logo svg rh portal
Pesquisar
Close this search box.
Início > Qualidade de Vida > Ginástica laboral: como beneficiar os colaboradores!

Sumário

Ginástica laboral: como beneficiar os colaboradores!

A Ginástica Laboral é uma prática de exercícios e atividades físicas considerados leves durante a jornada de trabalho, práticas para aliviar o stress, ansiedade e dores. A prática pode durar entre 5 a 10 minutos e é feita para o aumento de qualidade e motivação dos colaboradores da empresa.

O surgimento da necessidade da Ginástica Laboral no trabalho para os colaboradores se deu em meados da Revolução Industrial quando as atividades físicas no trabalho ficaram mais intensas e sistemáticas.

Neste mesmo período, vários funcionários relataram Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. 

A era moderna em que vivemos atualmente não melhorou muito essa situação, visto que trabalhos cada vez mais informáticos e tecnológicos causam sedentarismo e repetições de movimentos. 

Em decorrência disto, surge a necessidade do aumento e da disseminação das práticas da ginástica laboral nos locais de trabalho. Fique ligado para descobrir muito mais!

De onde surgiu a Ginástica Laboral? 

Os primeiros registros da prática da Ginástica Laboral foram em 1925 onde, na Polônia, os colaboradores se exercitavam, dando uma pausa no trabalho.

Já no Brasil, as primeiras práticas deram por volta de 1901, mas teve sua proposta publicada somente em 1973. 

Nessa época, algumas empresas investiram em opções como esporte e lazer para seus funcionários, como a Fábrica de Tecidos Bangu, antigo Banco do Brasil, que criou a Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB). 

No início da década de 70 a Escola de Educação Física propôs um documento relatando a prática de exercícios baseados em análises biomecânicas, Educação Física compensatória e recreação. 

Importantíssima para o cotidiano, a ginástica laboral faz parte do dia a dia de profissionais de grandes empresas.

Todavia, deveria ser ainda mais estimulada, para que todos os profissionais tirassem um tempo em suas jornadas de trabalho para praticar.

Afinal, o corpo precisa de cuidado dentro de uma jornada de 6 ou 8 horas seguidas de trabalho.

E quem entende o poder de fazer ginástica laboral todos os dias, colhe como resultado uma rotina muito mais saudável e de bem-estar.

Além disso, a boa notícia é que a atividade é feita no próprio espaço em que o profissional trabalha, usando a cadeira e outros itens do escritório para ajudar na movimentação do corpo.

Portanto, não é preciso ter nenhum grande investimento para que a ginástica laboral faça parte do cotidiano de sua equipe.

O que é ginástica laboral?

A Ginástica Laboral consiste basicamente em exercitar o corpo ao longo da jornada de trabalho.

São movimentos relativamente simples que podem ser feitos no tempo de 5 a 10 minutos. Dessa forma, é possível proporcionar uma melhor utilização da capacidade funcional através de alongamentos, prevenindo dores a longo prazo. 

Pode também ser realizado dinâmicas entre os funcionários para uma aproximação e melhor interação entre eles.

A ginástica laboral deve ser pensada e realizada de acordo com a realidade particular de cada funcionário e ser aprovada depois de uma avaliação criteriosa.  

O ideal é que a atividade seja presente em todas as empresas para que as equipes possam ter mais qualidade de vida no ambiente de trabalho.

Portanto, mesmo quem tenha uma empresa pequena pode adotar como cuidado a orientação da equipe.

De modo que, todos façam ginástica laboral diariamente, para que isso beneficie a saúde dos colaboradores.

O que é importante até mesmo para evitar que os funcionários sintam dores no corpo, que acabam impedindo a rotina habitual de trabalho.

Quais os benefícios da ginástica laboral? 

Conheça alguns dos principais benefícios da ginástica laboral no cotidiano de sua equipe:

  1. Previne e combate lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. 
  2.  Evita o sedentarismo, estresse, ansiedade e depressão.
  3. Melhora a flexibilidade, mobilidade e postura.
  4. Reduz a sensação de fadiga no final da jornada.
  5. Favorece o trabalho em equipe.
  6. Desenvolve a consciência corporal e as esferas psicológicas e sociais.

Portanto, são inúmeros benefícios que podem fazer parte da rotina dos profissionais e que afetam diretamente a performance.

O que faz com que os 5 a 10 minutos dedicados ao exercício durante o expediente tragam ótimo retorno para o profissional e para todo o negócio.

Uma vez que, colaboradores saudáveis rendem mais, entregam uma performance melhor e são capazes de contribuir com maior eficiência para o negócio.

Conjunto de fatores que devem sempre ser considerados quando os gestores implementam a ginástica como parte do cotidiano dos profissionais.

Afinal, a prática não deve ser vista como uma perda de tempo. Ao contrário, é importante perceber como um investimento que reduz as ausências na equipe, contribui para a performance e beneficia a todos.

