Artigos

Gestão Do Tempo

Vivemos um tempo onde ninguém mais tem tempo. Falta de tempo para ler um livro, exercitar-se, namorar, ver os filhos. As pessoas não tem mais tempo para responder uma mensagem de duas linhas em uma rede social, ou mesmo um curto e-mail que enviou há dias. Quem nunca mencionou a frase “Não tenho tempo” em algum momento de sua vida?

Todo mundo parece estar sem tempo, mas quem, de fato, planeja os compromissos do dia a dia?

Se você deseja um novo emprego, pretende mudar de profissão, reorientar sua vida ou ascender profissionalmente, será necessário não só contar com sua criatividade, sua capacidade de trabalhar em equipe ou uma postura empreendedora. Entre tantas outras qualidades é indispensável que você aprenda a se planejar.

Uma pessoa me procurou para um processo de Coaching por estar há cerca de um ano desempregado. O primeiro passo foi investigar o cenário para começar a entender um pouco sobre seu perfil profissional, e, para minha surpresa, os elementos mais destacados eram uma formação acadêmica excelente, fluência em inglês e experiência considerável e incontestável em sua área de atuação.

A queixa principal baseava-se na sua percepção de pouquíssimos convites para entrevistas de trabalho e, segundo o próprio, “faltavam oportunidades no mercado de trabalho”.

Ao lhe questionar sobre quais eram os seus pontos fortes e fracos, o seu propósito e como enxergava sua missão de vida, notei sua grande dificuldade em expressar claramente a visão que tinha de si mesmo, logo, percebi que seria através do autoconhecimento que poderia ajudá-lo inicialmente. Essa pessoa precisava muito trabalhar sua autoconsciência, pois uma vez que tivesse melhor compreensão de seus pontos fortes e fracos, seria capaz de alavancar suas forças e desenvolver-se.

Concluída esta etapa, ele continuava a se lamentar e a ausência de convites para entrevistas nitidamente começava a impactar sua auto estima, pois temia que o sonho que partilhava com sua noiva de comprar uma casa para enfim se casarem talvez não se concretizasse.

Ao responder minha indagação a respeito de quanto tempo por semana dedicava-se na busca de oportunidades nos sites de emprego, o quanto se comunicava com amigos, conhecidos, familiares, rede profissional de networking, ou seja, o quanto ele “declarava” para as pessoas e para o mundo que estava buscando um emprego, foi cristalina a conclusão que chegamos: Ele ao invés de usar o seu tempo na procura de um emprego realizava tarefas para os seus familiares e amigos como ajudar a sua mãe na administração da casa, ensinar informática para uma amiga ou até mesmo se deslocar uma grande distância a pedido do seu tio, pois agora ele tinha “tempo” para isso. Convenhamos, é claro que é importante poder ajudar a mãe, a amiga e o tio, mas e você? Onde você fica no meio disso tudo?

Sem duvida, o ponto crucial é a não organização do seu tempo, e a sua falta nos impede de definir prioridades.

Precisamos gerir nosso tempo para termos equilíbrio em todos os setores de nossas vidas e atingirmos os resultados que desejamos, caso contrário, iremos patinar diante de tanta demanda e seremos meros espectadores dos acontecimentos do nosso dia a dia, lamentando insucessos e aumentando a sensação de frustação pelo que se imagina conquistar.

No processo de coaching, reorganizamos o seu tempo e depois de não mais que um mês ele conseguiu a posição que tanto desejava. Assim como ele, muitas pessoas têm dificuldades em dizer não e aceitam demandas, reuniões, conversas e projetos sem critérios.

No primeiro momento vale a pena questionar: qual a importância deste compromisso para a minha vida ou para o meu trabalho? Como isso afetará minhas relações? Por que eu estou fazendo isso? É importante poder ajudar, mas com absoluta certeza, foco é fundamental.

Shana Allevato Wajntraub
shana@eleverh.com.br

Crédito para o site da Ana Maria Braga. Artigo publicado em 05-02-2014. ©Ana Maria Braga

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of