logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Gamificação no RH: como implementar na sua empresa

Sumário

Home > Artigos > RH na Prática > Gamificação no RH: como implementar na sua empresa

Gamificação no RH: como implementar na sua empresa

O gamification é uma pratica que vem crescendo muito dentro das empresas. É um método de recompensar colaboradores por suas ações de uma maneira dinâmica.

O que é gamificação no RH? Para quem ainda não está familiarizado com a terminologia, é uma prática de gerar retorno, premiações e/ou benefícios para os usuários, clientes ou funcionários executando tarefas de acordo com o estipulado, um tipo de “passar de fase”.

Gamification como ferramenta de motivação para compras no varejo digital, engagement para fidelização do consumidor e práticas educacionais não são mais novidade.

Waze e os usuários colaborativos no trânsito, Duolingo e o ensino de idiomas, Starbucks Reward são exemplos reais de sucesso da prática com consumidores, sem deixar de citar o estrondoso sucesso do PokemonGo e seus gamers.

A resposta para alguns incentivos é grande, incentivos muitas vezes dentro da própria plataforma.

O que é a gamificação no RH?

Mão digitando em um teclado com ícones de gamificação flutuando acima, representando a gamificação em recursos humanos.

Recursos Humanos para melhorar o engajamento, a motivação e a eficiência dos processos. Essa estratégia utiliza mecânicas de jogos, como pontuação, competições, recompensas e feedback imediato, para tornar atividades do RH mais atraentes e interativas. 

No âmbito da gamificação no RH, a transformação de atividades como treinamentos, recrutamento, avaliações de desempenho e desenvolvimento profissional em experiências mais envolventes ocorre.

Essa abordagem busca não apenas aumentar a participação dos funcionários, mas também coletar dados valiosos sobre seu comportamento e competências, melhorando assim as decisões e políticas de RH.

Banner artigo_Material-O Novo RH

O que é gamificação no recrutamento e seleção?

A gamificação no recrutamento e seleção, dentro do contexto do RH, transforma o processo de contratação ao integrar elementos de jogos.

Esta abordagem aplica mecânicas como missões, desafios, pontuações e feedbacks imediatos para tornar o recrutamento mais dinâmico e envolvente. 

Ao utilizar a gamificação no RH, as empresas tornam as etapas de seleção de candidatos mais interativas, o que não só melhora a experiência do candidato, mas também fornece insights mais profundos sobre suas habilidades e compatibilidade. 

Este método inovador no recrutamento e seleção ajuda a atrair talentos de maneira eficaz, aumentando a precisão das contratações e fortalecendo a marca empregadora no mercado competitivo.

Veja também:

Como aplicar a gamificação na empresa?

O primeiro ponto a desenvolver na estratégia de implantação é definir quais serão as áreas na empresa que participarão, realizando assim um piloto.

Fazer um “BigBang” para todas as tarefas e todas as áreas tem pouca ou nenhuma chance de se concretizar.

Posteriormente cada área participante terá suas tarefas rotineiras mapeadas, mas isso não basta.

É necessário envolver o desenvolvimento, metas, treinamentos e gaps a serem trabalhados para que o profissional “finalmente passe de fase”.

Também é necessário levantar quais são as premiações intermediárias motivacionais que seriam relevantes para a equipe.

Para o levantamento das atividades, definição de gatilhos e recompensas, nenhuma área teria mais trânsito que o RH posicionado estrategicamente já dominando as informações , ou ao menos, meios para as obtê-las.

O RH e o gamification

O engajamento da área de Recursos Humanos neste perfil de projeto é essencial, isto se a própria demanda do projeto não se iniciar por iniciativa do RH.

Sufocados com demandas de Recrutamento, DP, Benefícios, muitas vezes os profissionais da área não participam, não provocam ou não são provocados a pensar como será o futuro do trabalho na Organização e no Mercado de Trabalho.

