logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > RH na Prática > 5 estratégias de RH para manter a motivação dos funcionários

Sumário

5 estratégias de RH para manter a motivação dos funcionários

Manter os funcionários motivados e engajados não é uma tarefa tão simples e fácil. Por isso é ideal aplicar estratégias de RH para promover bons resultados, desde produtividade até a excelência na execução dos serviços.

Dito isso, nem sempre é preciso grandes gestos e muito esforço. Há muitas maneiras simples para manter a equipe motivada e engajada. Na atualidade, os gestores que realmente querem tirar o melhor proveito de seu pessoal não podem se dar ao luxo de tirar os olhos de tudo o que acontece dentro da organização.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo com 5 estratégias de RH que podem ser implementadas em seu cotidiano de negócio. Quer saber quais são? Então, vem com a gente!

O que é gestão estratégica de RH?

Trata-se de um modelo de gestão de recursos humanos, no qual a equipe utiliza a força de trabalho como parte da estratégia da empresa.

Em outras palavras, o RH estratégico irá entender os processos e objetivos da empresa, visando alinhar a equipe para que todos consigam proporcionar crescimento e rentabilidade para a empresa.

O objetivo é usar toda a capacidade de trabalho da equipe, para que seja possível impulsionar os resultados do negócio a partir do bom gerenciamento da equipe.

O que faz o RH estratégico?

É interessante perceber que o RH estratégico faz uma gestão integrada. O que significa dizer que ele atua em conjunto com outras áreas da empresa, para que a tomada de decisão seja sempre favorecida.

O objetivo é que a equipe esteja embasada nos objetivos de curto, médio e longo prazo do negócio, para que possa buscar sempre os melhores resultados.

Ao adotar um posicionamento estratégico, é viável fazer o planejamento estratégico para cada uma das metas desejadas se tornarem realidade.

Nesses casos, o planejamento estratégico será feito pela equipe de RH com base em dados do próprio negócio, garantindo maior assertividade na tomada de decisões.

É útil perceber que há significativa diferença entre a atuação do RH tradicional, frente a atuação da equipe que faz planejamento estratégico de RH com base em dados.

Uma vez que, o modelo estratégico é personalizado para a empresa e tem uma atuação com foco em resultados específicos.

Quais são as estratégias do RH?

Equipe discutindo estratégias de RH para manter a equipe motivada.

As estratégias de RH dependem da realidade do negócio. Por isso, é importante analisar quais são os recursos tecnológicos para otimizar processos, por exemplo.

Além de ser um processo que visa otimizar a própria alocação da equipe, para que os profissionais possam ser produtivos e eficientes.

Existem inúmeras estratégias que o RH pode adotar para a integração das equipes, otimização da comunicação e cada estratégia deve ter um objetivo claro.

Para tal, é importante recorrer a avaliação de desempenho, indicadores que eliminam vieses inconscientes e uma série de outros recursos.

A estratégia adotada pelo RH sempre depende diretamente de qual é o objetivo em vigor, qual o porte da empresa, quantos profissionais estão sob a gestão e quais são os objetivos do negócio.

A partir disso, é possível levantar quais são as estratégias mais eficientes para se alcançar o objetivo é começar a trabalhar em prol de obter resultados positivos.

Aproveite e confira um curso completo sobre Comunicação Estratégica

Como fazer planejamento estratégico de RH?

Para fazer o planejamento estratégico de RH, para que possa aproveitar os benefícios de uma gestão assertiva:

1. Conhecer os objetivos do negócio

É fundamental conhecer os objetivos de curto, médio e longo prazo do negócio para que seja possível alcançar tais metas.

Por isso mesmo, o pontapé inicial é uma reunião com a liderança, visando compreender todos os detalhes pertinentes sobre os objetivos que deverão ser alcançados nos próximos anos.

2. Digitalizar o setor

É impossível ser estratégico sem a devida digitalização do setor. Afinal, o processo perpassa a utilização de sistemas de gestão para que se possa obter dados.

De modo que, seja possível aproveitar todos os dados do setor para que seja possível tomar boas decisões com o próprio histórico gerado pelas movimentações da empresa ao longo dos anos.

3. Usar dados para embasar decisões

É fundamental usar dados para embasar o processo de gestão atual. Tendo como principal objetivo garantir que os próprios indicadores do negócio guiem as decisões futuras.

Sabendo, por exemplo, que ocorre um aumento de demanda em março todos os anos no seu negócio, é possível se preparar da melhor forma possível.

No entanto, este tipo de conhecimento costuma estar disponível somente para quem rastreia dados, analisa e atua fazendo uma gestão estratégica para que possa se tornar cada vez mais assertivo.

Um RH estratégico pode ser definido em uma equipe que usa mais dados e se baseia menos em feeling.  

Como ser um RH mais estratégico? Confira 5 estratégias para manter a motivação dos profissionais

Para ser um RH mais estratégico é importante se atentar para uma série de detalhes, como o caso dos 3 principais pontos a seguir:

1.               Tenha reuniões regulares com a equipe

Mantenha seus funcionários atualizados sobre os desenvolvimentos e metas por meio de reuniões regulares de equipe. Mas, ao mesmo tempo, não faça isso com tanta constância, pois ninguém gosta de ficar sentado por horas durante vários dias consecutivos.

A comunicação através de uma variedade de canais é essencial para a motivação dos mesmos. Se as reuniões presenciais forem difíceis de coordenar, use sua intranet ou revista interna para divulgar o que está acontecendo. É sempre essencial olhar todas as oportunidades e perspectivas que estão ao seu alcance.

As pessoas que não sabem o que está acontecendo, certamente terão dificuldades para se envolverem com o local de trabalho. Lembre-se que é importante reforçar o óbvio, seja em reuniões ou em treinamentos, assim, evitará erros que podem impactar na motivação do colaborador.

2.               Reunião de gestores para ajudar os colaboradores

Se um funcionário estiver com algum problema específico, reúna os membros de sua equipe para ajudá-lo. Reserve uma hora e passe algum tempo tentando criar ideias para esta resolução. 

Vale ressaltar que várias cabeças pensantes podem ajudar a criar novas ideias ou maneiras de implementar sugestões.

Se for o contrário, a cultura empresarial será negativa e os colaboradores sentirão que não podem pedir ajuda aos outros por medo de atrapalhar as atividades.  O ideal é sempre evitar esse cenário, com o intuito que a troca seja sempre eficiente entre as partes. 

Evite ser um gestor inacessível, justamente para que sua equipe entenda que o gestor está ali para contribuir positivamente para que a equipe seja cada vez mais eficiente. 

Como gestor, independente do segmento de atuação, é sua obrigação contribuir para que sua equipe consiga ter sempre o melhor desempenho possível no mercado.

3.               A importância de cuidar de si mesmo

O estresse, seja causado pelo trabalho ou fora dele, tem um impacto significativo nos níveis de motivação de seus funcionários. 

Incentive-os a cuidar de si mesmo por meio de exercícios e nutrição, organizando eventos saudáveis ​​e oferecendo alimentos saudáveis ​​e água, ao invés de refrigerantes e bolos nas reuniões.

Imagine o quão divertido seria se o seu programa de benefícios para funcionários oferecesse benefícios de saúde e bem-estar. Também é importante levar a sério os problemas de saúde – incluindo a saúde mental – e aceitar quando alguém precisa de folga do trabalho.

4.               Dê um feedback de tempos em tempos

Quando seus funcionários duvidam de suas habilidades, eles podem ficar desmotivados. E quando isso ocorre, não é nada difícil que peçam para sair. 

Portanto, é importante fornecer feedback individual regular, que permitam saber como estão indo e o que precisam fazer para melhorar. Um ambiente de trabalho que é envolvente e motivador, é aquele que dá às pessoas acesso a seus gerentes e líderes para esta troca de ideias. Sentir que você está sendo mantido à distância não é bom para ninguém.

5.               Reconheça atitudes positivas

Se engana quem pensa que apenas as reuniões e alguns feedbacks em relação à atividade executada no trabalho são o que promovem a motivação. Ou seja, uma das estratégias de RH que podem ser aplicadas, é basicamente reconhecer as atitudes positivas dos colaboradores. 

E como isso é possível? Basta pensar que, hoje em dia, não é só a remuneração que influencia no desenvolvimento da equipe, principalmente da geração Z. É preciso oferecer oportunidades para aqueles que demonstram vontade de “crescer na empresa”, bem como oferecer benefícios além do salário fixo.

Além disso, pode-se dizer que os colaboradores que tiverem atitudes bem-sucedidas e proativas devem ser valorizados não só por meio de feedbacks. Uma estratégia de RH pode ser criar campanhas como premiação para destaques e colaboradores promovidos, por exemplo.

Portanto, o reconhecimento e a valorização são tão importantes quanto a remuneração. Assim, aplique feedback com elogios que estão sendo reconhecidos, além de algum incentivo para o colaborador que demonstra interesse em participar de um plano de carreira.

Então, o que está esperando para aplicar essas estratégias de RH no seu negócio para motivar e engajar sua equipe? Garanta resultados de excelência e leve a sua marca para outro patamar.

Se gostou do conteúdo, curta e compartilhe em suas redes sociais. Isso nos ajuda a propagar novas matérias gratuitas para você!

planilha controle de férias

Assine a nossa Newsletter