Artigos

Fit cultural: o match entre a empresa e sua própria cultura

Saiba tudo sobre fit cultural e como relacionar o candidato com o match da empresa e sua própria cultura.

fit cultural

Fit Cultural se faz cada dia mais necessário e presente nos processos seletivos das empresas brasileiras. O Fit é um processo de compatibilização entre a empresa e o colaborador, sendo de extrema importância para garantir o sucesso de uma contratação e a retenção de talentos.

Nova call to action

Isso porque, diversas pesquisas mostram que os gastos com rotatividade e os danos de uma instabilidade interna entre os funcionários, normalmente, são causados por incompatibilidade entre o colaborador e sua empresa.

Por essa razão, os processos seletivos passam a ser instrumentos essenciais para evitar esses problemas, já que eles são responsáveis por compreender o perfil comportamental do candidato e relacioná-lo com a vaga e a empresa.

Assim, atualmente, as empresas têm demonstrado uma maior atenção em relação ao processo de recrutamento e seleção de colaboradores, além de estarem cada vez mais interessadas no processo de Fit Cultural, que se mostrou eficiente e necessário.

Neste post, vamos explicar detalhadamente o que é o Fit Cultural e como colocá-lo em prática de maneira eficiente para a sua empresa. Conhecer o seu negócio e seu candidato são as chaves para um crescimento saudável e constante da organização!

O que é Fit Cultural

Fit Cultural é um processo utilizado nas empresas para a seleção e retenção de talentos. A ferramenta nada mais é que uma coleta, uma compatibilização de dados e características de candidatos e empresas, o que proporciona alinhamento entre os valores da organização, os colaboradores e os futuros colaboradores.

Portanto, apesar de ter uma definição simples, Fit Cultural é uma junção complexa de uma série de análises e atividades que culminam em processos seletivos mais eficientes, mas que antes passam por estudos minuciosos internos da empresa.

Além disso, o Fit Cultural caminha pela identificação e formulação da cultura organizacional da empresa, ou seja, o reconhecimento dos valores, missão, crenças, atitudes e comportamentos necessários e demandados pela organização. Esse processo interno se soma à identificação do perfil do candidato e da vaga ofertada.

Em outras palavras, a cultura organizacional da área/vaga disponível se une às características do candidato – hard skills, soft skills, comportamentos e traços – assim, esses três fatores são confrontados e compatibilizados.

CULTURA ORGANIZACIONAL DA EMPRESA 

DEMANDA ESPECÍFICA DA ÁREA

 + 

PERFIL COMPORTAMENTAL DO CANDIDATO 

FIT CULTURAL | MATCH CULTURAL ENTRE EMPRESA E CANDIDATO

O Fit cultural do candidato só acontece se a empresa deixar bem claro esses setores: empresa, área e perfil do candidato. Dessa forma, é possível calcular ou perceber a probabilidade da adaptação do candidato às crenças e atitudes centrais para a organização, o que garante o encaixe perfeito, ou seja, a contratação de alguém próximo de ser 100% condizente com a vaga.

Isso assegura a inserção de colaboradores diversos, únicos e compatíveis com o seu negócio. Mas é sempre importante ter em mente que não existe desenvolvimento de talentos sem aderência à cultura, geral da empresa ou específica da área. Então, vamos colocar o Fit Cultural em prática!

Match: empresa, cultura e fit de um candidato

O Match entre a empresa, sua cultura e o candidato garante a harmonia de valores, crenças e personalidade entre o contratante e o contratado. Esse alinhamento constrói um ambiente de trabalho propício para o desenvolvimento do potencial pleno dos seus colaboradores e, consequentemente, da empresa.

Então, esse processo de Match e Fit entre empresa e candidato é a parte mais importante do recrutamento, pois garante: comprometimento, motivação, clareza, harmonia, ou seja, um clima organizacional de bem-estar e produtividade.

Por isso, foram desenvolvidas inúmeras ferramentas de mapeamento de Fit Cultural para tornar mais simples e eficiente todo esse processo. Para tanto, são voltadas ao setor de RH. Ainda, muitas delas estão relacionadas à inteligência artificial para tornar as conexões mais rápidas e resultados mais certeiros.

Essas facilidades tornam o Fit Cultural simples, eficaz e indispensável, pois gera inúmeros benefícios às empresas quando aplicado.

