Artigos

Saiba como criar estratégias de upskilling para desenvolvedores Júnior

estratégias de upskilling

Estratégias de upskilling são uma solução acertada para atrair e reter talentos nas empresas com vagas para pessoas desenvolvedoras de software. Isso porque o mercado de TI (Tecnologia da Informação) está enfrentando um déficit de mão de obra. Portanto, contratar profissionais iniciantes, e que têm maior oferta no mercado, para depois capacitá-los, é uma questão central. Porém, ela exige planejamento. 

Sendo assim, entenda o conceito, veja como criar estratégias de upskilling na sua equipe de desenvolvedores e, por fim, melhorar os resultados. 

O caminho adotado pela maioria das startups é contratar desenvolvedores prontos, experientes e que não precisam ser acompanhados nas suas tarefas. Entretanto, esses profissionais avançados, nos níveis Pleno e Sênior, estão ficando menos acessíveis. 

Nova call to action

Por vezes, o processo seletivo é mais longo. Além disso, os salários de desenvolvedores avançados são mais altos, exigindo uma maior infraestrutura na empresa, que precisa ter um fluxo de caixa forte para bancar os pagamentos. 

Desse modo, confira neste conteúdo dicas de estratégias de upskilling para ter um time tech considerado ideal para o atual momento do seu negócio e onde ele quer chegar. 

O que são estratégias de upskilling?

Upskilling é um termo muito usado no RH por estar diretamente ligado ao desenvolvimento de pessoas. 

O termo em inglês traz a junção de up (crescimento) e skill (habilidade). Portanto, upskilling indica a busca por atualização e novas informações, técnicas e habilidades. 

Enfim, as estratégias de upskilling podem partir do profissional ou da empresa. Quando ela parte do profissional mostra que ele é uma pessoa que busca o crescimento profissional e aceita desafios. E quando é uma iniciativa da empresa revela que o negócio valoriza o seu capital humano e busca melhorar resultados por meio dos talentos da equipe. 

A adoção do upskilling está relacionada a empresas que estão se adaptando às mudanças do cenário social e econômico. É o que ocorre, por exemplo, quando uma empresa está fazendo sua transformação digital e precisa preparar seu time para as novas tecnologias. 

Mas no caso específico dos profissionais de tecnologia, que já estão cotidianamente envolvidos com a cultura digital, o upskilling envolve o conhecimento e o domínio de novas linguagens, frameworks e bibliotecas, bem como metodologias e boas práticas de desenvolvimento de softwares. 

Qual é o papel da empresa? 

Como você viu, o upskilling pode partir do próprio profissional. Na busca por melhores salários, aprimoramento do currículo ou propósito pessoal, a pessoa desenvolvedora acaba fazendo cursos e desenvolvendo novas skills que são melhor absorvidas no mercado. 

Atualmente, com a facilidade do ensino a distância, não há uma justificativa plausível para não se qualificar. Além disso, há muito conteúdo gratuito na internet, seja em canais de influenciadores ou na página oficial das tecnologias. Estas últimas, por sua vez, contêm toda a documentação da linguagem de programação ou framework, facilitando assim o aprendizado. 

Porém, a empresa tem o importante papel de incentivar o colaborador a crescer profissionalmente. Para isso, existem algumas práticas, como a implantação do PDI (Programa de Desenvolvimento Individual) e o Plano de Carreira. 

Contudo, é preciso planejamento. Confira agora algumas dicas para implantar estratégias de upskilling junto à sua equipe de TI. 

Quer saber como elaborar um plano de PDI eficiente? Agende uma demonstração gratuita com um especialista!

Mapeie as habilidades que precisam ser desenvolvidas 

Para saber onde você quer chegar com a sua equipe, é preciso primeiro conhecer o nível de conhecimento em determinadas ferramentas. Por conta disso, mapeie as habilidades que precisam ser desenvolvidas. 

A Coodesh é uma plataforma de recrutamento tech que realiza junto aos candidatos o Scorecard, que é uma avaliação na qual a pessoa candidata preenche o seu nível de conhecimento nas principais habilidades exigidas pela vaga. 

Dessa forma, ao contratar profissionais do nível Júnior com esse conhecimento prévio, a empresa já sabe quais os próximos passos a serem realizados. 

Tenha um planejamento estratégico 

A partir do conhecimento das habilidades dos profissionais da sua equipe, trace um planejamento estratégico de como as medidas de upskilling serão desenvolvidas. Sendo assim, discuta com os gestores qual é o orçamento disponível para os subsídios de cursos e treinamentos. 

Além disso, defina como se os cursos e treinamentos serão realizados no momento do expediente. Há empresas que reservam um determinado momento da jornada para o aprendizado de novas skills. Outras preferem adotar o horário flexível, fazendo com que o trabalhador possa estudar no momento mais adequado do dia. 

Aposte na troca de experiências 

As equipes de trabalho têm pessoas de diferentes perfis. Por isso, a empresa deve valorizar a diversidade e promover a troca de experiências através de dinâmicas internas. 

Nas equipes remotas, uma boa saída é realizar reuniões one-a-one que permitam conhecer melhor as habilidades e o potencial de cada pessoa. 

Destine um mentor para o profissional novato 

Outra forma de adotar estratégias de upskilling na equipe é alinhando um mentor para acompanhar o profissional novato da equipe. Sendo assim, converse previamente com o profissional mais experiente do seu time e peça que ele dê uma atenção especial ao novo colega de trabalho, tirando suas dúvidas e deixando-o à vontade. 

Pratique o “errar é humano” 

O erro faz parte do processo de aprendizado. Por isso, é interessante que a sua empresa tenha uma gestão de erros e saiba reconhecer os pontos de melhoria diante de falhas cometidas por desenvolvedores iniciantes e recentemente contratados. 

Acima de tudo, é central saber como agir após o erro, ou seja, ter ações para corrigir a falta sem prejudicar os resultados. Afinal, com o devido planejamento é possível mitigar os erros e ainda aprender com eles. 

modelos de feedback

Conclusão 

As estratégias de upskilling são defendidas pelas startups e empresas que assinaram o Manifesto Tech, entre elas a Coodesh. Afinal, negócios e pessoas desenvolvedoras defendem que as pessoas sem experiência conquistem oportunidades no mercado de trabalho. 

O case da Alura, por exemplo, que é uma escola de cursos de tecnologia e que idealizou o Manifesto Tech, mostra que é possível contratar novatos e capacitá-los internamente. Segundo a Alura, das 51 pessoas colaboradoras do atual time de tecnologia, 48 foram contratadas como estagiários juniores e iniciantes. Eles cresceram e continuam na empresa. 

Considerando, portanto, que o futuro próximo exigirá mais conhecimento dos desenvolvedores, com a chegada do Metaverso, por exemplo, é imprescindível investir em estratégias de upskilling. 

Aliás, uma pesquisa da Dell Technologies, feita em parceria com o Institute For The Future, mostra que 85% das vagas de emprego que serão ofertadas em 2030 ainda nem foram inventadas. 

Portanto, acompanhar as tendências e preparar seu time é fundamental. Aproveite para ler ainda sobre o conceito de reskilling que também está alinhado ao desenvolvimento dos times.

Texto realizado por Coodesh.

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH