logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Recrutamento e Seleção > Gamificação no recrutamento: entenda o que é e a sua importância

Sumário

Gamificação no recrutamento: entenda o que é e a sua importância

A gamificação no recrutamento é uma abordagem que utiliza elementos de jogos e técnicas de design de jogos para envolver e avaliar candidatos durante o processo de seleção e recrutamento de uma empresa.

A gamificação no recrutamento representa uma evolução significativa na forma como as empresas abordam o processo de seleção de talentos.

Esta técnica inovadora, que incorpora elementos de design de jogos em contextos não lúdicos, está reformulando o cenário do recrutamento, tornando-o mais dinâmico, envolvente e revelador. 

Neste artigo, exploraremos o que exatamente é a gamificação no recrutamento e por que ela se tornou uma estratégia crucial para empresas que buscam atrair e avaliar candidatos de maneira mais eficiente e precisa. Confira!

O que é gamificação no recrutamento e seleção?

Gamificação no trabalho, especialmente no contexto de recrutamento, é a aplicação de elementos e princípios de design de jogos em processos não-lúdicos, como a seleção e contratação de novos funcionários. 

Este conceito busca tornar o recrutamento mais interativo, envolvente e eficaz ao incorporar mecânicas de jogo, como pontos, níveis, desafios, feedback instantâneo e recompensas, para motivar e engajar os candidatos durante o processo de seleção.

A gamificação no recrutamento pode assumir várias formas, desde testes online que simulam situações reais de trabalho até atividades interativas que avaliam habilidades específicas e compatibilidade cultural. 

Estes jogos são projetados para oferecer aos recrutadores insights mais profundos sobre as competências, o estilo de trabalho e o potencial dos candidatos, além de fornecer uma experiência mais atraente para os participantes.

gestão por competências

Ao utilizar a gamificação, as empresas não só tornam o processo de recrutamento mais dinâmico e interessante, mas também podem melhorar a qualidade das contratações. 

Isso ocorre porque os jogos tendem a revelar habilidades e características dos candidatos que podem não ser tão evidentes em métodos de seleção tradicionais, como entrevistas e análises de currículo. 

Além disso, a gamificação pode ajudar a destacar a cultura da empresa e reforçar a marca do empregador no mercado competitivo.

Quais são os 5 tipos de gamificação?

Mão digitando em um teclado com gráficos de recrutamento virtual, indicando a aplicação de gamificação no recrutamento.

Existem cinco tipos principais de gamificação que se destacam no mundo corporativo e educacional, cada um com suas características e aplicações específicas:

  1. Gamificação com Foco em Recompensas: Este tipo utiliza recompensas como pontos, medalhas, ou emblemas para motivar e engajar os usuários.
  2. Gamificação Baseada em Progresso: Aqui, o foco está em mostrar aos usuários o seu progresso por meio de barras de progresso, níveis ou outras visualizações.
  3. Gamificação Social: Este tipo envolve elementos sociais, como competições, tabelas de classificação ou atividades de grupo.
  4. Gamificação Baseada em Narrativa: Neste método, uma história é usada para envolver os usuários. As tarefas ou desafios são apresentados como parte de uma narrativa maior, tornando a experiência mais imersiva e interessante. Isso é particularmente eficaz para treinamentos e aprendizado, onde a história pode ser usada para contextualizar e dar significado às atividades.
  5. Gamificação para Exploração e Experimentação: Este tipo incentiva os usuários a explorar e experimentar.

Cada um desses tipos de gamificação tem o potencial de transformar atividades rotineiras ou educacionais em experiências mais envolventes e motivadoras, aproveitando os aspectos lúdicos dos jogos para atingir objetivos específicos em diversos contextos.

O papel da Gamificação no processo de recrutamento!

Mão digitando em um teclado com elementos visuais de gamificação, simbolizando o uso de jogos no processo de recrutamento.

O processo seletivo para entrar em qualquer empresa já é algo que estimula bastante nervosismo e ansiedade.

A gamificação no processo de recrutamento tem como objetivo deixar tudo um pouco mais leve e descontraído.

Além disso, é extremamente frustrante selecionar e aprovar o candidato que a priori se encaixaria com a vaga, mas a longo prazo não deu match com a cultura organizacional da empresa ou as especificidades do cargo. 

A gamificação no processo de recrutamento é uma excelente opção para quem deseja descobrir talentos novos para a empresa, além de atrair candidatos qualificados.

É possível também testar o candidato de forma prática e metrificada, extrair informações verdadeiras e observar como o candidato simula o cargo a ser ocupado. 

Existe uma técnica cada vez mais presente nos RH das empresas chamada Gamification que utiliza dinâmicas de diversas situações para que os candidatos vençam, que estimula passar para a próxima fase, acumular pontuação e ganhar um prêmio. 

A ideia ganhou popularidade em 2010 quando começou a ser usada por empresas no Vale do Silício e já foi pauta de diversos TED talks. 

É interessante relembrar que a gamificação no recrutamento difere da forma tradicional de recrutamento, onde há uma uma triagem, avaliação de currículos e entrevistas, testes psicológicos… parece algo mecânico e com pouca assertividade. Porque é. 

Essa tradição permite que o funcionário seja demitido voluntário ou involuntariamente depois de meses na empresa. Mas como evitar isso? Continue conosco! 

O que é uma Gamificação e como funciona? 

Uma gamificação é uma sequência de dinâmicas e jogos estratégicos para motivar os participantes a engajar ainda mais com a cultura da empresa em processos corporativos. 

A gamificação pode ser estruturada em forma de jogos, tanto virtuais como presenciais, e precisa desenvolver determinada competência no candidato.

Esse conceito utiliza de teoria, mecânica e design para envolver os participantes. 

Com isso, o processo seletivo tradicional além de seguir roteiros planejados,  proporciona respostas decoradas e muitas vezes inventadas.

Já nos modelos modernos da gamificação é possível avaliar competências que tradicionalmente não se avalia, como criatividade, inovação, inteligência emocional, resolução de problemas de forma assertiva e soft skills. 

Quais são os benefícios da Gamificação no recrutamento?

Homem observando um mural com desenhos relacionados a gamificação no recrutamento, incluindo ícones de cérebro, engrenagens e troféus.

Muitos devem pensar que uma gamificação pode ser somente jogos, mas na realidade a coisa é muito séria. Acompanhe o quão vantajoso pode ser essa ideia para sua empresa!

Saiba mais: Confira nosso curso 100% gratuito sobre Recrutamento e Seleção: Introdução e Tendências e e esteja totalmente preparado para impulsionar suas práticas de R&S ao próximo nível!

Processo mais dinâmico e verdadeiro

Não necessariamente é preciso excluir alguns métodos tradicionais que funcionem na sua empresa, aliando as entrevistas e o que de seu maior agrado às técnicas da gamificação os resultados podem ser incríveis. 

No que diz respeito às dinâmicas, os processos de triagem ficam mais divertidos, espontâneos e verdadeiros até mesmo para o recrutador. 

Ainda assim, os candidatos têm a possibilidade de entender até mesmo como a empresa funciona de forma prática e se sentir ainda mais motivado a ingressar. 

Aumenta o engajamento dos candidatos

Quanto mais engajado a pessoa está na gamificação no processo de recrutamento, mais vontade ela tem de trabalhar na sua empresa e fazer parte de grandes inovações e mudanças. 

Por conter bastantes jogos atuais tudo fica mais leve sem perder a qualidade.

Com isso os candidatos sentem vontade própria em dar o máximo de si, potencializando ainda mais as chances de você encontrar a pessoa certa para a vaga certa. 

Coleta de dados objetivos 

Visto que, atualmente, muitos processos seletivos estão sendo realizados virtualmente, há uma quantidade infinda de softwares desenvolvidos, e sendo desenvolvidos, a partir de inteligência artificial para coletar dados cada vez mais objetivos e detalhados dos usuários.  

Dessa forma, a tomada de decisão fica extremamente assertiva, é claro que com uma margem de erros, mas baseada em dados, para recrutar o melhor candidato.   

Candidatos a emprego engajando com ícones de mídia social virtuais, simbolizando a gamificação no processo de recrutamento.

Economia de tempo 

Testar a capacidade dos candidatos através da gamificação pode te economizar umas boas horas do seu dia e o melhor de tudo, ainda pode economizar seu dinheiro.

Processos longos e custosos podem ser substituídos por jogos para ver quem é o candidato mais rápido, por exemplo. 

Sua empresa em destaque

 A gamificação em processos de recrutamento está cada vez mais em ascensão e ao implementar esse conceito na sua empresa mostra que você está antenado às tendências e acompanha o mercado de trabalho. 

Para selecionar o  melhor candidato você precisa oferecer a melhor organização. Estar atento ao que o funcionário precisa, investir em capital humano, e estar em constante evolução já é uma grande oferta. 

Assim, a sua reputação cresce entre as marcas e tanto os candidatos aprovados quanto os que não foram, podem promover sua ideia. Começou a se interessar pela ideia? Ainda tem muito mais!

Veja também:

3 maneiras de aplicar uma gamificação no recrutamento

Até aqui imagino que tenha entendido as vantagens para se aplicar uma gamificação nos processo de recrutamento e o porquê, mas agora te apresento como aplicar essa ideia. 

1. Jogos Interativos

Esses recursos são muito utilizados porque ajudam o candidato a simular a função que irá ocupar, entender a política interna da organização com a relevância de suas competências. 

2. Competições Criativas 

Através de competições criativas é possível analisar as melhores ideias, os melhores cases, e a rapidez do funcionamento. Pode ser aplicado o que é mais valioso para a empresa.

3. Apresentação Dinâmica

A apresentação pessoal de um candidato é muito importante e pode ser um momento de insegurança e pressão. Pense se não seria mais interessante fazer com cartas relacionadas às competências pessoais, quebrando assim aquele discurso formal e deixa o candidato mais à vontade. 

Conclusão

Em conclusão, a gamificação no recrutamento ativa e transforma o processo de seleção, tornando-o mais interativo e envolvente tanto para os candidatos quanto para os recrutadores. 

Ao adotar a gamificação, as organizações podem atrair talentos de maneira mais eficaz, aumentar a precisão de suas contratações e destacar-se no mercado competitivo. 

A gamificação no recrutamento é, portanto, uma ferramenta poderosa que alinha a tecnologia, a inovação e a psicologia humana para revolucionar a maneira como as empresas identificam e atraem os melhores talentos.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Assine a nossa Newsletter