Benefícios da prática de Fit Cultural

A definição de Fit Cultural já o torna essencial e já demonstra seus benefícios nas empresas. Mas ainda é possível pensar em mais vantagens de sua aplicação. Dentre elas, citamos:

  • aumento da motivação e do envolvimento dos colaboradores;
  • mais disposição dos funcionários para atingir os objetivos e contribuir com a missão da empresa;
  • atuação dos colaboradores de maneira mais ativa, participativa e estratégica para o crescimento da empresa;
  • construção dos colaboradores como embaixadores da marca empregadora, o que contribui para a aquisição de talentos;
  • organização de um time mais maduro e coeso. Isso garante que diferenças e conflitos pessoais e profissionais se tornem mais fáceis de resolver, já que os valores são semelhantes;
  • diminuição de custos com incompatibilidade e menos estresse por conflitos;
  • aumento da produtividade e crescimento mútuo;
  • diminuição da rotatividade (turnover) e, portanto, minimização de gastos com recrutamento e seleção;
  • retenção de talentos.

Passo a passo de um Fit Cultural eficiente

Para desenvolver um Fit Cultural eficiente para a sua empresa, é fundamental seguir algumas estratégias gerais, que vão tornar os processos mais simples e estruturados, de acordo com a cultura do seu negócio. Por esse motivo, separamos algumas sugestões base para vocês aplicarem passo a passo. Confira!

Existem três etapas macro para colocar em prática o seu Fit Cultural: Formulação da sua Cultura Organizacional | Processo de recrutamento e seleção | Onboarding dos colaboradores.

Toda a empresa deve estar aberta a esses passos, porém o setor principal responsável pela execução do Fit Cultural é o RH. Então, seja você profissional de Recursos Humanos ou não, continue por aqui para entender essa mega ferramenta!

Formulação da sua Cultura Organizacional

Pesquisa de Clima e Cultura Organizacional

Identifique e sistematize quais são os valores que a sua organização quer alcançar e como ela deseja se desenvolver para atingir esse objetivo. Para tanto, observe e converse com os seus colaboradores e lideranças para que fique claro esses pontos, suas aplicações e possíveis reparos necessários.

Análise de características e valores da empresa

Analise as características da empresa em relação à liderança, tomada de decisões, comunicação interna, abertura à inovação e mudanças, além de aprendizado e desenvolvimento. Identifique valores e missões, reconhecendo suas relações e complementaridades.

Mapeie e identifique as lacunas

Mapeie e identifique lacunas da sua cultura organizacional, como atitudes e crenças não reconhecidas ou incompreendidas pelos colaboradores. Esse é o momento em que o setor de Recursos Humanos deve propor melhorias e reformulações.

Documente sua cultura: Culture Code

Depois da pesquisa, estruturação e mapeamento, está na hora de documentar sua cultura organizacional e formular o seu Culture Code (código de cultura). Este documento deve apresentar, de maneira objetiva, acessível e clara, os seguintes pontos:

  • missão da empresa;
  • valores fundamentais a serem respeitados;
  • guias de como trabalhar e viver de acordo com os valores da empresa;
  • principais tradições e crenças compartilhadas.

Não se esqueça de divulgar o Culture Code para toda empresa, sempre o reforçando em caso de algum conflito e também com a entrada de novos parceiros.

Processo de Recrutamento e Seleção de candidatos pelo Fit Cultural

Página de Carreiras

Após a compreensão da cultura organizacional da empresa é necessário transmitir as principais ideias do Culture Code na página de carreiras da organização. A página de recrutamento é o principal ponto de conexão entre a cultura da empresa e os candidatos. Trata-se da primeira visão dos candidatos sobre o seu negócio, portanto, o primeiro filtro de compatibilidade.

Lembre-se de colocar vídeos, depoimentos e conteúdos que divulguem o Culture Code e trabalhe a marca empregadora da empresa logo na página de carreiras. Explore isso ao máximo!

Descrição da Vaga

Para além da página de recrutamento, é preciso cuidar atentamente também da descrição da vaga disponível na sua empresa. Então, detalhe profundamente e de maneira clara as soft skills necessárias, as competências específicas da área e pontos importantes de conexão com o Culture Code. 

Caso queira saber mais sobre como descrever os cargos disponíveis da sua empresa de maneira coerente e mais assertiva, temos um outro artigo que aprofunda ainda mais sobre o tema e, ainda, mostra uma série de modelos e exemplos!

Teste de Perfil e Comportamental

Até aqui, o processo de seleção ainda não foi iniciado. Todos os passos anteriores fazem parte da preparação da base da cultura organizacional e dos primeiros filtros da seleção. A partir deste item, adentraremos no processo seletivo de fato e veremos como torná-lo fonte de Fit Cultural eficiente.

primeiro passo para um processo seletivo que inclui o Fit Cultural é o Teste de Perfil e Comportamental. Ele é importante para avaliar padrões de comportamento, perfis, além de zonas de conflito e compatibilização. Ainda, são responsáveis pela abertura de portas da empresa para talentos diversos, com inclusão e amplitude da empregabilidade.

