Artigos

ESG e o impacto social negativo do Anywhere Office

anywhere office

*Por Marcio Bueno, Tecno-Humanista, Autor, Palestrante, Fundador e CEO da BE&SK, plataforma de conhecimento, empresa de formação corporativa e consultoria

As empresas estão brincando com coisa séria! Elas estão brincando com as pessoas, com aquelas que dizem, em sua grande maioria falsamente, que são o seu maior ativo. Você já ouviu falar em anywhere office? 

Nova call to action

Ultimamente é comum ver em redes sociais, executivos e pseudolíderes postando sua maravilhosa vida e como eles são cool.

Vejam alguns depoimentos sobre a cultura do anywhere office

“Estava de férias com a família nos EUA e peguei COVID. Como tinha que fazer a quarentena, decidimos ficar 3 meses por aqui, viajando pela costa Oeste dos EUA, ficando em AirBnB, passando dois ou três dias em cada cidade. Porque na minha empresa podemos trabalhar de qualquer lugar do mundo. Damos liberdade aos nossos colaboradores.”

“Hoje acordei com esta paisagem… Porque na [nome da empresa] o que importa é que você faça parte do nosso time, não importa de onde…”

E tem muito mais depoimentos…

O que talvez estes senhores não tenham pensado é: Quantos de seus colaboradores, mesmo tendo liberdade de movimento, podem se permitir trabalhando viajando durante 3 meses pelos EUA (com o dólar a R$ 5,00) ou acordar com vistas para o Oceano Pacífico, em um bangalô nas Ilhas Fiji?

Façam-me um favor!

Senhores executivos hipsters, não vendam um mundo idílico, proporcione-o ou calem-se. Eu não julgo nem questiono se você pode permitir-se esta vida, você terá mérito por isso e me alegro. Mas não venda a sua vida como se ela fosse padrão em sua empresa, porque não é.

Após uma análise pobre e rasa de custos, algumas empresas incentivam o anywhere office ou obrigam o Home Office para economizar o espaço físico, levantam a bandeira de que “este é o futuro” e vendem a seus colaboradores que é o melhor para eles. 

Segundo a empresa são só benefícios… 

Ter a liberdade de ir e vir, flexibilidade de horário, conciliação de vida privada e profissional.

A realidade é muito mais próxima a esta foto do que trabalhar com a brisa do mar fazendo ruído no microfone durante a vídeo…Sejamos sérios! Antes de encher o peito e dizer que o Home ou Anywhere Office é futuro, respondam estas perguntas:

anywhere office

1. A sua empresa realizou um assessment sério e profundo para analisar a maturidade de seus colaboradores para trabalhar em Home ou Anywhere Office?

2. A sua empresa criou uma política e deu treinamento para os colaboradores aprenderem a trabalhar em Home Office?

3. A sua empresa ajudou o colaborador a ter uma conexão decente e um ambiente adequado, luminoso, arejado e ergonômico em sua casa?

E uma longa lista de outros cuidados necessários para que o Anywhere Office seja eficaz.

Mas, ao invés de avaliar os impactos positivos e negativos do Anywhere Office, é mais fácil pagar de moderno, se auto convencer, ou auto enganar-se de que não é preciso fazer para dar liberdade. E para isso basta apoiar-se nas dezenas de estudos que mostram como aumentou a produtividade durante a pandemia com o Home Office.

Sim, é verdade! Claro que aumentou. Porque as pessoas tinham medo de ser mandadas embora em um período em que muitas empresas tiveram que reduzir o número de colaboradores. Porque elas almoçavam em 15 minutos e voltavam a trabalhar. Mas isso não é sustentável ao longo do tempo. E sinceramente, este é o menor dos problemas do Home Office.

Muitas pessoas se sentem inseguras em trabalhar sozinhas, longe do apoio e incentivo de seu líder. São sinestésicos e precisam de abraços, de contato, de feedbacks e de reforços positivos constantes.

 

modelos de feedback

 

Ah! Marcio, mas não estamos no jardim da infância! As pessoas devem ser profissionais e adaptarem-se a esta nova realidade…

Eu já ouvi várias vezes esta afirmação e não sei se é ignorância, falta de sensibilidade ou de visão. A primeira tem fácil solução, as outras duas são mais difíceis de resolver, mas também é possível.

Se você se diz ser uma empresa ESG, que se preocupe pelo impacto social, antes de ficar fazendo ações sociais de fachada, cuide de seus colaboradores, eles podem estar sofrendo.

Tudo o que fazemos é por e para pessoas, ou ao menos assim deveria ser. O ser humano é social, portanto separar-nos e estabelecer Home Office como padrão trará muitas consequências negativas às empresas.

  • Dar liberdade e flexibilidade aos colaboradores: OK!
  • Permitir conciliação de vida pessoal e profissional: OK!
  • Ser 100% Home ou Anywhere Office: Jamais!
  • Permitir que as pessoas decidam quando ir ao escritório: Não, por favor!

O bate-papo no almoço ou no café fazem mais para a formação de equipe de cem reuniões. A carona para o trabalho e compartilhamento de hobbies ao longo do dia integram mais de mil processos de onboarding.

Nós somos feitos de física e química! Nenhuma plataforma de assinatura eletrônica transmite a confiança de um aperto de mão.

Nenhum e-mail transmite a emoção de um olho no olho. Uma videoconferência não transmite a emoção de um abraço. É claro que são úteis e necessários, mas devemos usá-los com prudência.

As emoções são importantes para uma organização e cito um trecho do livro “Aprenda a criar riqueza sem gerar miséria com a Tecno-Humanização”.

Eu tenho feito esta pergunta a vários empresários e executivos: 

Você acha possível criar processos à prova de emoções de seus colaboradores?

O mais incrível é que alguns pensam que sim! Acreditam que, independentemente de quem o execute, será feito da mesma maneira. 

Querem ver um exemplo de como este é um pensamento equivocado? 

Um analista de crédito, aprova um crédito com o mesmo critério se na semana anterior o pai dele faleceu ou o filho dele nasceu? São emoções e estados de ânimo radicalmente opostos. 

Obviamente, o analista de crédito, ainda que imbuído de toda boa fé, profissionalismo e seguindo estritamente os processos, não analisaria o crédito com o mesmo critério. “

Se sabemos que as emoções são importantes, não a menosprezamos, não façamos com que nossos colaboradores se sintam diminuídos pela ostentação de um Anywhere Office idílico que eles não podem ter. E cuidado! A sua empresa precisa de contato físico.

Tem alguma sugestão ou dúvida sobre este assunto? Deixe o seu comentário!

E se quiser se capacitar ainda mais no assunto, leia sobre como se tornar um nômade digital e as dicas desse estilo de vida.

0 0 votes
Article Rating

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

News do RH Portal

Assine nossa Newsletter e fique por dentro de todas as Novidades e Tendências do Universo do RH