Alienados a avaliações obsoletas, ferramentas ultrapassadas e operações maçantes constituem um ciclo vicioso que o RH deve romper, iniciando com a apresentação de alternativas inovadoras e criativas para o negócio.

No mundo ideal, ferramentas tecnológicas, consultorias estratégicas e equipes especializadas compõem o cenário para desenvolver a prática nas empresas.

Nada melhor do que começar com práticas inovadoras, de baixo custo como uma simples planilha em um plano de incentivo para os profissionais que concluírem os treinamentos necessários para sua função atual, se aliar a área de vendas para desenvolver em conjunto uma campanha de incremento às vendas.

Dificilmente será orçada verba para este fim, a menos que o retorno sobre investimento seja provado através de um projeto bem estruturado.

Saiba mais: confira nosso curso sobre Jornada do DP – Departamento pessoal de A a Z e aprofunde no cotidiano do DP, compreendendo suas principais atribuições. 100% gratuito!

Exemplo de gamificação no RH

Figuras humanóides em um tablet com redes de conexão simbolizando a gamificação no RH contra um fundo de mapa-múndi.

A implementação da gamificação no RH traz uma série de exemplos inovadores que revolucionam os processos tradicionais de gestão de pessoas. Alguns desses exemplos incluem:

  • Recrutamento Interativo: Empresas utilizam plataformas de jogos para simular cenários de trabalho reais.
  • Treinamento e Desenvolvimento: Jogos de simulação são aplicados para treinar funcionários em habilidades específicas. Estes jogos oferecem cenários práticos e feedback imediato, facilitando a aprendizagem e a retenção de conhecimento.
  • Engajamento e Motivação dos Funcionários: Programas de gamificação incentivam a participação dos funcionários em atividades da empresa. Sistemas de pontos, tabelas de classificação e recompensas digitais ou reais são usados para reconhecer conquistas e incentivar a produtividade.
  • Avaliação de Desempenho: Jogos que medem o desempenho em tarefas específicas ajudam na avaliação objetiva dos funcionários.
  • Bem-estar e Saúde Mental: Aplicativos gamificados promovem hábitos saudáveis e bem-estar entre os funcionários.
  • Integração de Novos Funcionários: Jogos de integração ajudam novos funcionários a se familiarizarem com a cultura da empresa, políticas e colegas de trabalho de maneira divertida e menos intimidadora.
  • Comunicação Interna: Plataformas gamificadas melhoram a comunicação interna, incentivando os funcionários a compartilhar ideias, colaborar em projetos e participar ativamente da vida corporativa.

Portanto, ao aplicar a gamificação no RH, as empresas conseguem aumentar o engajamento dos funcionários, melhorar a atmosfera de trabalho e fortalecer a cultura organizacional.

Por que a gamificação no RH é tão efetiva?

Espaço de trabalho caseiro desorganizado, com computador e itens de escritório espalhados, representando desafios da gamificação no RH para engajar remotamente.

A gamificação no RH é efetiva por várias razões. Principalmente porque alinha os interesses dos funcionários com os objetivos da organização de uma maneira envolvente e motivadora.

Aqui estão os principais motivos que tornam a gamificação no RH tão eficaz:

  • Aumento do Engajamento: Elementos de jogo, como competições, recompensas e metas claras, capturam a atenção dos funcionários e mantêm-nos envolvidos. 
  • Melhoria na Retenção de Informações: A gamificação torna o aprendizado mais interativo e prazeroso, o que pode aumentar a retenção de informações.
  • Feedback Instantâneo: Jogos fornecem feedback imediato, permitindo que os funcionários compreendam suas forças e áreas de melhoria rapidamente. 
  • Fomenta a Competição Saudável: A gamificação cria um ambiente de competição saudável que pode impulsionar a produtividade. 
  • Promove o Bem-Estar e o Equilíbrio Trabalho-Vida: Jogos que focam em bem-estar e saúde incentivam os funcionários a adotarem estilos de vida mais saudáveis, o que pode levar a menos dias de doença e maior satisfação no trabalho.
  • Integração e Cultura Organizacional: A gamificação pode facilitar a integração de novos funcionários e fortalecer a cultura organizacional, transformando processos de integração e comunicação interna em experiências mais agradáveis e eficientes.
  • Dados Mensuráveis e Análises Aprofundadas: A gamificação gera dados que as empresas podem analisar para entender melhor o comportamento e as preferências dos funcionários, auxiliando na tomada de decisões estratégicas no RH.
  • Adaptação à Era Digital: Em uma era cada vez mais digital, a gamificação se alinha às expectativas dos funcionários, especialmente da geração mais jovem, que valoriza a inovação e a tecnologia no local de trabalho.

Desse modo, ao incorporar a gamificação nas estratégias de RH, as empresas não só melhoram seus processos internos, mas também criam um ambiente de trabalho mais dinâmico, colaborativo e satisfatório para todos os envolvidos.

Quais os tipos de gamificação no RH

Dois profissionais de RH se cumprimentando com um aperto de mãos em um escritório, com a equipe ao redor.

Os tipos de gamificação variam conforme o objetivo e o contexto em que são aplicados. Cada tipo traz uma abordagem única para engajar e motivar os usuários, seja no ambiente corporativo, educacional ou em outras áreas.

Aqui estão alguns dos tipos mais comuns de gamificação:

  • Gamificação com Foco em Recompensas: Este tipo utiliza recompensas tangíveis ou intangíveis, como pontos, medalhas, emblemas, ou recompensas reais para motivar os usuários. 
  • Gamificação Social: Inclui elementos como tabelas de classificação, competições e interações sociais. Este tipo aproveita a natureza competitiva e colaborativa dos indivíduos para aumentar o engajamento e a participação, estimulando a interação entre os usuários.
  • Gamificação Baseada em Progresso: Aqui, o progresso do usuário é explicitamente visualizado, por exemplo, através de barras de progresso, níveis ou conquistas.
  • Narrativa e Gamificação Baseada em História: Utiliza elementos de narrativa para envolver os usuários em uma história.
  • Gamificação Baseada em Exploração: Encoraja os usuários a explorarem e descobrirem novos conteúdos ou experiências por conta própria.
  • Gamificação para Aprendizado e Educação: Especificamente projetada para ambientes educacionais, este tipo foca em tornar o aprendizado mais divertido e interativo. Inclui desafios, puzzles e quizzes que transformam conceitos educacionais em atividades lúdicas.
  • Gamificação para Saúde e Bem-Estar: Visa incentivar hábitos saudáveis e promover o bem-estar físico e mental. Inclui desafios relacionados à atividade física, nutrição, meditação, entre outros.
  • Gamificação Corporativa: Aplicada no contexto empresarial, esta gamificação visa melhorar o desempenho dos funcionários, incentivar a colaboração, treinamento, inovação e melhorar a cultura organizacional.

Assim, cada tipo de gamificação tem o potencial de transformar atividades comuns em experiências mais envolventes, proporcionando maneiras criativas e eficazes de motivar e engajar os usuários em diferentes contextos.

YouTube video

Conclusão

A gamificação no RH representa uma poderosa ferramenta para transformar e revitalizar as práticas de gestão de pessoas nas organizações. 

Ao injetar elementos lúdicos em processos tradicionalmente rotineiros, como recrutamento, treinamento, avaliação de desempenho e bem-estar, a gamificação aumenta significativamente o engajamento, a motivação e a satisfação dos funcionários. 

Assim, adotar a gamificação no RH não é apenas sobre tornar o trabalho mais divertido.

É uma estratégia inteligente para alinhar os objetivos dos funcionários com os da organização, fomentando um ambiente de trabalho mais dinâmico, produtivo e harmonioso.

Assine a nossa Newsletter