Tantas funções fizeram com que os testes de perfil, atualmente, contem com a ajuda da inteligência artificial que conecta dados, habilidades e competências, construindo um funil dessas informações.

Mas para o teste de perfil ser coerente e eficiente é importante que em cada processo de recrutamento se estabeleça os seus objetivos de maneira clara. Normalmente, os testes de perfil comportamental são questionários que disponibilizam uma série de dados complexos.

Então, procure ferramentas que automatizem a leitura e já realizem o Fit Cultural, como é o caso do Profiler, software da Sólides. 

Entrevista Comportamental e Avaliação de Competências:

Apesar de completo, o Teste de Perfil não pode ser o único a construir o Fit Cultural da empresa e do candidato. Na verdade, ele deve se somar à Entrevista comportamental/Avaliação de competências e à análise do Histórico de Trabalho.

A entrevista comportamental tem o objetivo de aprofundar sobre o perfil do futuro colaborador, entendendo suas habilidades, atitudes, comportamentos e adaptabilidade em diferentes situações do dia a dia do trabalho na empresa.

Assim, é importante que o entrevistador, ligado ao setor de Recursos Humanos, tenha um roteiro básico, objetivo e produtivo, conectado à cultura organizacional e às demandas específicas da vaga.  

Nesse sentido, evite perguntas inconscientes e com respostas implícitas. Realize perguntas situacionais, que busquem experiências passadas do candidato, cavando confirmações e contradições do teste de perfil.

Desse modo, são bem-vindas perguntas e questões como:

  • você prefere trabalhar sozinho ou em equipe? Por quê?
  • qual tipo de ambiente de trabalho em que você é mais produtivo?
  • como você prefere receber feedback?
  • o que você espera alcançar no seu primeiro semestre aqui?
  • o que faria você sair do emprego no primeiro mês?
  • como você motivaria sua equipe em um projeto desafiador?
  • o que você gosta em seu emprego atual (ou anterior)?
  • você já considerou uma política da empresa injusta ou ineficiente? Em caso afirmativo, qual e por quê? O que você fez?
  • seu gerente lhe deu uma extensa tarefa no final do dia. Como você responderia?
  • como você se sente em um dia de trabalho com muitas pessoas agitadas ao seu redor?
  • se o seu superior solicitasse uma demanda, fora do que está estabelecido como suas atividades, o que você faria?
  • se você presenciasse um conflito na empresa, qual seria a sua atitude?
  • o que você faria para motivar sua equipe, uma vez que precisa dela para finalizar sua tarefa?
  • se você visse um colega de trabalho fazendo algo que fere as normas da empresa, o que faria?

Análise do Histórico de Trabalho

currículo do candidato é muito importante para entendermos as habilidades, competências e experiências profissionais que ele apresenta. Mas no caso do Fit Cultural, é necessário observar outras questões.

Verifique as empresas e organizações por onde ele já passou, identifique semelhanças e diferenças nos valores das empresas anteriores com o seu negócio. Lembre-se que muitos dos insucessos e da não permanência dos colaboradores estão relacionados com a falta de Fit Cultural.

Ainda, identifique possíveis conflitos e converse com o seu candidato sobre isso, o que vai ajudar bastante na compreensão do perfil e das expectativas do futuro colaborador.

Onboarding do colaboradores e Avaliação do Fit Cultural

Análise do perfil do candidato e materialização do Fit Cultural

Após a execução desses três processos no recrutamento: entrevista comportamental, teste de perfil e análise de currículo, está na hora de relacioná-los.

Se ainda não está claro o encaixe perfeito entre o contratante e o contratado, considere as dinâmicas de grupo para acrescentar mais um elemento de análise. A dinâmica de grupo demonstra a personalidade na prática ao simular os obstáculos do dia a dia. Mas é importante ter um objetivo específico e fundamentado para a dinâmica ter foco.

Onboarding e Introdução Cultural

Após a contratação, os colaboradores recém-chegados apreciam a atenção ao introduzi-los ao Culture Code, pois é um momento importante de identificação, aprofundamento e uma abertura para as dúvidas. Então, não se esqueça: o Onboarding é muito importante para o fechamento de sucesso do Fit Cultural.

Com tantas informações, você já consegue aplicar cada uma dessas estratégias gerais de maneira bem específica para a sua empresa e para o seu processo de recrutamento. O Fit Cultural é chave para a produtividade, atração e retenção de talentos, sendo cada um desses passos importantens para sua concretização.

Portanto, não se esqueça de cada uma das etapas, o que inclui seu fechamento: Onboarding. Se você quer saber mais sobre esse desenvolvimento e a conclusão do Fit Cultural, acesse o nosso e-book e entenda mais sobre o Onboarding digital!

5 1 vote
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments