase é antiga, mas verdadeira: “somente no dicionário sucesso, vem antes do trabalho”. No entanto, se você é do tipo que não deseja dar a sua cota de sacrifício para vencer, saiba que nem tudo está perdido, procure ao menos sentar-se a primeira fila e bem próximo a um típico nerd, pois as chances de, no futuro, você vir a trabalhar para um deles são enormes.

Agora, se você está mesmo fazendo por merecer a vaga, sugiro que comece a ver-se no dia em que será homenagiado pela conquista. Que roupa estará trajando? Quem estará lá aplaudindo você? O que você gostaria de dizer se for entrevistado? Estará sorrindo ou acha que poderá emocionar-se? Aliás, porque será que os vencedores normalmente choram no podium? Seria pura emoção pelo reconhecimento ou mistura de nervosismo e felicidade?

Pode ser por muitos motivos, mas na maioria das ocasiões é pelo filme, que em fração de segundos passam em suas mentes, revelando quanto sacrificio, privações, situação iníqua teve de suportar, como: dificuldades financeiras, desconfiança de parentes e amigos, frustações por ter ficado no quase em outras ocasiões etc. Mas, você algum dia ouviu algum vencedor dizer que não valeu a pena tanto sacrifício? Duvido, todos se sentem orgulhosos por suas conquistas.

Pense nisso e ótima semana,

Evaldo Costa

Escritor, consultor, conferencista e professor.

Autor dos livros: “Alavancando resultados através da gestão da qualidade”, “Como Garantir Três Vendas Extras Por Dia” e co-autor do livro “Gigantes das Vendas”

Site: www.evaldocosta.com

Blog: http://evaldocosta.blogspot.com

E-mail: evaldocosta@evaldocosta.com

Por:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of