Profissionais mais saudáveis são mais produtivos, conseguem entregar uma performance satisfatória e impactam positivamente no atendimento dos clientes.

Promoção de saúde: ginástica laboral no dia a dia

A competitividade, informatização e introdução de novas tecnologias têm cobrado um preço demasiadamente alto para alcançar os altos índices de produtividade e sucesso no mercado.

Dessa forma, os colaboradores de uma organização submetem-se às tarefas repetitivas e ao aumento do ritmo de trabalho, predispondo o desenvolvimento de doenças ocupacionais como:

  • Hipertensão arterial;
  • Doenças respiratórias crônicas;
  • Doenças do aparelho locomotor;
  • Distúrbios mentais;
  • Estresse.

Atualmente, há um crescente aumento de doenças no aparelho locomotor, em especial da LER (Lesões por Esforços Repetitivos) e DORT (Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho).

As LER/DORT podem gerar diferentes graus de incapacidade funcional, sendo considerado um dos mais graves e frequentes problemas no campo da saúde do trabalhador.

São doenças que atingem os músculos, tendões, nervos e ligamentos que podem ocasionar invalidez permanente.

Segundo os dados do Ministério da Saúde do Brasil, a LER representa 70% das doenças relacionadas ao trabalho, podendo causar o afastamento temporário, repetitivo e até definitivo, prejudicando a produtividade da organização.

Desse modo, uma forma de prevenir ou minimizar o processo de fadiga e problemas de saúde relacionados ao trabalho, é adotar a prática da ginástica laboral.

Uma vez que, a atividade irá promover relaxamento muscular e trazer benefícios de melhoria nas condições de qualidade de vida do trabalhador. Contribuindo positivamente para sua performance ao longo do expediente.

Qual a importância da ginástica laboral?

A ginástica laboral, uma vez que faz parte do processo ergonômico, proporciona a prática de atividades físicas no local de trabalho de forma voluntária e coletiva pelos funcionários na hora do expediente, ou seja, é um programa de prevenção, cujo objetivo é a promoção da saúde dos trabalhadores.

De acordo com a literatura, a ginástica laboral traz para os colaboradores melhora da autoimagem, redução das dores e estresse, melhoria do relacionamento interpessoal.

Além disso, a atividade contribui para o aumento da disposição e motivação para o trabalho, aumento da produtividade, diminuição da incidência de doenças ocupacionais, baixos custos com despesas médicas, redução dos números de erros e falhas.

Além disso, o cuidado com o próprio corpo ao longo do expediente evita que o profissional sofra lesões e se canse excessivamente.

Quem tem bons hábitos de postura, levanta um pouco após algumas horas de trabalho e se cuida diariamente não adoece com a mesma frequência daqueles que não adotam os mesmos hábitos.

Lesões por esforço repetitivo podem vir a trazer danos severos para os profissionais. Até mesmo, incapacitando para o desenvolvimento de um tipo de atividade ao longo do expediente.

Portanto, é interessante evitar que a situação se agrave sem qualquer necessidade.

Disponibilizar cartazes pela empresa com imagens de ginástica laboral exercícios, orientando como fazer os alongamentos é fundamental.

Dessa forma, a equipe poderá lembrar dos exercícios e evitar o adoecimento, ao reservar poucos minutos para a atividade todos os dias.

Ginástica laboral no home office

Com a popularização do home office muitos profissionais estão trabalhando por horas em posições inadequadas.

Seja por trabalhar ainda deitado na cama ou por não ter um ambiente adequado em casa, os profissionais acabam ficando muitas horas em posições desconfortáveis e prejudiciais.

O que muitas pessoas ainda não perceberam é que os hábitos ruins podem vir a cobrar a conta nos próximos anos.

Tendo em vista que, os movimentos repetitivos causam dores, desconfortos e podem lesionar músculos, tendões e ligamentos.

Muito embora não seja uma sobrecarga alta, a má postura é frequente e pode trazer problemas como hérnia de disco, dores nas costas e incapacidade de trabalhar.

Por isso mesmo, todos aqueles profissionais que atuam em home office precisam ter o cuidado de adequar o espaço de trabalho para que seja confortável para as horas trabalhadas.

Além disso, é necessário se policiar para que não fique inúmeras horas sentado na mesma posição, repetindo os mesmos movimentos.

Levantar a cada 1 hora trabalhada um cuidado interessante para que possa ativar a circulação do corpo e evitar problemas.

Uma simples caminhada pelo ambiente contribui para que a circulação das pernas e dos membros seja beneficiada.

Portanto, é um hábito que vale a pena. Até mesmo para fazer uma pausa rápida e ir ao banheiro, garantindo que consiga trabalhar a próxima hora com eficiência.

Gostou do artigo e pretende aderir a essa prática para os seus colaboradores? Então deixe seu comentário.

desenvolvimento e treinamento de pessoas
Assine a nossa Newsletter