Artigos

Gestão de Pessoas: o que faz ele o principal curso de ensino superior tecnólogo do Brasil?

O Censo da Educação Superior 2018 (levantamento de dados das instituições de ensino superior brasileiras, sejam públicas ou privadas), realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apurou que o curso de Gestão de Pessoas foi o tecnólogo com maior número de alunos naquele ano, tendo em ambas as modalidades, presencial e a distância (EAD), mais de 100 mil estudantes matriculados no curso, naquele ano. 

Isso também se reflete em outros lugares, como no Quero Bolsa, plataforma de bolsas de estudo e vagas no ensino superior. Lá a graduação também teve muita procura. Ela ficou em primeiro lugar entre os tecnólogos, com 18% do total das buscas realizadas no site durante o mesmo período

O que faz o curso de Gestão de Pessoas ser tão procurado assim? O que atrai tanto nessa área? Vamos falar sobre isso ao longo deste texto, falando como funciona, por que ele vem sendo o sonho de muitos alunos e como ele pode ser uma boa alternativa de colocação no mercado de trabalho. 

Nova call to action

Primeiro, por que o curso é tão procurado?

Existe uma resposta muito simples para tanta procura para o curso de Gestão de Pessoas: há muita demanda para profissionais qualificados nessa área no mercado de trabalho. 

Não importa se o inteiro seja liderar uma equipa em qualquer parte da empresa, ou seja para atuar no setor de Recursos Humanos da organização, lidando com todos os colaboradores da empresa nos mais diferenciados setores, o profissional que tem uma boa base na gestão de pessoas vai ser altamente requisitado.

Cada vez mais, as empresas passam a perceber que o capital humano é o mais importante da organização e que manter talentos satisfeitos e retê-los pode ser o que vai separar uma empresa do sucesso ao fracasso.

Como andam as contratações a remuneração das carreiras de recursos humanos?

É importante, antes de mais nada, entender qual é o comportamento do mercado para quem trabalha com recursos humanos. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), entre janeiro e agosto de 2020,apontam que foram contratados 9.879 novos profissionais com ensino superior para o cargo de Analista de Recursos Humanos no Brasil. Mas, foram desligados outros 10.895, gerando um saldo negativo de 1.018 (ou seja, foram postos de trabalho que foram fechados).

O contexto atual também contribui. Diversas empresas entraram em uma política de corte de gastos, se preservando durante a pandemia do coronavírus. Assim, dessa forma, quando tudo se normalizar, é esperado que o mercado volte a aquecer. Entre os contratados, a remuneração média foi de R$ 3841,16, segundo também informa o Caged.

Existe o risco mercado de trabalho pode ficar saturado?

Se você tem medo do mercado ficar um pouco saturado, acho que não precisa se preocupar. Quem se forma em Gestão de Pessoas consegue atuar em várias funções dentro dos times de Recursos Humanos. 

O profissional ainda pode atuar gerenciando equipes multidisciplinares dos mais variados setores das empresas. O formado é, assim, muito valorizado no mercado, existem diversas oportunidades para quem sai com o diploma da graduação. 

Por fim, é importante que ele esteja preparado para a revolução tecnológica que acontece no mercado de RH. Com a introdução forte do recrutamento e seleção via redes sociais e da popularização do people analytics (análise do clima organizacional via uma quantidade massiva de dados), o profissional tem que estar em constante aprendizado para não ser ultrapassado no mercado. 

Qual o objetivo do curso de Gestão de Pessoas?

O curso é de formato tecnólogo com duração média de 2 anos (de menor tempo e investimento demandado por parte do aluno). Com dois objetivos muito claros:

  • Profissionalizar o estudante para conseguir gerenciar equipes multidisciplinares;
  • Fazer com que ele saia da graduação apto para tratar dos Recursos Humanos na organização em que estiver inserido. 

O curso tem uma relação direta com o de Gestão de Recursos Humanos, são duas formações que compartilham a mesma estrutura, com a nomenclatura mudando de uma instituição para outra. 

A grande diferença das duas é que o curso de Gestão de Pessoas, às vezes, é focado para quem trabalha em setores diferentes e quer gerenciar times. Já o curso de Gestão de Recursos Humanos é focado, exclusivamente, neste setor, formando profissionais mais especialistas nisso. 

Como funciona o curso de Gestão de Pessoas?

O curso de Gestão de Pessoas tem uma estrutura dividida em duas partes distintas. Nos dois primeiros semestres do curso, o estudante vai encontrar disciplinas voltadas para o ambiente empresarial, trazendo todos os meandros do dia a dia de uma organização. 

Já nos dois últimos, o aluno vai aprender mais sobre os conceitos de Recursos Humanos em si, aprendendo a lidar com o ativo mais valioso dentro de uma empresa/organização: seus funcionários.

Assim, ao final do tecnólogo, o estudante conhecerá todos os processos de Gestão de Pessoas, desde recrutamento e seleção, passando treinamento e desenvolvimento, chegando até a avaliação do profissional. Ele se tornará um profissional especialista em lidar com o capital humano.

Como realizar o curso?

Depende do que você pensa em fazer. Se for realizar uma universidade privada, a principal forma de alcançar a tão sonhada vaga na faculdade é com vestibulares privados, próprios da instituição de ensino ou de provas que sirvam para várias delas. A maioria dos cursos de gestão de pessoas estão em instituições privadas, sendo, assim, uma das principais opções para quem quer entrar no mercado.

Entretanto, ainda é possível se formar em faculdades públicas. Nelas, o Enem é bem útil nesse processo, sendo a principal forma de acesso a universidades, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Muitas instituições o utilizam como nota no vestibular e o estudante ainda pode concorrer a uma bolsa de estudos via Programa Universidade para Todos (Prouni). Além disso, a nota do Enem também é base para pedidos de financiamento estudantil, que serve para que o estudante consiga custear sua graduação ao longo dos anos.

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments